Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-09T15:09:55-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Clube anti-cripto

China acertou ao banir o bitcoin? Braço direito de Warren Buffett diz que as criptomoedas nunca deveriam ter sido inventadas

A aversão de Charlie Munger pelo bitcoin cresceu ainda mais durante a pandemia; para o bilionário, o criptoativo é “repugnante”

4 de dezembro de 2021
9:30 - atualizado às 15:09
Policiais em miniatura cercam um bitcoin parcialmente enterrado | Coinbase Criptomoedas
Ao menos 6 mil clientes da Coinbase foram afetados pelo ataque - Imagem: Shutterstock

Braço direito de Warren Buffett na Berkshire Hathaway, Charlie Munger compartilha da visão do megainvestidor quando o assunto são as criptomoedas. "Gostaria que elas nunca tivessem sido inventadas", declarou o bilionário na última sexta-feira (3).

Para ele, a China escolheu a melhor abordagem para lidar com os ativos digitais: "Eu admiro os chineses, acho que tomaram a decisão correta, que foi simplesmente bani-los", afirmou o sócio do mago de Omaha.

Essa não foi a primeira vez que o vice-presidente da Berkshire Hathaway expressou publicamente sua opinião acerca do tema. Em maio, durante o encontro anual com os acionistas da empresa, Munger revelou que sua aversão ao bitcoin cresceu durante a pandemia.

“Não gosto de uma moeda que é tão útil para sequestradores, estelionatários e assim por diante, nem gosto de simplesmente jogar fora bilhões de bilhões de dólares com alguém que acabou de inventar um novo produto financeiro do nada", indicou ele na ocasião.

Os entusiastas do bitcoin, é claro, discordam. Para eles, a moeda digital mais famosa do mundo é uma reserva de valor que pode ser usada para proteger o patrimônio contra a inflação. Já Munger vê, em suas próprias palavras, "todo o maldito desenvolvimento" da criptomoeda como "repugnante e contrário aos interesses da civilização".

O investidor também critica a extrema volatilidade do bitcoin, um ponto difícil de rebater até para os mais fervorosos entusiastas. O ativo entrou recentemente em um bear market com um recuo de cerca de 30% desde que atingiu sua nova máxima histórica, aos US$ 69.000, no início de novembro.

"[O bitcoin] É realmente uma espécie de substituto artificial do ouro. E como nunca compro ouro, nunca compro bitcoin”, apontou Munger em fevereiro. “Bitcoin me lembra o que Oscar Wilde disse sobre a caça à raposa. Ele disse que era a busca do intratável pelo indizível".

Warren Buffett também não é fã de cripto

Se você achou pesadas as críticas de Charlie Munger, espere só até descobrir o que seu sócio mais famoso, Warren Buffett, pensa sobre o assunto. O megainvestidor já chegou a dizer que o bitcoin era "veneno de rato", além de um "miragem e não uma criptomoeda".

E engana-se quem pensa que as críticas são antigas e que, assim como ocorreu com as empresas de tecnologia, a opinião do mago de Omaha sobre as criptomoedas pode ter mudado.

No ano passado, em entrevista à CNBC, Buffett declarou que não tem e nunca terá uma criptomoeda. Assim como seu braço direito, ele acredita que essa classe de ativos “não tem valor e não produz nada".

*Com informações da CNBC

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Mercados Hoje

Ibovespa abre em queda, seguindo as bolsas de Nova York e dólar avança hoje; risco fiscal volta ao radar com PEC dos combustíveis

Na semana, o índice brasileiro ainda acumula alta de mais de 1%; confira o que movimenta o mercado hoje

MERCADO BITCOIN LIVRE

Mercado Livre compra participação no Mercado Bitcoin com foco em criptomoedas; parceria inclui acordo com Paxos, empresa de tecnologia blockchain

Esta não é a primeira vez que o Mercado Livre entra no mercado de criptomoedas: em 2021, a empresa havia comprado cerca de US$ 7,8 milhões em bitcoin

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda e acompanha Nova York, enquanto dólar sobe para R$ 5,44

Com agenda esvaziada, tanto por aqui quanto no exterior, investidores devem ficar de olho no último dia do Fórum Econômico Mundial, enquanto aguardam reunião do Fed, agendada para a semana que vem

semana em cripto

Investidores de bitcoin e criptomoedas liquidam mais de meio bilhão de dólares em contratos futuros em menos de 24h; BTC já cai 16% em 2022

Com queda de quase 8% nas últimas 24 horas, bitcoin perde o patamar de US$ 39 mil; confira o que mexe com o mercado de criptomoedas

O melhor do Seu Dinheiro

A Tentação de nadar com a maré, dividendos bilionários da Intermédica, NFTs da Meta e outros destaques do dia

Apesar de ser difícil decidir ir contra a maioria, no longo prazo, é a estratégia que dá resultados; entenda como ganhar dinheiro com esta abordagem

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies