Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-09T18:36:08-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Fim do sonho

B3 põe fim ao plano de expansão na América Latina e vende participação no México

A compra de participações na América Latina era um dos planos da bolsa brasileira ainda na gestão de Edemir Pinto, que deixou o comando da B3 em 2017

9 de abril de 2021
10:26 - atualizado às 18:36
B3
Sede da B3, localizada no centro da capital paulista. - Imagem: Shutterstock

A B3 decidiu dar fim ao plano de internacionalização da companhia, que previa a compra de participações minoritárias em outras bolsas latino-americanas.

A dona da Bovespa, BM&F e Cetip anunciou na manhã desta sexta-feira a venda das ações na Bolsa Mexicana de Valores. A B3 detinha 4,1% do capital da empresa, em uma participação avaliada em R$ 194 milhões. Não está claro se esse é o valor do negócio. Procurada, a B3 informou que o tratamento contábil da transação ainda está sendo avaliado.

Em um breve comunicado, a bolsa deixou claro que esse movimento não é pontual. “O desinvestimento está em linha com a estratégia da B3 de focar seus esforços principalmente nas oportunidades de crescimento e desenvolvimento dos mercados financeiro e de capitais locais”, informou a B3.

A expansão na América Latina era um dos planos da bolsa brasileira ainda na gestão de Edemir Pinto, que deixou o comando da empresa em 2017. O objetivo era comprar uma fatia de até 15% nas operadoras dos mercados da região.

Além do México, a B3 detinha participações minoritárias nas bolsas do Chile, Colômbia e Peru no fim do ano passado — e que provavelmente terão o mesmo destino.

No pregão de hoje, as ações da B3 (B3SA3) fecharam em queda de 1,13%, a R$ 55,22.

Leia também:

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Problemas nas refinarias?

Com ameaça de desabastecimento no radar, produção da Petrobras (PETR4) recua 4,1% no 3º trimestre

Antes da divulgação do relatório, a petroleira já havia informado que não teria capacidade para atender, em sua totalidade, os pedidos por fornecimento de combustível em novembro

FECHAMENTO DO DIA

Auxílio Brasil segue pressionando a curva de juros, mas Ibovespa e dólar conseguem alguma recuperação

O Ibovespa bateu na trave, e o Banco Central conseguiu segurar o câmbio, mas a pressão sobre as contas públicas segue castigando a curva de juros

Carros elétricos em alta

Para a Tesla (TSLA34) de Elon Musk, não há crise no setor automotivo: o terceiro trimestre teve lucro recorde

A Tesla (TSLA34) vai na contramão do restante do setor: a empresa de Elon Musk está vendendo mais carros e reportou um balanço forte no 3T21

AULA DE GIGANTES

De Round 6 a Mano Brown e Luiza Trajano, aprenda 5 ensinamentos para multiplicar seu patrimônio

Referências do mercado financeiro podem trazer insights relevantes para os investidores; confira algumas que o ‘Seu Dinheiro’ listou

Contornando o teto

Economistas veem ‘contabilidade criativa’ em negociação do Auxílio Brasil

Parte do benefício, com parcelas de R$ 400, deve ficar de fora da regra que comanda o avanço das despesas públicas brasileiras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies