Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-22T17:58:56-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
dragão acordado

Apesar da alta da Selic, economistas continuaram revisando para cima inflação de 2021

Projeção para IPCA em 2021 subiu a 4,71%, 11ª alta consecutiva, com avanço da mediana para o grupo preços administrados, aponta Focus

22 de março de 2021
10:12 - atualizado às 17:58
Dragão protege tesouro
Imagem: Shutterstock

Mesmo após o Comitê de Política Monetária (Copom) ter surpreendido a todos e elevado a taxa básica de juros (Selic) mais que o esperado na semana passada, os economistas continuaram revisando para cima as projeções para a inflação ao final do ano.

O tom duro adotado pela autoridade monetária em relação aos preços não foi suficiente para evitar uma nova alta das projeções, segundo mostra o Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (22). A expectativa agora é de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) feche o ano em 4,71%, acima dos 4,60% divulgados na semana passada e dos 3,82% projetados há um mês.

O que influenciou a alta das estimativas para a inflação foi a revisão positiva do grupo “preços administrados”, como serviços telefônicos, energia elétrica, gasolina, plano de saúde, ônibus urbano e interestadual e metrô. Segundo o Relatório Focus, os preços administrados subiram de 6,15% para 7,26%, a sexta alta consecutiva.

Já a previsão para a taxa de câmbio, outro ponto que influencia a inflação, ficou estável após ser elevada quatro vezes seguidas. A mediana permaneceu em R$ 5,30.

Nesta quinta-feira (25) teremos uma nova indicação do rumo dos preços no país, com a divulgação do IPCA-15 referente a março. O Focus mostrou que os economistas do mercado financeiro alteraram a previsão para o IPCA em março de 2021, de alta de 0,85% para 0,90%. Um mês antes, o porcentual projetado era de 0,38%.

Por conta do aumento de 0,75 ponto percentual (p.p.) da Selic, que foi para 2,75% ao ano, os economistas passaram a aguardar que a taxa básica de juros encerre o ano em 5,00% ao ano, e não mais 4,50% ao ano.

PIB, resultado primário e balança comercial

Além das projeções para inflação, o Boletim Focus trouxe novidades a respeito das expectativas para a atividade econômica em 2021.

Os economistas alteraram levemente suas projeções para o PIB, de alta de 3,23% para 3,22%. Há quatro semanas, a estimativa era de 3,29%. 

Eles mantiveram a projeção para a balança comercial em 2021 na pesquisa Focus, de superávit comercial de US$ 55,00 bilhões, enquanto a projeção para a produção industrial de 2021 passou de alta de 4,69% para 5,10%.

No caso do resultado primário, a relação entre o déficit primário e o PIB este ano passou de 2,90% para 3,00%, enquanto a relação entre déficit nominal e PIB em 2021 seguiu em 7,10%.

O resultado primário reflete o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Já o resultado nominal reflete o saldo já após as despesas com juros.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

OCCUPY B3

MTST ocupa sede da B3 em protesto contra o governo e a desigualdade social

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Balança, mas (ainda) não cai

Qual o destino da Evergrande? Veja quatro possíveis cenários para a crise da gigante chinesa

As ações da Evergrande subiram mais de 17% na bolsa de valores de Hong Kong após um acordo com credores. A situação, porém, está longe de ser resolvida. Saiba o que esperar

mercado cripto

Bitcoin e criptomoedas: XP e Rico lançam dois fundos, com investimento a partir de R$ 100

Com gestão passiva, produtos são voltados ao público geral, com taxa de administração de 0,5% ao ano, sem proteção cambial ou taxa de performance

Destaques da bolsa

Cyrela (CYRE3): ‘Sem razões para ânimo’ com o setor, Credit Suisse rebaixa recomendação para construtora e ações têm queda firme

Banco suíço, que rebaixou recomendação de “compra” para “neutra”, vê um cenário difícil para as construtoras nos próximos meses por causa da alta da inflação e da taxa básica de juros

Novos tempos

De volta ao escritório: Bradesco anuncia retorno ao trabalho presencial a partir de outubro

A retomada gradual está prevista para ocorrer a partir do dia 4 de outubro e vai seguir todos os protocolos sanitários, de acordo com o banco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies