Menu
2021-06-02T12:48:49-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Ficando popular

Bitcoin saindo das sombras: especialistas em finanças perderam o medo de indicar criptomoedas

14% dos corretores já adicionaram criptomoedas ao portfólio dos seus clientes ou recomendam esse tipo de investimento em 2021, acima do 1,0% no ano passado

2 de junho de 2021
12:48
Bitcoin,And,Businessmen,In,The,Background,Shaking,Hands.
Imagem: Shutterstock

Os solavancos das últimas semanas afastaram muitos investidores menores das criptomoedas. As altas e baixas podem ser demais para o estômago sensível de algumas pessoas, mas não é isso que os consultores financeiros estão olhando.

Aliás, muito pelo contrário. Um estudo conduzido pela Financial Planning Association (FPA, “Associação de Planejadores Financeiros”, em português) perguntou para 529 consultores financeiros quais seus investimentos e recomendações para este ano.

O resultado mostrou que 14% deles já adicionaram criptomoedas ao portfólio dos seus clientes ou recomendam esse tipo de investimento. Pode parecer pouco, mas no ano passado, esse número era menos de 1,0%. E mais: pelo menos um quarto deles (ou 25%) pretende recomendar ou adicionar o investimento em criptoativos até ano que vem.

Pedido

Essa mudança de visão não veio apenas dos números exorbitantes que as criptomoedas apresentam. Os múltiplos chamaram a atenção também dos clientes, que passaram a não ter tanta preocupação com a volatilidade do mercado.

De acordo com a pesquisa, 52% dos consultores afirmaram que seus clientes perguntaram sobre a volatilidade do mercado nos últimos seis meses.

Além disso, os clientes também estão preocupados com o avanço dos impostos sobre criptomoedas. O presidente americano, Joe Biden, em seu Orçamento de US$ 6 trilhões para 2022, detalhou que pretende taxar transações de até US$ 10 mil em criptomoedas. 

A pesquisa aponta que 40% dos clientes fizeram perguntas sobre impostos aos seus corretores, bem acima dos 27% no ano de 2020. 

Outros dados

Quanto à recomendação atual, as criptomoedas ainda ocupam o 13º lugar entre os consultores. Entretanto, quando perguntados quais investimentos os corretores devem recomendar ou ficar de olho nos próximos 12 meses, o resultado surpreende. As criptomoedas ocupam o segundo lugar, com 26% das respostas, ficando atrás apenas dos ETFs, com 36% das afirmativas.

E os corretores estão correndo atrás do prejuízo. A pesquisa perguntou qual o conhecimento deles sobre criptomoedas, e 48% respondeu que se sente confortável em conversar sobre o tema, lendo ocasionalmente sobre criptoativos e apenas 4% dos entrevistados respondeu que não conhece e não sabe debater sobre o tema. 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

de olho na reabertura

Vacina no braço e compra de ações: por que o UBS (o banco suíço) agora recomenda a bolsa brasileira

Banco suíço cita as revisões de crescimento para a economia brasileira, menor risco fiscal, expectativa de lucro das empresas e preços em patamares “convidativos”

seu dinheiro na sua noite

Anitta no conselho do Nubank, mais ofertas de ações e o ponto de inflexão do minério de ferro

Acostumado a fazer barulho no mercado, o Nubank fez, nesta segunda-feira, mais um anúncio que deu o que falar: a contratação da cantora e empresária Anitta para integrar o conselho de administração da empresa. A garota do Rio, nascida no bairro suburbano de Honório Gurgel e alçada à fama pelo funk carioca, ocupará uma cadeira […]

linhas 8 e 9

CCR assina acordo de acionistas com RuasInvest no Consórcio Via Mobilidade

Acordo prevê os porcentuais de participação de 80% da CCR e de 20% da RuasInvest no Consórcio ViaMobilidade Linhas 8 e 9

Microcaps

Panvel (PNVL3): é hora de investir?

A rede Panvel é queridinha no Sul do país. Sua recuperação tem mostrado que ela pode ser uma gema entre as microcaps da Bolsa. Descubra se vale a pena investir nela no Chama o Max de hoje.

sinal verde

Câmara aprova texto-base da MP que viabiliza privatização da Eletrobras

Placar foi de 258 votos contra 136; texto já havia sido aprovado pela Casa, mas voltou depois de alterações no Senado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies