Menu
2020-04-20T18:20:57-03:00
Estadão Conteúdo
POLÍTICA

MP que cria contrato de trabalho ‘Verde e Amarelo’ é revogada

uma nova MP deverá ser editada para definir novas regras para o contrato verde e amarelo durante da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

20 de abril de 2020
18:20
carteira-de-trabalho
Carteira de trabalho - Imagem: Shutterstock

A Medida Provisória 905, que instituiu o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo, foi revogada nesta segunda-feira (20). A decisão foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro pela sua página no Facebook à tarde e publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Bolsonaro afirmou que "diante da iminente caducidade da MP 905", teria optado por revogá-la, após entendimento com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Bolsonaro também informou em sua postagem que uma nova MP deverá ser editada para definir novas regras para o contrato verde e amarelo durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

"Para criação de empregos, editaremos nova MP, específica para tratar do contrato Verde e Amarelo durante o período de enfrentamento da covid-19", disse na publicação.

O programa Verde Amarelo foi criado pelo governo no ano passado com o objetivo de reduzir encargos trabalhistas para empresas e, com isso, estimular a geração de empregos. O incentivo era válido para a contratação temporária de jovens de 18 a 29 anos e pessoas acima de 55 anos.

Sessão cancelada no Senado

Com a decisão do presidente, o Senado cancelou a sessão agendada para esta tarde. "O Presidente da República atendeu ao pleito manifestado pelo Senado e decidiu revogar a MP 905, do Contrato Verde e Amarelo, reeditando suas partes mais relevantes na sequência", diz nota da assessoria de imprensa da Presidência do Senado. "Essa medida é importante para que o Congresso Nacional possa aperfeiçoar esse importante programa e garantir o emprego dos brasileiros."

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM/PA) sugeriu no domingo, 19, que Bolsonaro reeditasse a MP, que reduz contribuições de empresas para estimular a contratação de jovens de 18 a 29 anos e pessoas acima de 55 anos.

No sábado, Bolsonaro disse a apoiadores, em frente ao Palácio do Planalto, que a medida seria votada pelos senadores nesta segunda-feira, 20. "Deve ser votada segunda-feira. Tenho nada contra o Davi (Alcolumbre). Davi é meu chapa", respondeu após ser perguntado se teria feito um acordo com o presidente da Casa.

No domingo, 19, porém, Alcolumbre usou o Twitter para sugerir a Bolsonaro reeditar a MP amanhã, no dia em que ela perde a validade, caso o Senado não aprove o texto. "Assim, o Congresso Nacional terá mais tempo para aperfeiçoar as regras desse importante programa", afirmou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Prepare o bolso

ANP: preço médio do etanol sobe em 12 Estados na semana

A cotação do biocombustível caiu em outros 13 Estados e no Distrito Federal, enquanto no Amapá não houve apuração.

BTG Pactual e Credit Suisse veem potencial gigante de crescimento para a Rede D’Or — e recomendam os papéis

BTG Pactual e Credit Suisse começaram a cobertura dos papéis da companhia com recomendação de compra (e bons prognósticos para o futuro)

Crise

Vendas no varejo caíram 13,9% em 2020, segundo ICVA; resultado é o pior da série histórica

Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, o índice teve uma queda de 10,4%.

imbróglio resolvido

OSX, de Eike Batista, fecha acordo com acionista e ações sobem

Acerto permite convocação de assembleia para eleger nova administração para companhia de logística portuária

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies