Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-05T19:21:52-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Crimes cibernéticos

Polícia Federal faz operação em busca de grupo suspeito de roubar US$ 1,5 bilhão em criptomoedas

Uma corretora decretou falência mas continuou oferecendo serviços para seus clientes. Desde 2019, a PF faz buscas pelos criminosos

5 de julho de 2021
10:59 - atualizado às 19:21
Profissao digital do futuro
Enquanto a maioria perde dinheiro esses profissionais estão enriquecendo - Imagem: Shutterstock

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (05) a Operação Daemon, para a apuração dos crimes de estelionato, lavagem de capitais, organização criminosa, além de delitos contra a economia popular e o sistema financeiro nacional, de acordo com comunicado à imprensa. 

O documento não confirma do que se tratam as investigações, mas existe a suspeita de que uma corretora de criptomoedas deva estar envolvida no processo.

A suspeita

O processo é referente a um suposto crime cometido em 2019, quando os gestores da corretora travaram os saques e nunca mais devolveram os valores aos seus clientes. 

À época, a corretora teria pedido recuperação judicial, uma etapa antes de a empresa decretar falência. Mas a PF apurou que a empresa seguia oferecendo serviços e contratos sem registro junto à CVM, o que ia contra a decisão da vara de falências de Curitiba. 

De acordo com a PF, o valor devido pelo grupo é de cerca de R$ 1,5 bilhão e diz respeito a mais de sete mil credores. Foram destinados 90 agentes federais para cumprir um mandado de prisão preventiva, quatro mandados de prisão temporária e 22 mandados de busca e apreensão, além de decretação judicial de sequestro de imóveis e bloqueio de valores.

Os investigadores não confirmaram a prisão de nenhum membro da corretora até o momento.

Crimes cibernéticos

Esse tipo de golpe, quando um grupo de pessoas se passa por uma corretora ou gestora de recursos em criptomoedas tem ganhado espaço no meio digital.

Juntamente com os ataques de sequestro da dados, os chamados ransomwares, eles tem minado a reputação de criptomoedas, em especial do bitcoin.

Aqui você confere os mitos e verdades sobre criptomoedas e maneiras de não cair em ciladas no meio do caminho.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ACORDO BILIONÁRIO

Embraer (EMBR3) recebe encomenda de aeronaves de mais de R$ 21 bilhões da norte-americana Azorra

Com a entrega dos modelos em 2023, o portfólio da Azorra passará a ter 41 aeronaves da Embraer

PREPARE O BOLSO

O IPTU 2022 ficou mais caro em SP — veja até quando é possível pagar com desconto os boletos que chegam a partir de hoje

O prazo máximo para quitar o imposto varia de acordo com a data limite de recebimento dos boletos, que chegarão entre hoje e 18/02

Novo flerte?

Acionista da Aliansce vai ao “shopping” da bolsa e compra 5,76% da BR Malls após empresa rejeitar fusão

Fundo canadense CPPIB, que integra o bloco de controle da Aliansce Sonae, agora também é acionista relevante da brMalls

BLINK!

Vender Nubank (NUB33)? O que esperar do IPO da Creditas? Eleições 2022? Bitcoin (BTC) ou Microcoins? Saiba sobre esses assuntos e muito mais no BLINK!

Felipe Miranda, estrategista-chefe e CIO da Empiricus, responde às perguntas dos seus seguidores, acompanhe

EXILE ON WALL STREET

O peru de natal e o complexo de vira-latas: confira os alertas e oportunidades para voltar a investir na bolsa brasileira

Com o estouro da bolha tech nos EUA, as ações brasileiras, agora no campo positivo, voltam a ganhar a atenção dos investidores. Veja as portas que se abrem com este cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies