Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-27T17:18:13-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
REFAZENDO OS CÁLCULOS

Após fala de Powell, Goldman Sachs aposta em início da retirada dos estímulos para novembro — mas variante delta pode atrapalhar planos

Com a variante delta sendo uma ameaça ainda incerta, o banco acredita que existem chances de uma redução dos estímulos só ocorrer em 2022

27 de agosto de 2021
16:39 - atualizado às 17:18
Jerome Powell em audiência no Congresso americano
Imagem: Divulgação

Tão aguardado quanto uma final de Copa do Mundo, o discurso de Jerome Powell no simpósio de Jackson Hole surpreendeu positivamente os mercados nesta sexta-feira (27).

Enquanto boa parte do mercado apostava que o chefe do BC americano traria poucos sinais sobre o futuro da política monetária do país, Powell trouxe um discurso direto e cheio de informações sobre os próximos passos do Fed, ainda que não tenha efetivamente trazido datas sobre quando o programa de recompra de ativos deve começar a ser diminuído.

Para os analistas do Goldman Sachs, o tom empregado por Powell e o reforço da mensagem de crescimento dos últimos meses apontam para um anúncio preliminar de início da retirada de estímulos já na reunião de setembro, com a efetivação ocorrendo na reunião marcada para novembro.

Segundo os cálculos do banco, as chances de um anúncio oficial ocorrer já em novembro são de 45%, mas os impactos ainda incertos da variante delta podem levar a um atraso dos planos do BC Americano. As estimativas atuais indicam 35% de chance de as novidades serem conhecidas apenas em dezembro e 20% no ano que vem.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Exile on Wall Street

O que faz as empresas falharem? Conheça as cinco “assassinas silenciosas” que podem impactar nos seus investimentos

O verdadeiro início da derrocada de uma empresa não pode ser devidamente noticiado pelas finanças ou pelas operações, mas somente dentro do núcleo de cultura corporativa

CAPTAÇÕES BILIONÁRIAS

Localiza, Unidas e Movida vão a mercado em busca de R$ 5 bilhões com emissões de debêntures

Locadoras de veículos se recuperaram rapidamente da crise da covid-19 e buscam recompor o caixa em meio à escassez de componentes no setor automotivo

De olho no dragão

Ministério da Economia eleva expectativa para inflação em 2021; veja qual a nova projeção

A pasta também atualizou as estimativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, utilizado para a correção do salário mínimo

MERCADOS HOJE

Com precatórios e queda do minério de ferro no radar, Ibovespa opera em queda de 1%; dólar avança

Em Brasília, os investidores acompanham de perto as discussões em torno do pagamento dos precatórios e repercutem mais uma queda expressiva do minério de ferro

Logística

MSC quer comprar controle da Log-In (LOGN3), que tem a gestora Alaska como maior acionista; papéis disparam

A proposta da MSC Mediterranean equivale a R$ 25 por ação LOGN3 e pode chegar a R$ 1,8 bilhão; Alaska e Tarpon estão entre os principais acionistas da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies