Menu
2020-10-16T15:38:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Governança corporativa

Fundadores da Linx devem ser impedidos de votar sobre oferta da Stone

CVM encaminhou ofício com entendimento de que os fundadores não podem votar na assembleia de acionistas que analisar a proposta, segundo notícia do Valor Econômico

16 de outubro de 2020
14:58 - atualizado às 15:38
Alberto Menache, CEO da Linx
Alberto Menache, CEO e membro do conselho de administração da Linx - Imagem: Valeria Goncalvez/Seu Dinheiro

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiu que Alberto Menache, Nércio Fernandes e Alon Dayan, sócios e fundadores da Linx, devem ser impedidos de votar na assembleia de acionistas da companhia que decidir sobre a proposta de venda para a Stone.

A decisão foi informada em um ofício encaminhado pela área técnica da autarquia, de acordo com informação do Valor Econômico. Procurada pelo Seu Dinheiro, a CVM ainda não se manifestou. Os fundadores ainda podem recorrer ao colegiado da autarquia, responsável pela palavra final.

A proposta da Stone para incorporar a empresa de tecnologia para o varejo foi duramente criticada no mercado por envolver um pagamento diferenciado ao trio de fundadores, que detém 14,41% do capital da Linx.

Relembrando a polêmica, a Stone fez duas propostas pela empresa, a última no total de R$ 6,28 bilhões, o equivalente a R$ 35,10 por ação. Esse é o valor que os acionistas irão receber caso a proposta seja aprovada em assembleia.

O problema é que a Stone também acertou um pagamento adicional com os fundadores da empresa em contratos de "não-competição". A assembleia em que a oferta será colocada em votação foi marcada para o dia 17 de novembro.

A empresa de software Totvs também formalizou uma oferta pela Linx, que avalia a companhia em R$ 6,1 bilhões e, ao contrário da Stone, não prevê pagamento adicional a conselheiros da empresa.

Caso os acionistas rejeitem a proposta na assembleia de novembro, a Linx poderá conversar com a Totvs. O problema é que o acordo com a Stone prevê uma multa caso a oferta não seja aprovada pelos acionistas.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ALÍVIO

Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz

Média móvel de novos casos ficou em 22.483 no sábado, alta de 11% em relação aos casos da semana anterior

LUTO

Morre presidente da Samsung, aos 78 anos

Lee Kun-hee foi responsável por transformar a companhia em um dos maiores conglomerados do mundo

INFLAÇÃO

Custo alto deve se manter até 2021 no material de construção

Superaquecimento de itens é reflexo de distorção entre oferta e demanda, diz pesquisadora da FGV

“efeito de três pontos”

O [mau] comportamento dos mercados: as semelhanças entre a trajetória do câmbio e de uma bola de basquete

O câmbio vai oscilar ao gosto das notícias – das guerras comerciais à falta de agenda econômica do governo federal. Mas existe um estranho – e ainda pouco compreendido – “efeito de três pontos”.

DRAGÃO COM FOME

Comida pressiona inflação até o fim do ano, dizem analistas

Dólar em alta, oferta escassa por causa da entressafra e o auxílio emergencial estão provocando o aumento dos preços

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies