Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-30T16:58:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Aceita bitcoin?

Visa constrói ‘adaptador universal’ para conectar bitcoin e criptomoedas de diferentes blockchains; objetivo é viabilizar pagamentos com criptos

O dispositivo permitirá, segundo a companhia, a conexão de moedas digitais, incluindo as de bancos centrais, construídas em várias redes

30 de setembro de 2021
16:57 - atualizado às 16:58
Moeda de bitcoin sobre um cartão da Visa
A Visa trabalha para expandir diversas frentes de atuação em criptomoedas.Imagem: Shutterstock

A Visa deu mais um passo rumo ao objetivo de viabilizar o uso do bitcoin e outras criptomoedas, incluindo as moedas digitais de bancos centrais (CBDCs, na sigla em inglês), para transações do dia a dia.

A companhia anunciou o desenvolvimento do Universal Payments Channel (UPC) — canal universal de pagamentos, em tradução livre —, conceito que funciona como uma espécie de adaptador para conectar criptomoedas, stablecoins e CBDCs de diferentes redes blockchain.

A gigante dos pagamentos destaca que os ativos digitais irão desempenhar um papel essencial na vida financeira das pessoas no futuro e, para que sejam bem-sucedidos, é preciso que ofereçam uma boa experiência de consumo, com a capacidade de fazer e receber pagamentos, independentemente da moeda, canal ou formato.

E é aí que entra o conceito UPC da Visa. O dispositivo permitirá, segundo a companhia, a conexão de moedas digitais de bancos centrais construídas em várias blockchains.

Isso será possível com o uso do hub UPC, “que atua como porta de entrada para receber solicitações de pagamento de remetentes registrados e os encaminha para destinatários registrados”, conforme explica a empresa em comunicado.

Outros planos para as criptomoedas

Além do UPC, a Visa trabalha para expandir outras frentes de atuação cripto. Em entrevista exclusiva ao Seu Dinheiro, Eduardo Abreu, vice-presidente de novos negócios da empresa no Brasil, revelou que a companhia tem a intenção de auxiliar corretoras a processar pagamentos em criptomoedas no país.

A empresa está de olho em um mercado que movimentou US$ 1 bilhão no primeiro semestre, mas dá toda a pinta de que está apenas no começo. “A grande vantagem da adoção do bitcoin é, sem dúvida, a facilidade”, afirma Abreu. “Sem precisar trocar uma moeda fiat [“fiduciária”, a moeda corrente do país], existe uma otimização das trocas na hora de usar bitcoin.” 

A Visa trabalha com algumas corretoras de cripto (exchanges) e empresas para lançar um cartão conectado à conta. No Brasil, três nomes estão no projeto: Zro Bank, Alterbank e Rippio.

Mas o cartão ligado a uma exchange ainda é um pequeno passo. A ideia é aproximar ainda mais o mundo das criptomoedas da vida financeira diária das pessoas e conectar a conta nos bancos convencionais com a tecnologia em criptomoedas.

Abreu comenta que a Visa tem planos de desenvolver aplicações (APIs, no termo técnico) para unir os bancos tradicionais com os produtos criptográficos. Dessa forma, seria possível fazer investimentos em criptomoedas e ações, ETFs, entre outros, dentro de uma mesma plataforma.

Atualização do BITCOIN, Solana em destaque, RISCOS regulatórios e Coinbase x SEC | Saiba tudo sobre o que movimenta o universo das criptomoedas na 2º edição do Papo Cripto e inscreva-se no canal do Seu Dinheiro no Youtube para mais conteúdos exclusivos:

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa fecha semana no azul, Nubank valendo bilhões a menos e primeiro ETF cripto dos EUA: veja as principais notícias desta sexta

Em uma limousine brilhante, o Ibovespa chegou atrasado para a festa das bolsas globais — mas chegou.  Os balanços das empresas europeias e americanas abriram as portas do salão de baile: com o bom resultado das companhias, dados mistos da economia e um desenho mais nítido da retirada de estímulos monetários, Wall Street brilhou.  O […]

CRIPTOMOEDAS

Quais as dificuldades na regulamentação do Bitcoin e demais criptomoedas?

Analista de criptomoedas, Valter Rebêlo, comenta sobre o processo de regulamentação das criptomoedas ao redor do mundo

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tira uma lasquinha da festa das bolsas globais e sobe mais de 1% na semana; dólar recua após atuações do BC

Com uma bolsa descontada após as turbulências recentes, o Ibovespa tinha tudo para chegar cedo nessa festa, mas foi preciso que o Banco Central assumisse a condução para que a B3 tivesse uma chance.

ALGUNS BILHÕES A MENOS

Nubank prepara IPO com listagem na Nasdaq e na B3 até o fim deste ano, mas deve baixar a pedida no valuation

Meses atrás, a startup buscava ir a mercado avaliada em cerca de US$ 100 bilhões; veja o novo valor de mercado segundo o Broadcast

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies