Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-19T15:01:46-03:00
Estadão Conteúdo
Lista de projetos

Novos shoppings de luxo da JHSF vão operar no estilo da loja Harrods

Companhia tira do papel o Cidade Jardim Shops, que terá cerca de 60 lojas na região dos Jardins, e planeja outro de 130 lojas no Itaim Bibi

19 de fevereiro de 2020
15:01
shopping
Um passeio no shopping pode ser revelador para seus investimentos. - Imagem: Shutterstock

O grupo JHSF vai abrir não apenas um, mas dois shoppings de luxo em São Paulo. A companhia tira do papel, ainda neste semestre, um projeto que teve um longo tempo de gestão: o Cidade Jardim Shops, que terá cerca de 60 lojas na região dos Jardins, em São Paulo.

Além disso, depois de arrematar um terreno no Itaim, em novembro, a empresa vai começar a comercializar outro empreendimento, que deverá ter cerca de 130 lojas. Em ambos os casos, os shoppings vão operar no estilo de grandes lojas de departamentos, como a britânica Harrods e a francesa Galeries Lafayette.

Isso quer dizer que, ao entrar, o cliente não verá a loja de sua marca preferida, que concentra todos os itens, como ocorre no Cidade Jardim. A proposta, conta José Auriemo Neto, presidente do conselho de administração da JHSF, será separar os andares por departamentos, como moda masculina, feminina e acessórios. A oferta das marcas ficará pulverizada pelo empreendimento. Em ambos os casos, haverá também uma operação forte de restaurantes.

Para Jaime Troiano, presidente da Troiano Branding, embora o modelo de departamentos já tenha enfrentado dificuldades no Brasil - a operação da Sears, nos anos 1980, naufragou em pouco tempo -, o público-alvo da JHSF costuma viajar e frequentar esses empreendimentos no exterior. "É um público 'alfabetizado' nesse tipo de conceito de varejo", diz.

Descontos

Além dos dois empreendimentos em São Paulo, a JHSF trabalha para reforçar o Catarina Fashion Outlet, na rodovia Castello Branco. Segundo o presidente da JHSF, Thiago Alonso de Oliveira, o shopping de descontos já virou um destino de fim de semana - e não só para moradores da capital e do interior de São Paulo. "Cerca de 20% do público do projeto já é de fora do Estado de São Paulo", diz.

O executivo não vê, no entanto, muito espaço para o modelo ser replicado pelo Brasil. Por isso, o Catarina, que já passou por uma expansão, vai mais do que dobrar de tamanho nos próximos anos. Deve passar dos atuais 30 mil m² de área de venda para 70 mil m². Para atender ao público que usa o empreendimento para turismo de compras, a ordem é também reforçar os serviços. "Vamos trazer mais gastronomia, entretenimento e hotelaria", explica Oliveira.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Estreita margem

Bolsas europeias sobem com vitória dos social-democratas na Alemanha

SPD, de centro-esquerda, venceu a aliança de centro-direita formada por CDU e CSU; Angela Merkel deixa o governo com um legado de vitórias sobre sucessivas crises

Entrevista exclusiva

A Locaweb (LWSA3) já subiu 450% desde o IPO. E, depois de 12 aquisições, ela segue com o pé no acelerador

Fernando Cirne, CEO da Locaweb (LWSA3), fala dos planos para o futuro da empresa, das novas aquisições no radar e do desempenho das ações

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies