⚽️ Brasil enfrenta a Coreia do Sul na próxima fase; confira os dias dos próximos jogos

Cotações por TradingView
2021-02-23T14:54:53-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Bitcoin e Tesla: um novo capítulo

Queda do Bitcoin puxa Tesla e Elon Musk perde US$ 15 bilhões

E não se surpreenda: tudo tem a ver com a queda de ontem do preço do Bitcoin, provocada por ninguém mais, ninguém menos, que… Ele mesmo

23 de fevereiro de 2021
13:42 - atualizado às 14:54
Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX
Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX - Imagem: Shutterstock

O bilionário Elon Musk acabou caindo para o segundo lugar no ranking da Bloomberg de ricaços do mundo após perder US$ 15 bilhões (sim, bilhões) no pregão desta segunda-feira, quando as ações da Tesla caíram 9%. 

Com isso, os papéis da empresa chegaram a valer US$ 627 por volta das 9h30 da manhã (horário de Brasília) desta segunda feira.

Ações da Tesla. fonte: Trading view

Esse foi o maior tombo em um mesmo dia para as ações da empresa de carros elétricos. Especialistas afirmam que a queda se deve após a fala de Musk sobre o bitcoin, afirmando no fim de semana que o preço da criptomoeda estava “muito elevado”.

Bitcoin e Tesla: uma história de amor

Tudo começou com um sonho. No início deste mês, a Tesla informou a compra de US$ 1,5 bilhão em bitcoins para aumentar a fluidez dos ativos da empresa. No mesmo dia, a criptomoeda disparou mais de 10%.

Não é novidade que Musk é um fã da criptomoeda, que já superou a marca de US$ 55 mil. Entretanto, o sonho acabou quando o CEO da Tesla fez o valor do Bitcoin cair 10%, para US$ 51 mil. 

Preço do Bitcoin. Fonte: CoinMarketCap

Além disso, outras figuras importantes também aumentaram as preocupações em cima do Bitcoin. Na segunda-feira (22), a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, alertou que a criptomoeda era um “ativo altamente especulativo” e disse que está preocupada com a perda de dinheiro dos investidores.

“É uma forma extremamente ineficiente de conduzir transações, e a quantidade de energia consumida no processamento dessas transações é impressionante”, afirmou a ex-presidente do Federal Reserve.

Bitcoin e Tesla: tem mesmo a ver?

Para o co-fundador da fintech americana Wise&Trust, Rudá Pellini, quando as empresas aumentam sua participação em Bitcoin, a alta ou baixa do ativo tende a aumentar a correlação entre ambos.

“Ainda é difícil de fazer uma análise de causalidade, mas olhando dados de hoje, enquanto o Bitcoin apresenta quedas de aproximadamente 11%, as ações da Microstrategy, outra empresa que também aderiu parte do caixa em bitcoins, inclusive de forma mais agressiva que a Tesla, estão caindo cerca de 18% na abertura do pregão nos EUA”, afirma ele. 

“Se o Bitcoin se valorizar 10 ou 15% em um dia, por exemplo, é extremamente provável que as ações da Tesla irão seguir o mesmo caminho, pois novamente o mercado como um todo irá saber que grande parte do tesouro da empresa também se valorizou”, comenta Bernardo Teixeira, CEO da BitcoinTrade, corretora brasileira de criptomoedas.

Bernardo afirma que, como o mercado de criptomoedas ainda é muito recente, as oscilações de dois dígitos são comuns. Mesmo assim, ele diz que existem rumores de que diversas empresas do S&P 500, que cotizam o valor das 500 maiores companhias dos EUA, também devem seguir o caminho de aumentar sua participação nesse tipo de ativo. 

Já Vinicius Frias, CEO do Alter, discorda. "Não vejo relação. A operação principal da Tesla nada tem a ver com bitcoin. A compra de bitcoins que a Tesla realizou é uma escolha na parte de tesouraria da empresa, não tem fundamento acompanhar a oscilação de curto prazo do sobe e desce do Bitcoin".

Agora, a fortuna de Musk é de “apenas” US$ 183 bilhões, sendo ultrapassado por Jeff Bezos, CEO da Amazon.

*Com informações do Business Insider

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Market Makers

Legacy adota posição vendida em bolsa em meio a “situação ruim para ativos de risco”

3 de dezembro de 2022 - 12:34

O gestor Felipe Guerra, sócio fundador da Legacy Capital, participou do episódio #23 do podcast Market Makers

DE OLHO NAS FÉRIAS

Vai viajar? Dólar desvaloriza 6,5% frente ao real no ano — saiba o que mexe com o mercado de câmbio

3 de dezembro de 2022 - 11:32

Após uma sequência de quatro pregões de queda firme, período em que acumulou queda de 3,94%, a moeda norte-americana subiu na sexta-feira (02)

SOBE E DESCE

Locaweb (LWSA3) lidera pelotão de altas do Ibovespa na semana e Marfrig (MRFG3) vai na direção oposta — veja o que foi destaque na bolsa

3 de dezembro de 2022 - 10:34

Lá fora, as negociações da semana continuaram sendo marcadas pela expectativa em torno da condução da política monetária do Federal Reserve; por aqui, o principal índice da B3 acumulou ganhos de 2,70%

SEU DINHEIRO NA COPA

Brasil segue favorito mesmo após primeira derrota na Copa; confira as seleções queridinhas das oitavas entre os apostadores

3 de dezembro de 2022 - 9:14

Já classificado, Tite escalou um time recheado de reservas que acabou perdendo de 1 x 0 para os camaroneses, que ficaram fora do mundial

Aperta o play!

Copom realiza última reunião do ano na próxima quarta (07); o que esperar para a Selic daqui para frente?

3 de dezembro de 2022 - 8:00

No podcast Touros e Ursos desta semana, falamos sobre as incertezas fiscais que cercam a decisão de juros do Copom e como investir neste cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies