Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-06T08:33:43-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
nos eua, sem sinais ruins por ora

Coronavírus deve reduzir em 50% vendas da Starbucks na China durante segundo trimestre

Rede de cafeterias também prevê que as vendas mesmas lojas no país asiático devem cair cerca de 50% no segundo trimestre fiscal

6 de março de 2020
8:24 - atualizado às 8:33
starbucks_82289543_771954329980579_7206326037552974614_n
Imagem: Starbucks / Divulgação conta oficial no Instagram

A epidemia de coronavírus deve ter um impacto significativo sobre as operações da Starbucks na China no segundo trimestre fiscal, reduzindo a expectativa de receita no país em algo entre US$ 400 milhões e US$ 430 milhões, disse a companhia nesta quinta-feira (5).

A rede de cafeterias também prevê que as vendas mesmas lojas no país asiático devem cair cerca de 50% ante igual período do ano fiscal anterior. Antes do surto, a expectativa era de um aumento de aproximadamente 3%.

A Starbucks acredita que quase todas as suas lojas devem estar abertas até o fim do trimestre e que o tráfego em todo o período deve melhorar levemente em relação a fevereiro, quando houve forte queda.

Segundo a companhia, mais de 90% de suas lojas na China estão abertas, mas operando sob "protocolos de segurança elevados", com amplo uso de pedidos por dispositivos móveis para evitar contato entre funcionários e clientes.

Além disso, a maioria das lojas na China está operando com horários reduzidos, e algumas estão oferecendo apenas serviços de entrega.

O desenvolvimento de novas lojas no país asiático está suspenso, disse a Starbucks, e a abertura de algumas lojas prevista para o ano fiscal 2020 deve ser adiada para o ano fiscal 2021.

A Starbucks disse que, até agora, não há sinais perceptíveis de impacto do coronavírus sobre as operações da companhia nos Estados Unidos.

*Com Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Erros no mercado

Número de pedidos de indenização após perdas na Bolsa salta 810% no primeiro semestre

O Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos assegura aos investidores o ressarcimento de até R$ 120 mil por prejuízos causados por erros ou omissões de participantes do mercado

Lua de mel amarga

C6 quer ‘divórcio’ da TIM, mas operadora briga contra a separação

Um ano após firmarem parceria para captação de clientes em troca de ações, a fintech ouviu um ‘não’ para seu pedido de rescisão de contrato

Crise hídrica

Ministro de Minas e Energia descarta racionamento e diz trabalhar para evitar apagão

Com níveis alarmantes nas usinas hidrelétricas, até mesmo a volta do horário de verão é considerada por alguns membros do governo e indústria

Negócio da China?

SEC confirma pausa em IPOs de empresas chinesas; agência reguladora dos EUA fará novas orientações sobre riscos

Em meio à ofensiva regulatória de Pequim, a SEC busca novas orientações ao mercado sobre os riscos envolvidos em comprar ações de companhias do país asiático

Passo à frente

Rumo ao “outro patamar”: EQI, que trocou a XP pelo BTG, recebe autorização para abrir corretora

Depois de ser pivô de disputa entre os bancos, escritório de agentes autônomos dá um passo decisivo para ter “vida própria” no mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies