Menu
2020-11-04T19:54:45-03:00
Estadão Conteúdo
episódios de corrupção

CVM aplica multas à KPMG e sócio por irregularidade em auditoria da Petrobras

Autarquia multou em R$ 450 mil a KPMG e seu sócio Manoel Fernandes Rodrigues de Sousa. A PwC foi absolvida por maioria

4 de novembro de 2020
19:54
Petrobras
Imagem: shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) encerrou nesta quarta-feira, 4, o julgamento dos processos sancionadores que tratavam de irregularidades nas auditorias das demonstrações financeiras da Petrobras nos anos de 2009 a 2014, período em que ocorreram os episódios de corrupção revelados pela Operação Lava Jato.

A autarquia multou em R$ 450 mil a KPMG e seu sócio Manoel Fernandes Rodrigues de Sousa. A PwC foi absolvida por maioria.

O julgamento do caso começou no fim de agosto, mas teve sua conclusão adiada por pedido de vista da diretora Flávia Perlingeiro. Na retomada do caso, nesta quarta-feira, ela apresentou divergência em relação a parte do voto do relator dos casos, diretor Henrique Machado.

A condenação foi relacionada à não realização de teste de valor recuperável de ativos (impairment, no jargão do mercado) da Refinaria Abreu e Lima nas demonstrações financeiras do exercício de 2010. Para a área técnica da CVM, o teste deveria ter sido realizado pela Petrobras, o que não aconteceu. A KPMG avaliou que, na época, não havia elementos mínimos que indicassem a necessidade do teste, principalmente porque o projeto estava em fase inicial de investimento.

Na análise do órgão regulador, no entanto, a KPMG e seu responsável técnico não obtiveram segurança razoável de que as demonstrações financeiras da companhia estivessem livres de distorção relevante sem o teste, em descumprimento do item 11 da NBC TA 200.

A auditoria foi multada em R$ 300 mil, enquanto Sousa recebeu pena de R$ 150 mil. Perlingeiro votou pela absolvição de ambos em outros dois pontos - cumprimento de prazo e procedimento de detecção de fraudes -, sendo seguida pela maioria do colegiado. Os acusados podem recorrer ao Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional (CRSFN), o Conselhinho.

Em relação à PwC e seu sócio Marcos Panassol, o colegiado, seguindo o voto da diretora, absolveu a consultoria, responsável pela auditoria das demonstrações financeiras da Petrobras nos exercícios de 2012, 2013 e 2014. Na primeira sessão de julgamento, o diretor Henrique Machado concordou com parte das acusações e votou por multa de R$ 800 mil à auditoria e R$ 200 mil a seu sócio responsável, Marcos Panassol.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

diante da crise

Anac aprova reequilíbrio de R$ 1,27 bilhão para quatro aeroportos

Terminais que foram beneficiados foram os aeroportos internacionais de Guarulhos (R$ 854,9 milhões), Brasília (R$ 184,8 milhões), Salvador (R$ 114,9 milhões) e Confins (R$ 111,1 milhões)

últimos capítulos

Centro de treinamento de pilotos da Varig vai a leilão

Funcionários, que esperam há 14 anos por uma solução para o pagamento de indenizações, querem que 80% do valor arrecadado seja rateado entre os 13 mil ex-empregados

Mudou o chefe

Novo diretor da CVM é a favor do voto plural e fim da exclusividade de autônomos

Aos 38 anos, o advogado tomou posse no cargo nesta terça-feira, 24, e participará de discussões relevantes como a reforma dos regimes de ofertas públicas

novo dia de ganhos

Ibovespa se aproxima dos 110 mil pontos com disparada de blue chips em meio à transição de Biden e vacina

Índice fecha perto das máximas, em sessão liderada por ações de administradoras de shoppings. Dólar prossegue em trajetória de queda em novembro, enquanto juros curtos sobem com IPCA-15 maior do que o esperado

Dança das cadeiras

Carlos Hamilton deixa Banco do Brasil e diretor da BB DTVM assume Relações com Investidores

Vem aí mais mudanças no Banco do Brasil. A instituição anunciou hoje a renúncia de Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo ao cargo de vice-presidente de gestão financeira e de relações com investidores. A razão para a saída do executivo não foi informada. Leia também: OPORTUNIDADE: Confira as ações e FIIs favoritos das carteiras recomendadas das corretoras […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies