';

🔴 O ‘NOVO PETRÓLEO’ FOI ENCONTRADO E JÁ É MOTIVO DE DISPUTA NO MUNDO — DESCUBRA AQUI

Cotações por TradingView
2021-07-13T13:08:54-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Diversidade no mercado

Empresa que fez índice para S&P 500 e Dow Jones lança plataforma para medir performance de bitcoin e ethereum

Esses foram os primeiros índices de cripto do S&P Digital Market Indices, mas existem planos de adicionar outras moedas e criar benchmarks mais amplos até o final do ano

13 de julho de 2021
13:08
Painel de cotações de criptomoedas com bitcoin, ethereum, ripple, litecoin e iota
Imagem: Shutterstock

O maior provedor de índices do mundo, o S&P Dow Jones Indices (S&P DJI), lançou oficialmente uma nova forma de acompanhar seus ativos digitais. O chamado S&P Digital Market Indices deve medir a performance de criptoativos listados em exchanges.

O S&P Dow Jones Indices criou dois índices de bolsas conhecidas do mercado, que levam o nome da empresa: o S&P 500 e o Dow Jones Industrial Average.

De acordo com o S&P DJI, os índices serão os seguintes:

  • S&P Bitcoin Index: medirá a performance do bitcoin (confira aqui);
  • S&P Ethereum Index: medirá a performance do ethereum (confira aqui);
  • S&P Cryptocurrency MegaCap Index: medirá a performance de ativos digitais relacionados ao bitcoin e ethereum (confira aqui). 

Esses foram os primeiros índices de cripto do S&P Digital Market Indices, mas existem planos de adicionar outras moedas e criar benchmarks mais amplos até o final do ano.

Os índices se baseiam nos dados do software de criptografia Lukka, com quem o S&P DJI já tem parceria desde dezembro de 2020. 

O lançamento ocorre em um momento de crescente interesse por criptoativos. Na visão da empresa, o chefe global de inovação e estratégia do S&P Dow Jones Indices, Peter Roffman.

"Os mercados financeiros tradicionais e os ativos digitais não são mais mercados mutuamente exclusivos. Esperamos expandir ainda mais nossa nova família de índices de mercado digital e trazer a transparência tão necessária a este mercado estimulante”, afirmou ele.

No mercado

Até o final do ano, além dos novos índices, devem ser lançadas plataformas para customização de carteiras e acompanhamento de ativos. 

A notícia afeta positivamente o mercado cripto por colocar um ente tão tradicional do mercado em contato com o mundo novo das criptomoedas.

Por volta das 12h30, o bitcoin (BTC) acumulava queda de 2,41% nas últimas 24h, cotado a US$ 32.624,16. A principal criptomoeda do mercado cai 4,08% nos últimos sete dias

Na mesma direção, o HASH11, fundo de índice da bolsa brasileira, também operava em queda de 0,89%, aos R$ 30,00, enquanto o QBTC11, da QR Capital, avançava 0,56%, aos R$ 10,68 no mesmo horário.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC) sobe mais uma semana antes da Super Quarta; veja o que esperar das criptomoedas com o Banco Central americano no radar

27 de janeiro de 2023 - 11:33

Na semana que vem, o Federal Reserve decidirá sobre os juros dos Estados Unidos e pode animar o mercado já aquecido

BATALHA SOCIETÁRIA

Na disputa com Tanure, Esh Capital volta a aumentar participação na Gafisa (GFSA3)

27 de janeiro de 2023 - 9:41

A gestora de Vladimir Timerman comprou mais ações e aumentou a participação na Gafisa para aproximadamente 15,8%

AQUILO QUE AINDA NÃO SABEMOS

Americanas (AMER3): Confira seis perguntas que seguem sem resposta duas semanas após a revelação do rombo bilionário

27 de janeiro de 2023 - 9:28

Mercado assumiu postura de desconfiança diante das falhas de comunicação e daquilo que encaram como falta de transparência por parte da Americanas (AMER3)

FAZENDO HISTÓRIA

Fim da ‘Guerra Infinita’? Avatar 2 derrota Vingadores e se torna a 5ª maior bilheteria da história do cinema

27 de janeiro de 2023 - 9:27

Após menos de dois meses desde a estreia, a produção atingiu a marca de US$ 2,054 bilhões (cerca de R$ 10,41 bilhões) em arrecadação, segundo o Box Office Mojo

LINHA D'ÁGUA

Made in America(nas): o que temos a aprender com o rombo na Americanas

27 de janeiro de 2023 - 9:19

O caso da Americanas mostra uma vez mais que o segredo de um investidor consistente no longo prazo é a diversificação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies