Petrobras detalha plano estratégico; confira os principais pontos

Cotações por TradingView
2021-03-02T19:32:31-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Fundos de investimento

Ney Miyamoto deixa equipe de gestão da Alaska

Fundador e um dos executivos mais experientes da equipe da Alaska, Miyamoto permanece como sócio e investidor dos fundos da casa

2 de março de 2021
17:05 - atualizado às 19:32
Principais sócios da Alaska, em foto publicada no Twitter
Miyamoto (primeiro à esquerda) e os outros sócios da Alaska -

A popular gestora de fundos Alaska perdeu um dos executivos mais experientes de sua equipe. Ney Miyamoto, um dos sócios-fundadores e responsável pela área de distribuição, deixou o time de gestão da empresa.

O motivo da saída não foi revelado, mas ele permanece como sócio e investidor dos fundos da gestora, que contava com R$ 8,3 bilhões em patrimônio no fim de janeiro, de acordo com dados da Anbima, associação que representa o setor. O volume representa pouco menos da metade do início do ano passado.

Boa parte da queda no patrimônio veio das perdas nos fundos ao longo de 2020. Os da família Alaska Black BDR — que mantinham uma grande posição vendida em dólar — foram pegos no contrapé com a disparada da moeda norte-americana com a crise do coronavírus e fecharam o ano com queda da ordem de 45%.

O desempenho ruim de algumas das ações mais importantes da carteira da Alaska, como as da rede de educação Cogna (COGN3), também afetaram o retorno no ano passado.

Os fundos da família BDR também começaram o ano com o pé esquerdo e acumulam queda de 17,5% até fevereiro.

Fenômeno direto do avanço das plataformas de investimento fora dos grandes bancos, a Alaska uniu a experiência do lendário investidor Luiz Alves Paes de Barros com o gestor Henrique Bredda.

Leia também:

Responsável pelos fundos da família Black, Bredda ganhou popularidade — e muitos desafetos — no Twitter. Em meio aos ruídos, o gestor decidiu recentemente apagar todas as postagens de sua conta.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Capital de risco

Pátria Investimentos adquire Igah Ventures e expande atuação no segmento de Venture Capital

1 de dezembro de 2022 - 20:38

Gestora de Pedro Sirotsky Melzer tem, entre suas investidas, empresas como Infracommerce e a corretora Avenue; valor da transação não foi divulgado

ADEUS, BYE BYE

Oferta pública de aquisição da Getnet (GETT11) termina com negociação de 13,9 milhões de ações; confira os detalhes

1 de dezembro de 2022 - 20:37

Embora a maquininha vermelha tenha entregado resultados e dividendos, o Santander Espanha resolveu fechar o capital da empresa cerca de um ano depois da estreia na bolsa

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa deixa exterior de lado e cai, PIB vem mais fraco e o grupamento de ações IRB (IRBR3); confira os destaques do dia

1 de dezembro de 2022 - 20:05

Se em algum momento de dezembro os presentes adornarem a árvore de Natal da B3, talvez o mercado caminhe para um fim de ano mais tranquilo. Mas essa não é a realidade no momento.

NATAL ANTECIPADO

Dividendos e JCP: Vale (VALE3) anuncia pagamento bilionário de proventos; confira valores e prazos

1 de dezembro de 2022 - 19:36

A mineradora informou que o montante a ser distribuído poderá sofrer variação em razão de eventual alteração do número de ações em tesouraria

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras (PETR4) tomba após plano estratégico e leva junto o Ibovespa; dólar cai abaixo dos R$ 5,20

1 de dezembro de 2022 - 19:31

Estamos oficialmente no último mês do ano. O clima natalino se confunde com a energia caótica da Copa do Mundo, mas o mercado financeiro sabe bem o que quer ver sob a árvore de Natal antes de o Ano Novo chegar — mas boa parte desses presentes depende da disposição do presidente eleito em distribuir.  […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies