Menu
2020-02-13T17:25:19-03:00
Estadão Conteúdo
Uma visão geral

Empresários querem menos desigualdade, oportunidades iguais e eficiência estatal, dizem presidente da MRV e CEO da Localiza

Análise de conjuntura foi feita pelos empresários Rubens Menin, da MRV Engenharia, e Eugênio Mattar, da Localiza

13 de fevereiro de 2020
17:25
Rubens Menin
Presidente da MRV, Rubens Menin - Imagem: Werther Santana/Estadão Conteúdo

A redução da desigualdade é condição para uma sociedade melhor e passa por criar igualdade de oportunidades e pela eficiência do Estado. A análise é dos empresários Rubens Menin, presidente do conselho da MRV Engenharia, e Eugênio Mattar, CEO da Localiza.

Fundadores do Movimento Brasil Maior, os dois apostam também no papel da sociedade civil e da filantropia para atingir esse objetivo. "A democracia é o melhor sistema político e o capitalismo o melhor sistema econômico, mas precisam ser aperfeiçoados. O Arminio (Fraga, ex-presidente do Banco Central) e outros têm falado muito sobre isso. Precisamos melhorar o sistema. O capitalismo gera riqueza e ela precisa ser melhor direcionada. Não tem jeito de você ter uma sociedade boa com uma desigualdade muito grande. Como mudar isso? A melhor forma é dar igualdade de oportunidades", disse Menin em entrevista nos bastidores da Conferência Converge Capital, no Rio.

A visão dos empresários é que a filantropia no Brasil ainda é tímida e que há poucos projetos que despertem o interesse de doadores. A meta do Movimento Bem Maior - que tem ainda Elie Horn, da Cyrela, entre os fundadores - é dobrar o volume do investimento social privado doado no País de 0,2% para 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) em dez anos. A principal aposta é em projetos voltados à educação na infância e na adolescência.

Questionados se é possível reduzir desigualdade em um contexto de Estado mínimo, os empresários defenderam que esse conceito se traduza em um Estado eficiente. "Estado mínimo é para ser máximo nas funções de Estado: educação, saúde e segurança", disse Mattar. Considerando a reforma administrativa importante porque o Estado é caro em relação ao que devolve à sociedade, eles entendem que a fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, que comparou servidores públicos como "parasitas", foi "desfigurada".

Os dois empresários se mostraram confiantes com o desenvolvimento do Brasil. Menin destacou o baixo patamar atual da taxa básica de juros, hoje em 4,25% ao ano. "Nunca trabalhei com uma taxa de juros tão benéfica. uma prestação com juros de 5% ao ano é muito menor que uma de 10% ao ano. é um fator novo e fator de crescimento sustentável. Nunca tivemos uma taxa de juros tão afável", afirmou ele, para quem 2020 será o ano da indústria da construção mais vai contribuir com o PIB.

Realizada hoje e amanhã, no Rio, a Converge Capital reúne membros de famílias investidoras, executivos, empreendedores e profissionais da área financeira brasileira e internacional para debater sobre como alinhar suas carteiras de investimentos às dimensões sociais e ambientais.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

empresa de porto alegre

Startup Zenvia entra com pedido de IPO na Nasdaq

Empresa quer levantar até US$ 100 milhões; oferta terá seus recursos destinados para pagar o montante utilizado na aquisição da startup D1, entre outros

LDO

LDO de 2022 prevê ‘vacinas’ contra manobras do Orçamento

Proposta exclui a possibilidade de indicação das emendas de relator e proíbe o Congresso de subestimar despesas obrigatórias sem aval do Executivo

negociações no varejo

Negociação de venda da Hering à Arezzo envolve questões de negócio e familiares

Alta cúpula da Arezzo passou os últimos dias em reuniões e deverá formar um grupo de trabalho para tratar sobre a proposta para a Hering, afirmou uma fonte

fique de olho

Itaú anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Serão R$ 0,05648 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte; pagamento é uma antecipação aos aos dividendos e JPC do resultado de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies