Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-19T14:52:18-03:00
Estadão Conteúdo
Decolando?

‘Brasil é a maior fronteira de investimento disponível no mundo’, diz Guedes

O ministro também apontou a vacinação em massa como o caminho para garantir o retorno seguro das atividades.

19 de março de 2021
14:45 - atualizado às 14:52
vac_economia_140120117a76395565
O ministro da economia, Paulo Guedes falam à imprensa - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a enfatizar nesta sexta-feira, 19, que o Brasil se transformou na nova fronteira global de investimentos após a atualização de marcos regulatórios em setores como saneamento, gás e ferrovias, combinada à aprovação da PEC emergencial e independência do Banco Central (BC).

Leia também:

"Temos uma pauta de investimentos através de marcos regulatórios, Banco Central independente e marco fiscal para vencer o momento difícil", afirmou Guedes em entrevista aos jornais espanhóis El Mundo e Expansión. "O Brasil é a maior fronteira de investimento disponível no mundo."

O ministro também reafirmou a retomada do caminho das reformas e privatizações, citando Correios e Eletrobras, após a agenda ser paralisada no ano passado pela prioridade no combate à pandemia, uma tragédia que, conforme classificou, de dimensões bíblicas e magnitude épica.

Guedes afirmou ainda que o Brasil, em linha com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), tem interesse em aprovar o marco da cabotagem, em tramitação no Senado, para reduzir o custo de logística. "Aumentar a competitividade em cabotagem é de interesse da OCDE e também nosso porque queremos reduzir custo de logística", declarou.

Nos próximos 6 meses, temos que vacinar o máximo possível da população

O ministro também apontou a vacinação em massa como o caminho para garantir o retorno seguro das atividades. Guedes afirmou que vacinar o máximo possível da população nos próximos seis meses é o grande objetivo do governo.

"Nos próximos seis meses, temos que vacinar o máximo possível da população brasileira, e este é o nosso grande objetivo", afirmou o ministro, acrescentando que o Brasil vem trabalhando para acelerar todos os contratos com farmacêuticas, de modo a adiantar a entrega dos imunizantes.

Ele citou a contratação de 100 milhões de vacinas da Pfizer, ampliando o total de encomendas neste ano para mais de 500 milhões de doses.

Porém, reconheceu que o País ainda vacinou pouco. "Temos que melhorar muito."

E salientou: "Vamos vacinar 'massivamente' para a volta ao trabalho e retomar o crescimento sustentável e as reformas."

Segundo Guedes, a segunda onda da pandemia vem se espalhando mais rapidamente, com variantes mais mortíferas.

Ele sustentou que a atividade econômica estava "decolando" quando foi atingida pela segunda onda de contaminações. "Estamos em contexto difícil e dramático", assinalou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: impasse dos precatórios deve pressionar bolsa hoje antes dos dados do varejo nos EUA

Além disso, no radar ficam o risco fiscal antes da eleição de 2022 e os dados da economia dos Estados Unidos, com destaque para os pedidos de auxílio-desemprego

NA B3

Ações do setor de saúde foram as que menos sofreram em agosto

Levantamento da Teva Índices mostra que os papéis do comércio e da construção foram os mais castigados no mês passado

NÃO AGRADOU

IBP critica mudanças regulatórias na venda de combustíveis

Representante das grandes distribuidoras de combustíveis defende manutenção do modelo de exclusividade no mercado de revenda de derivados de petróleo

Tempo de entrega menor

Randon terá linha férrea própria no interior de SP

Linha férrea partirá de dentro da fábrica e percorrerá 1,5 km transportando vagões, reboques e semirreboques a um ramal principal na mesma cidade; expectativa é de que a obra fique pronta em 2023

Entrevista exclusiva

Após vender Hortifruti para Americanas, Partners Group quer investir US$ 300 milhões e lançar fundo para o varejo no Brasil

Com um total de US$ 120 bilhões sob gestão, responsável pela gestora suíça no Brasil e América Latina fala ao Seu Dinheiro sobre potenciais alvos de aquisição e “concorrência” com IPOs na B3

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies