Menu
2020-05-30T15:32:55-03:00
efeito coronavírus

Latam tem prejuízo de US$ 2,1 bilhões no primeiro trimestre

Segundo explica a companhia em suas demonstrações financeiras, o principal fator responsável pelo resultado final foi um ajuste contábil (impairment) de US$ 1,729 bilhão

30 de maio de 2020
15:32
Avião da Latam
Imagem: Shutterstock

A Latam, companhia aérea que esta semana pediu recuperação judicial nos Estados Unidos, apresentou seus resultados do primeiro trimestre de 2020 na noite de ontem, com prejuízo líquido de US$ 2,120 bilhões, ante perdas de US$ 60 milhões no mesmo período de 2019.

Segundo explica a companhia em suas demonstrações financeiras, o principal fator responsável pelo resultado final foi um ajuste contábil (impairment) de US$ 1,729 bilhão, provocado pela crise da pandemia de covid-19. A Latam também reconheceu uma perda de US$ 73 milhões relativa à proteção (hedge) de combustíveis.

Operacionalmente, os números melhoraram em relação ao ano passado. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 10,4%, para US$ 479,064 milhões. O lucro operacional da Latam entre janeiro e março foi de US$ 95,942 milhões, alta de 16,8% na comparação anual.

As receitas totais somaram US$ 2,352 bilhões, queda de 6,8% em relação ao primeiro trimestre de 2019.

A dívida da Latam fechou março em US$ 7,6 bilhões, um acréscimo de US$ 385 milhões em relação ao fim do ano passado. Mas segundo a companhia, a alavancagem medida pela relação dívida/Ebitda ficou estável no período, em 4 vezes.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

dados novos

Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos

Até o momento, 1.154.837 de pessoas se recuperaram da doença

seu dinheiro na sua noite

A patada do urso da Califórnia

Desde o início da recuperação dos mercados após o pânico do mês de março, os investidores têm temido uma reversão nas medidas de reabertura das economias por conta de uma segunda onda de casos de coronavírus – ou simplesmente de uma piora da primeira onda nos países onde esta ainda não foi controlada. Ou seja, […]

números da construtora

Vendas líquidas da Cyrela no 2º trimestre somam R$ 818 milhões, queda de 57,3%

No acumulado do primeiro semestre, as vendas somaram R$ 2,175 bilhões, recuo de 26,6%

micro e pequenas empresas

Caixa recebe novo limite para Pronampe, agora de R$ 5,9 bilhoes

“Ajudar os pequenos empresários, tão importantes para o nosso país, faz parte da vocação da Caixa, especialmente nesse período de pandemia em que o consumo e a renda são afetados”, diz o presidente da Caixa, Pedro Guimarães

Azedou

Risco-Covid: Ibovespa vira e fecha nas mínimas com avanço da pandemia nos EUA

O Ibovespa perdeu força e voltou aos 98 mil pontos, repercutindo o aumento na percepção de risco após a Califórnia anunciar o fechamento de restaurantes e outros tipos de estabelecimentos por causa do aumento de casos do coronavírus no estado. O dólar também foi afetado e subiu a R$ 5,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements