Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-06T20:36:47-03:00
Estadão Conteúdo
Não tinha nada disso

Contrato com Boeing não tinha cláusula de saída por pandemia, diz Embraer

O contrato entre a Embraer e a Boeing, que foi recentemente rescindido pela companhia norte-americana, não tinha nenhuma previsão, em cláusulas de força maior ou de mudanças materiais, de que uma pandemia pudesse interromper a transação

6 de maio de 2020
20:36
Embraer E195-E2
Aeronave Embraer modelo E195-E2. exposta no Salão Internacional de Aviação de 2019, na Rússia - Imagem: Shutterstock

O contrato entre a Embraer e a Boeing, que foi recentemente rescindido pela companhia norte-americana, não tinha nenhuma previsão, em cláusulas de força maior ou de mudanças materiais, de que uma pandemia pudesse interromper a transação, disse o diretor jurídico da área comercial da fabricante brasileira de aeronaves, Marcus Teixeira. Segundo ele, foi estabelecido que o contrato fechado entre as partes fosse regido pelas leis dos Estados Unidos, mais especificamente pela do estado de Nova York, e que lá o entendimento é de que a vontade das partes no início do contrato deve ser respeitada. A Embraer já comunicou que buscará reparação em arbitragem, previsto no contrato.

"A Boeing desistiu da operação na fase "pre-closing" (pré-fechamento). Vimos uma saída abrupta do contrato, não concordamos e isso nos levou à constituição de um painel de arbitragem para se chegar a uma solução", disse, em webinar organizado pelo escritório Mattos Engelberg, para comentar os efeitos da pandemia em negócios de fusões e aquisições (M&A, na sigla em inglês). Antes de iniciar sua fala no webinar, Teixeira fez um "disclaimer" e afirmou que sua fala não representaria a opinião ou posicionamento da Embraer. O executivo disse, ainda, que não poderia dar mais detalhes dado o caráter de sigilo do caso.

Teixeira afirmou que nos últimos anos, o setor aéreo já vinha sendo palco de operações de M&A, tanto entre as companhias aéreas e as fabricantes de aeronaves. "Ainda achamos que deverá haver M&As no futuro próximo, mas como resultado de uma oportunidade identificada para se comprar com preços baixos ativos", disse.

O executivo destacou que, nesse ponto da crise, já ficou evidente que o setor aeronáutico foi uma das mais afetadas. "Isso afetou de forma muito material a estratégia e operações da Embraer", disse.

A visão é que uma recuperação do setor aéreo, para os níveis vistos em dezembro do ano passado, deverá ocorrer apenas em 2023 e 2024, visto o tamanho dos efeitos da crise nesse mercado. Para a Embraer, contudo, poderá ser criada uma oportunidade, já que a leitura é de que as companhias aéreas poderão aumentar a demanda por aviões menores, como os produzidos pela Embraer. Isso, segundo ele, poderá começar a ser observado já no primeiro semestre do ano que vem.

"As companhias aéreas poderão seguir a tendência de redução de custo por voo, ao invés da tendência que se via de se reduzir o custo por passageiro", disse. Se essa tendência se confirmar, a demanda será por aviões menores, explicou.

Teixeira disse que a empresa está confiante nesse momento e que o cenário é outro de quando a decisão foi de se fechar o negócio com a Boeing. Ele disse que o setor de aviação regional vai se recuperar de forma mais rápida do que as demais, e que nisso há uma oportunidade para a fabricante brasileira.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Esquenta dos Mercados

Pré-mercado: ajuste pós-Copom e balanço da Petrobras devem movimentar a bolsa hoje

E mais: a temporada de balanços não dá trégua, com os ruídos de Brasília destoando do coro do Ibovespa

Olho na safra

Balanços que vão movimentar o mercado: Veja os números de BB, Braskem e Totvs

Resultados divulgados na noite de ontem se juntam aos da Petrobras no radar dos investidores, que devem ficar atentos à reação das ações

Palavra do CEO

Eduardo Ragasol, da Neogrid: Como o sucesso do cliente pode ajudar no desenvolvimento do seu negócio

Conhecimento é poder. Entenda a fundo seu cliente. Utilize toda a tecnologia e informações que estão à disposição. Alinhe expectativas. E meça o desempenho dos envolvidos

Se cuida, bitcoin!

Atualização EIP-1559 concluída: confira as mudanças do Ethereum (ETH) com o ‘London Fork’

Batizada de “hard fork London”, a Proposta de Melhoria do Ethereum 1559 (EIP-1559) deve reduzir taxas e tornar a moeda deflacionária

olho lá fora

Petrobras dispara 14% em NY, após balanço e antecipação de dividendos

Por volta das 21h (horário de Brasília), PBR subia 14%; empresa reportou forte fluxo de caixa e lucro surpreendeu analistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies