Menu
2020-03-25T14:11:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
diante da pandemia

Doria anuncia reunião de 27 governadores, sem Bolsonaro

Reunião acontece após conversa frustrada entre governadores e o presidente da República hoje pela manhã

25 de março de 2020
13:27 - atualizado às 14:11
João Doria durante teleconferência com o Presidente Jair Bolsonaro e os governadores do Sudeste. Dia 23/03/2020
João Doria durante teleconferência com o Presidente Jair Bolsonaro e os governadores do Sudeste. Dia 23/03/2020 - Imagem: Governo do Estado de São Paulo

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (25) que todos os 27 governadores estarão reunidos virtualmente às 16 horas (de Brasília) para discutir as formas de enfrentamento ao novo coronavírus.

Segundo Doria, a reunião foi convocada "dada a gravidade das circunstâncias do País e do comportamento do presidente da República [Jair Bolsonaro]".

A reunião tem previsão de durar duas horas e o resultado dessa reunião será informado aos jornalistas por cada um dos governadores ao término da conferência, por volta das 18 horas", informou o governador.

Nesta quarta-feira, o Doria e governadores de outros estados se reuniram, de forma virtual, com Bolsonaro. Houve bate-boca entre o governador de São Paulo e o presidente da República.

Doria iniciou a reunião lamentando o pronunciamento presidencial da noite de terça-feira (24) quando Bolsonaro minimizou, mais uma vez, a pandemia do novo coronavírus e criticou a decisão dos governos estaduais de decretarem isolamento social, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

Bolsonaro, em resposta, disse que Doria "não tem altura" para criticá-lo, reação que o governador chamou de um "ataque descontrolado" contra ele.

"Ao invés de discutir medidas para salvar vidas, preferiu falar sobre política e eleições. Lamentável e preocupante. Mais do que nunca precisamos de união, serenidade e equilíbrio para proteger vidas e preservar empregos", tuitou Doria.

Na reunião, Bolsonaro afirmou que o governador deveria esperar as eleições presidenciais de 2022 para "destilar todo o seu ódio e demagogia".

Por fim, Doria alertou Bolsonaro: "Presidente, no nosso Estado temos 40 mortos por covid-19 dos 46 em todo o Brasil. São pessoas que tinham RG, CPF, e familiares que continuarão sentindo sua falta. Não são mortos de mentirinha, presidente. E essa não é apenas uma 'gripezinha'".

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

TECNOLOGIA

Xiaomi supera Apple em venda de celulares

O levantamento também mostra que a Samsung voltou ser a líder global de vendas de smartphones, após perder a liderança do mercado para a também chinesa Huawei, que ficou no topo por um único trimestre.

BOMBOU NO SEU DINHEIRO

Melhores da Semana: O Halloween dos mercados

A segunda onda de coronavírus é um ‘fantasma’ que ronda os mercados desde o início do ano. Muita gente não acreditou. Nesta semana, ele mostrou as caras.

POLÍTICA

Bolsonaro grava para campanhas e aposta em 2º turno em RJ e SP

Presidente busca apoiar aliados para tentar formar base nos grandes colégios eleitorais para sua campanha de reeleição em 2022

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies