Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-06-25T08:01:50-03:00
Estadão Conteúdo
coronavírus

Volkswagen Caminhões abre novo turno para evitar contaminação

VWCO e Scania foram as primeiras montadoras a retomar atividades no fim de abril, após várias semanas de paralisações

25 de junho de 2020
8:01
Caminhão e-Delivery da Volkswagen em parceria com a Weg, entregue à Ambev
Caminhão e-Delivery da Volkswagen, atualmente em fase de testes para a Ambev - Imagem: Volkswagen

Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) vai iniciar, na segunda-feira, um segundo turno de trabalho na fábrica de Resende (RJ). A produção diária será ampliada de 85 para 110 a 120 unidades, mas o principal motivo da medida é reduzir o risco de contaminação da covid-19 entre os funcionários do complexo, que inclui vários fabricantes de autopeças.

A empresa informa que metade dos quase mil funcionários que estão com contratos suspensos voltará ao trabalho. Outros mil trabalhadores já tinha retornado à fábrica no fim de abril. O complexo emprega, ao todo, cerca de 4,5 mil pessoas.

VWCO e Scania foram as primeiras montadoras a retomar atividades no fim de abril, após várias semanas de paralisações que envolveram quase todas as fabricantes de veículos do País.

Inicialmente, a empresa estava produzindo apenas 45 caminhões ao dia, volume que vem aumentando desde então em razão de novas encomendas. Antes da pandemia a fábrica produzia 180 veículos ao dia, em um único turno, mas com equipe maior, informa Jovelino Juffo, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense.

Segundo ele, a VWCO daria conta da produção de 120 veículos por dia um único turno, mas preferiu reabrir o segundo para garantir as medidas de distanciamento entre os trabalhadores.

"A empresa tem feito um trabalho muito bom nessa retomada, como a distribuição de nove máscaras para cada funcionário, álcool gel, higienização das instalações e o aumento de 80 para 160 da frota de ônibus que transporta os funcionários", afirma Juffo.

Em 2019, foram vendidos no País um total de 101,3 mil caminhões, alta de 33% ante o ano anterior. Para este ano, o setor trabalhava com nova alta de 18%, para cerca de 120 mil unidades,

Com a crise provocada pela pandemia do coronavírus, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) reviu a projeção para 65 mil unidades, queda de 36% ante 2019. Empresas do setor, como a Scania, começam a avaliar medidas para lidar com o excedente de pessoal.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Ensinando na bolsa

Aplicativo de idiomas Duolingo dispara 36% em estreia na Nasdaq

As ações da empresa chegaram a avançar 40% mais cedo, elevando seu valor de mercado para US$ 6,5 bilhões

balanço gringo

Facebook dobra lucro no 2º trimestre, a US$ 10,3 bilhões, mas prevê desaceleração

Empresa não deve manter o ritmo de crescimento de receitas e espera impacto mais forte de atualização no sistema iOS que limita anúncios personalizados

Reforma do IR

Lira confirma isenção de dividendos distribuídos por empresas do Simples Nacional

De acordo com o presidente da Câmara, essas companhias são um dos pilares da nossa economia e da geração de empregos

Mais do mesmo

Fed mantém taxa de juros e discurso inalterados, mas declarações de Powell animam o Ibovespa

Os investidores estavam em busca mudanças no discurso sobre os estímulos à economia norte-americana

varejo alimentar

Assaí e Carrefour têm forte crescimento em vendas, mas ações caem 2%

Baixa acontece em um momento em que o Assaí acumula ganhos de 22% na B3 desde o processo de cisão com o GPA; Carrefour teve queda no lucro e margens pressionadas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies