Menu
2020-08-03T18:26:40-03:00
Estadão Conteúdo
ajuste da estatal

Petrobras reduz preço de gás para distribuidoras em 48% em dólar e 35% em reais

Redução reflete os novos contratos com as distribuidoras em que o preço do gás está atrelado à variação do preço do petróleo no mercado internacional

3 de agosto de 2020
12:34 - atualizado às 18:26
Petrobras
Imagem: Shutterstock

A Petrobras disse que reduziu, desde o início deste mês, os preços de venda de gás natural para as distribuidoras em 48% em dólar e 35% em reais, na comparação com dezembro do ano passado.

"A redução no preço reflete os novos contratos de venda com as distribuidoras em que o preço da molécula de gás está atrelado à variação do preço do petróleo no mercado internacional, cuja revisão é realizada trimestralmente", diz a estatal em comunicado ao mercado.

A empresa esclarece que o preço final ao consumidor depende não apenas do custo da molécula de gás e do transporte, mas também das margens das distribuidoras e dos tributos federais e estaduais. Conforme a lei, os reajustes são aplicados pelas agências reguladoras estaduais.

A Petrobras afirma que tem feito sua parte no termo de compromisso assinado com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). "A companhia tem atuado para acelerar as etapas sob sua responsabilidade na busca pelo desenvolvimento de um mercado competitivo e sustentável", diz o comunicado.

Os dados específicos dos novos preços da Petrobras com as distribuidoras não foram revelados no comunicado. Segundo a Petrobras, os contratos de venda para as distribuidoras estão disponíveis para consulta no site da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Combinação promete

Aura Minerals (AURA33): ouro e dividendos no mesmo investimento

Max Bohm, sócio e analista de Empiricus, enxerga um potencial enorme de crescimento na combinação oferecida pela mineradora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies