Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-16T15:38:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Governança corporativa

Fundadores da Linx devem ser impedidos de votar sobre oferta da Stone

CVM encaminhou ofício com entendimento de que os fundadores não podem votar na assembleia de acionistas que analisar a proposta, segundo notícia do Valor Econômico

16 de outubro de 2020
14:58 - atualizado às 15:38
Alberto Menache, CEO da Linx
Alberto Menache, CEO e membro do conselho de administração da Linx - Imagem: Valeria Goncalvez/Seu Dinheiro

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiu que Alberto Menache, Nércio Fernandes e Alon Dayan, sócios e fundadores da Linx, devem ser impedidos de votar na assembleia de acionistas da companhia que decidir sobre a proposta de venda para a Stone.

A decisão foi informada em um ofício encaminhado pela área técnica da autarquia, de acordo com informação do Valor Econômico. Procurada pelo Seu Dinheiro, a CVM ainda não se manifestou. Os fundadores ainda podem recorrer ao colegiado da autarquia, responsável pela palavra final.

A proposta da Stone para incorporar a empresa de tecnologia para o varejo foi duramente criticada no mercado por envolver um pagamento diferenciado ao trio de fundadores, que detém 14,41% do capital da Linx.

Relembrando a polêmica, a Stone fez duas propostas pela empresa, a última no total de R$ 6,28 bilhões, o equivalente a R$ 35,10 por ação. Esse é o valor que os acionistas irão receber caso a proposta seja aprovada em assembleia.

O problema é que a Stone também acertou um pagamento adicional com os fundadores da empresa em contratos de "não-competição". A assembleia em que a oferta será colocada em votação foi marcada para o dia 17 de novembro.

A empresa de software Totvs também formalizou uma oferta pela Linx, que avalia a companhia em R$ 6,1 bilhões e, ao contrário da Stone, não prevê pagamento adicional a conselheiros da empresa.

Caso os acionistas rejeitem a proposta na assembleia de novembro, a Linx poderá conversar com a Totvs. O problema é que o acordo com a Stone prevê uma multa caso a oferta não seja aprovada pelos acionistas.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Planeje-se!

Fuja do Paulo Guedes! Como pagar menos imposto para o governo e ainda aumentar a sua renda para a aposentadoria

Não fique à mercê das reformas do Ministério da Economia. Utilizada da maneira correta, previdência privada pode te ajudar a pagar menos imposto de renda e a não depender totalmente da Previdência Social

PROVENTO EM DÓLAR

Aura Minerals (AURA33) anuncia dividendos e programa de recompra de BDRs — veja o que muda para os acionistas

O pagamento chegará bem a tempo para o Natal dos investidores nacionais, mas para ter direito é preciso possuir os ativos em 9 de dezembro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa perto de perder os 100 mil pontos, Petrobras na mira de Paulo Guedes e outros destaques do dia

A dinâmica dos mercados globais nos últimos dias lembra muito os primeiros momentos de incerteza que marcaram o início da pandemia do coronavírus, no início de 2020. A covid-19 não é mais uma doença desconhecida e as vacinas já estão disponíveis no mercado, mas a desigualdade na distribuição de imunizantes e a recusa de muitos […]

FECHAMENTO DO DIA

Racha no Senado e chegada de ômicron aos Estados Unidos levam o Ibovespa a renovar as mínimas do ano (mais uma vez); dólar sobe

Embora o dia tenha começado positivo para o Ibovespa e as demais bolsas globais, a variante ômicron e a dificuldade de aprovar a PEC dos precatórios azedaram os negócios

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies