Menu
2021-03-29T18:18:41-03:00
Renan Sousa
cripto pagamentos

Visa passa a processar pagamentos com stablecoin USD Coin

Esse movimento vai na direção de modernizar e incentivar o uso de criptomoedas no dia a dia

29 de março de 2021
12:50 - atualizado às 18:18
visa
Imagem: Shutterstock

A Visa anunciou que irá utilizar globalmente a USD Coin (USDC), uma stablecoin, para liquidar pagamentos por meio da Ethereum, segunda principal criptomoeda do mundo. A empresa está testando a capacidade com a Crypto.com e planeja oferecer a liquidação em USDC a outros parceiros ainda este ano.

Diferentemente das criptomoedas, as stablecoins (“moedas estáveis”, em tradução livre) têm lastro em ativos já consolidados no mercado, como ouro e, no caso da USDC, o dólar. Elas foram criadas para conter a alta volatilidade das criptomoedas e agora passarão a ser usadas para liquidar pagamentos. 

Atualmente, a liquidação padrão da Visa requer que os parceiros realizem pagamentos em moeda tradicional, como dólar, o que adiciona custos e complexidade aos processos de empresas que operam com moedas digitais.

Em última análise, a capacidade de liquidar em USDC permite que a Crypto.com e outras empresas que já trabalham com criptomoedas avaliem modelos de negócio fundamentalmente novos sem a necessidade de ter moeda tradicional em caixa ou para fluxos de trabalho.

“As fintechs criptonativas querem parceiros que entendam seu negócio e as complexidades dos fatores de forma da moeda digital”, afirma Jack Forestell, vice-presidente e chefe de produtos da Visa. “O anúncio de hoje é um grande marco em nossa capacidade de atender às necessidades de fintechs que administram seu negócio em stablecoins ou criptomoedas, e é realmente uma extensão do que fazemos todos os dias, facilitando pagamentos seguros nas diferentes moedas do mundo”, conclui o executivo.

A Ethereum é a segunda criptomoeda mais famosa do mundo, criada pelo russo Vitalik Buterin para competir com o Bitcoin. Por volta das 12h30, a Ethereum se valorizava 4,14%, cotada a US$ 1.769,50 (R$ 10.239,57), de acordo com a plataforma Coin Market Cap.

O fundador do Circle, plataforma que auxilia novas empresas a digitalizarem seus negócios em criptoativos, em especial stablecoins, comemorou o fato. Por meio de sua conta no Twitter, Jeremy Allaire, afirmou que este é um ponto de virada para novas oportunidades no mundo cripto.

Ele continua, em um fio de seis tuítes, a explicar o porquê de esta notícia ser tão positiva. Na visão dele, a descentralização do sistema é um bom caminho para o futuro de um sistema bancário ainda mais globalizado e ágil.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

pandemia

Covid-19: número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registradas mais 3.459 mortes no país

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies