Menu
2020-11-19T17:12:35-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Truque de mestre

Warren Buffett está investindo bilhões em uma “ação secreta”; entenda

O dono da Berkshire Hathaway provavelmente tomou tal decisão para aumentar seu número inicial de ações da empresa.

19 de novembro de 2020
17:12
O megainvestidor Warren Buffett
O megainvestidor Warren Buffett - Imagem: Shutterstock

O multibilionário e maior investidor pessoa física da história, Warren Buffett, está comprando ações de uma nova empresa, mas ainda não revelou qual é. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (19) pelo Business Insider.

Leia também:

De acordo com o portal, Buffett obteve permissão dos reguladores para não divulgar sua compra em andamento no processo 13F da Berkshire Hathaway para o terceiro trimestre, publicado na última segunda (16).

O documento afirma que "informações confidenciais foram omitidas do relatório público do Form 13F e arquivadas separadamente na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos".

O dono da Berkshire Hathaway provavelmente tomou tal decisão para aumentar seu número inicial de ações da empresa. Se ele tivesse já revelado qual é a companhia, estimularia outros investidores a comprar as mesmas ações, elevando o preço que Buffett teria que pagar.

A cláusula de confidencialidade aparece no 13F da Berkshire para o segundo trimestre de 2015, publicado em agosto do mesmo ano. O bilionário e sua equipe divulgaram uma participação de US$ 2,5 bilhões na Philips 66 em um documento que foi corrigido da 13F semanas depois.

Os tais formulários 13F da Berkshire para o primeiro e segundo trimestres de 2011 também retiraram uma participação "de acordo com um pedido de tratamento confidencial".

Em novembro de 2011, houve uma enxurrada de documentos que revelaram que a empresa de Buffett estava adquirindo a IBM, aumentando a sua participação na gigante da tecnologia de 4,5 milhões de ações em março para 24,8 milhões de ações em junho, depois 57,3 milhões de ações em setembro, dando um valor total acima de US$ 10 bilhões. Dessa vez, parece estar ocorrendo a mesma tática.

Berkshire está com fome

Os ganhos da companhia de Buffett no terceiro trimestre fixaram o valor de sua carteira de ações em US$ 245 bilhões, tirando a Kraft Heinz. Contudo, o formulário 13F mostrou apenas US$ 220 bilhões em participações.

Destrinchando a conta para o restante do valor, sabemos que o investimento da empresa de US$ 6 bilhões em cinco corretoras japonesas nos últimos 12 meses justifica parte dos US$ 25 bilhões faltando na equação. O tal investimento secreto pode ser esse elo restante.

Além disso, todo o fator de segredo de Buffett é um forte sinal de que ele está morrendo de vontade de usar suas imensas reservas de caixa da Berkshire Hathaway após conseguir se proteger da pandemia no ínicio de 2020.

*Com informações de Business Insider

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Estamos em um novo ciclo de alta de commodities?

Por que está se falando tanto em commodities? Isso é o que Matheus Spiess te explica no vídeo de hoje. Observando o histórico de ciclos de alta de commodities, presenciamos ciclos de altas de preços nas matérias primas. E estudos dizem que estamos na beira de um SUPERCICLO. Vamos ao passado: Início de 1900: 2º […]

Controle total

Petrobras: Cade aprova venda da participação da estatal em eólica para FIP Pirineus

Após a assinatura do acordo de R$ 32,97 milhões, o FIP Pirineus passa a deter o controle unitário do empreendimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies