Menu
Marina Gazzoni
Escolha da CEO
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-24T09:24:54-03:00
escolha da ceo

O patinho feio da bolsa, a queda do bitcoin e outras notícias que bombaram esta semana no Seu Dinheiro

Semana também foi marcada por IPOs da Caixa Seguridade e Hortifruti Natural da Terra e uma entrevista exclusiva com CEO do Mercado Livre

24 de abril de 2021
9:24
Filhote de pato
Imagem: Shutterstock

Caro leitor,

Era uma vez uma empresa novata na bolsa. Ela não é muito conhecida no Centro-Sul do Brasil. É uma incorporadora nordestina de sobrenome francês: Moura Dubeux.

Sua estreia na B3 foi apenas alguns dias antes de uma grande tempestade. Foi em fevereiro de 2020, um pouco antes do desembarque do coronavírus no Brasil.

A Moura Dubeux não teve como se proteger do temporal que devastou os mercados. Na hora do apuro, os investidores preferiram se abrigar em portos seguros mais conhecidos. 

Os dias seguintes foram marcados por uma batalha entre os ativos de growth (empresas de alto potencial de crescimento, como ações tech) ou value (empresas de qualidade reconhecida, como os bancos). 

A Moura não é titular em nenhum dos dois times e foi deixada de lado no jogo dos mercados. Sua ação desabou e até agora não se reergueu. 

A ação da incorporadora nordestina vale hoje cerca de metade do preço do IPO (oferta de ações). 

Isso é uma pechincha ou um mico?

O repórter Victor Aguiar se debruçou sobre os números para responder a essa pergunta. O resultado é uma reportagem imperdível que foi publicada nesta semana no Seu Dinheiro.

Se você perdeu, fica tranquilo. Ela é a minha primeira indicação de leitura para o seu sabadão. Confira o top 5 logo abaixo.

Além da seleção da semana, sugiro também que você clique aqui para ler um resumo do que rolou de mais quente nos mercados. Veja só alguns pontos altos:

  • teve o último capítulo da novela do Orçamento em Brasília,
  • discurso de Bolsonaro tentando convencer os gringos de que vai preservar o meio ambiente,
  • e aumento de imposto para os mais ricos nos EUA.

1 - Patinho feio hoje… amanhã cisne lindo?

De todas as empresas que estrearam na bolsa de 2020 para cá, a ação da Moura Doubex foi a que teve a pior performance. 

Qual a razão para isso? Ao que parece, o timing não ajudou.

A investigação do Victor mostra uma empresa praticamente sem dívidas, com resultados financeiros crescentes e com recomendação de compra de todas os analistas que estudam o papel. 

Está com cheiro de oportunidade aí... Não é à toa que a própria empresa resolveu recomprar suas ações. Tudo indica se tratar de um “patinho feio” que o mercado ainda não enxergou que é um filhote de cisne. Leia aqui a reportagem completa.

2 - IPOs na chocadeira

A Caixa Seguridade está perto de estrear na bolsa. O período de reserva das ações acaba na próxima segunda-feira (26). Será que vale a pena participar do IPO? Aqui está a resposta.

E a fila da B3 não para de crescer... Quem colocou seu nome para entrar na bolsa foi o Hortifruti Natural da Terra, que traz uma proposta de negócio intermediária entre o supermercado e a feira. Saiba mais sobre a oferta.

3 - Fim do jogo para o bitcoin? 

(Conteúdo patrocinado) O bitcoin passou por um movimento de correção nesta semana. Sua cotação chegou a cair abaixo de US$ 50 mil, depois de superar os US$ 60 mil na semana passada.

É o fim da linha para o bitcoin? 

O especialista em criptomoedas da Empiricus, André Franco, alerta que as correções fazem parte de qualquer “bull market”, especialmente em um mercado tão volátil quanto o de criptomoedas. 

Mas, a seu ver, o ciclo de alta do bitcoin deve seguir, puxado por fundamentos como a atração de investidores institucionais e a redução da oferta de moeda.

Essa é uma excelente oportunidade de compra para quem ainda não tem uma pitadinha de cripto na carteira.

Se for seu caso, é seu dia de sorte. Aqui está o link para receber um voucher de até R$ 100 para investir em criptomoedas. 

Além do depósito em seu nome em uma conta da Mercado Bitcoin, você também recebe indicações de criptomoedas que devem ser as próximas a decolar, como é o caso desta aqui.

4 - Roda da fortuna: sobe valor, cai tech?

Você já parou para pensar quais setores vão crescer no mundo pós-pandemia? Esse é o tema da coluna do Matheus Spiess.

Ele acha que a maré está mais favorável para as ações de “valor” do que para as de “tecnologia”. O Matheus disse que vê oportunidades maiores em dois segmentos: 

  1. Commodities
  2. Setores que ganham com a reabertura da economia

Vale a pena ler o texto completo para entender como se posicionar para buscar um melhor retorno nos seus investimentos na conjuntura econômica atual.

5 - As techs não vão deixar barato

Se você pensar que vai ser fácil assim trocar as ações de tecnologia por ações de “valor”, está bem enganado. As techs estão cheias de dinheiro no bolso e querem provar que valem cada centavo de seus valuations esticados.

O CEO do Mercado Livre, Stelleo Tolda, aposta que o e-commerce vai manter a participação que conquistou no varejo com a pandemia.

Para garantir sua fatia nesse bolo maior, está investindo R$ 10 bilhões no Brasil em iniciativas para melhorar a logística e fidelizar clientes. Veja todos os detalhes na entrevista completa de Tolda ao Seu Dinheiro.

Um grande abraço e ótimo sábado!

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies