Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-06T16:48:31-03:00
Estadão Conteúdo
em recuperação

Banco mundial prevê avanço de 4% no PIB global e de 3% no Brasil em 2021

Para este ano, organismo estima queda de 4,5% da economia brasileira, menos que a contração de 8% projetada anteriormente

6 de janeiro de 2021
7:25 - atualizado às 16:48
pib queda
Imagem: Shutterstock

Sob efeito da pandemia, o Brasil deve registrar queda de 4,5% no Produto Interno Bruto (PIB) de 2020, segundo as projeções do Banco Mundial – número bem distante do recuo de 8% previsto em junho.

Para este ano, a estimativa da instituição multilateral é de crescimento de 3% na atividade econômica do País e de 2,5% em 2022.

De acordo com a edição de janeiro do documento Perspectivas Econômicas Globais, o Banco Mundial espera que a recuperação do consumo privado e do investimento no segundo semestre de 2020 no Brasil continue no início deste ano, apoiados pela melhora da confiança e das condições de crédito benignas, o que ajudará a levar a um resultado positivo do PIB neste ano.

"A recuperação deve ser desigual entre os setores: a indústria e a agricultura estão se expandindo mais rapidamente do que o setor de serviços, devido à persistente aversão ao risco entre os consumidores, afetando viagens, turismo e restaurantes, em particular", apontou documento.

A instituição destaca que o ritmo da recuperação nacional deverá diminuir no decorrer deste ano, em parte "devido à retirada dos estímulos monetários e fiscais".

O mundo

O Banco Mundial destacou que a economia global deverá registrar queda de 4,3% em 2020, resultado um pouco melhor do que a previsão de retração de 5,2% feita em junho.

A previsão é de expansão de 4% em 2021 e de 3,8% em 2022. "A recuperação global, no entanto, foi amortecida no curto prazo por um ressurgimento de novos casos de covid-19."

Contudo, a instituição multilateral destaca que a atividade econômica global deve se firmar no médio prazo com a melhora gradual da confiança de famílias e empresários, o que levará ao aumento de consumo e de investimentos sobretudo com a vacinação internacional contra a covid-19.

Por outro lado, adverte que há riscos para a retomada global, especialmente motivados pelo agravamento da disseminação do coronavírus e atrasos na aquisição e distribuição de imunizantes, bem como "estresse financeiro" gerado por alto nível de endividamento de países.

"Mesmo que a recuperação prossiga conforme previsto no cenário-base, a produção global deverá permanecer 4,4 por cento abaixo das projeções pré-pandemia até 2022."

Maiores economias

O Banco Mundial prevê que o PIB dos EUA deve ter registrado contração de 3,6% em 2020, mas deve exibir alta de 3,5% em 2021 e avanço de 3,3% em 2022.

Segundo a instituição, a China deve ter apresentado crescimento de 2,0% no ano passado, que deverá atingir 7,9% em 2021 e 5,2% no próximo ano.

A zona do euro, segundo o Banco Mundial, deve ter registrado retração de 7,4% em 2020 - as projeções são de alta de 3,6% neste ano e de 4,0% em 2022.

No Japão, depois de ter contabilizado uma queda do PIB de 5,3% em 2020, a estimativa é de crescimento de 2,5% em 2021 e de 2,3% no próximo ano.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

DE VOLTA AO PÁREO

Bitcoin (BTC) retoma os US$ 63 mil após cair na sexta-feira e outras criptomoedas sobem até 10% hoje; confira

Destaque para a Solana (SOL), que vem apresentando resultados acima da média das dez principais moedas do mundo

UM OLHO NO GATO, OUTRO NO PEIXE

Como a encrencada Evergrande pretende se inspirar em Elon Musk para sair da draga

Depois de depositar dinheiro devido a credores externos, fundador fala em deixar em segundo plano os empreendimentos imobiliários para investir em setores considerados mais promissores

MERCADOS HOJE

Ibovespa tenta se recuperar do baque fiscal e abre a semana em alta de mais de 1%; dólar recua

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abre espaço para uma recuperação do Ibovespa

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro sobe após a abertura com boas perspectivas para os balanços e dólar avança hoje

No panorama doméstico, o risco fiscal permanece no radar, enquanto a semana conta com importantes balanços

O melhor do Seu Dinheiro

O Tesouro Direto virou tesouro de tolo? O que mexe com os mercados na semana e outros destaques

O investidor devia estar contente no começo deste ano com o que parecia uma grande oportunidade: investir no Tesouro Direto com um retorno garantido de quase 3,5% ao ano mais a variação da inflação. Naquele momento, as aplicações mais conservadoras de renda fixa estavam com rentabilidade real negativa e o Banco Central indicava que os […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies