Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-21T14:36:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Combustível a hidrogênio

China quer avançar em ideia menosprezada durante anos por Elon Musk

Governo chinês informou que o país se concentrará no uso de veículos movidos a hidrogênio, em vez das baterias elétricas como as usadas nos carros da Tesla

21 de novembro de 2020
14:34 - atualizado às 14:36
Elon Musk, CEO da Tesla
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Reprodução YouTube

A China começa a avançar em uma ideia que foi ridicularizada por Elon Musk, o bilionário CEO da fabricante de carros elétricos Tesla: o desenvolvimento de carros, caminhões e ônibus movidos a hidrogênio. O governo chinês inclusive passou a oferecer recompensas às cidades que atingirem as metas de adoção.

Musk passou anos zombando da ideia de usar células de combustível de hidrogênio em vez de baterias elétricas nos veículos verdes da próxima geração. “Células de combustível = bobagem vende”, publicou no Twitter o CEO da Tesla.

Leia também:

O Conselho de Estado da China informou que o país se concentrará na construção da cadeia de abastecimento de células de combustível e veículos movidos a hidrogênio. O presidente Xi Jinping definiu um prazo de 2030 para a China começar a reduzir as emissões de carbono.

A China tem como meta ter 1 milhão de veículos com célula de combustível em operação até 2030, de acordo com um plano de desenvolvimento de veículos de economia de energia elaborado pelas autoridades, apesar de apenas 2.700 desses carros terem sido vendidos no ano passado.

Elon Musk não está sozinho no ceticismo em relação às células de combustível. Elas são menos eficientes do que as baterias e o custo de construção de infraestrutura, como postos de abastecimento, é muito mais alto.

Os veículos com células de combustível “continuarão a ser um fracasso comercial nas próximas duas décadas”, escreveu a IDTechEx, uma empresa de pesquisa de Cambridge, na Inglaterra.

*Com informações da Bloomberg

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Balanço do mês

Com alívio nos juros futuros, renda fixa atrelada à inflação é o melhor investimento de novembro; bitcoin, FII e ações ficam na lanterna

Passado o pânico com o drible do teto de gastos, queda nos juros futuros deu aos títulos com alguma parcela da remuneração prefixada espaço para se recuperar; mas ativos de bolsa continuaram sofrendo

Dia Agitado

Após receber aporte bilionário, Ânima (ANIM3) compra participação em plataforma para formação de profissionais de saúde

Através de sua controlada Inspirali, a mesma a receber o aporte mais cedo, a companhia fechou um acordo para a aquisição de 51% da IBCMED

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ômicron e Powell assustam mercados, mas criptomoedas escapam da queda; confira os destaques do dia

O fim de novembro chega carregado de expectativa para o início oficial da temporada das festas de final de ano. As tradições natalinas podem variar de família para família, mas algumas coisas são universais — como as retrospectivas pessoais e a presença do clássico “Então é Natal”, da cantora Simone, em quase 100% dos lares […]

Natal antecipado

Dividendos: Blau Farmacêutica (BLAU3) vai distribuir juros sobre o capital próprio (JCP); confira o valor por ação

A ‘data de corte’ para os proventos, que devem cair na conta dos acionistas em 15 de dezembro, é na próxima sexta-feira (3)

FECHAMENTO DOS MERCADOS

PEC dos precatórios caminha e limita queda do Ibovespa, mas índice fecha novembro no vermelho; dólar vai a R$ 5,63

A nova variante do coronavírus e o posicionamento do Fed diante das ameaças amargaram o humor dos investidores no exterior, mas o Ibovespa conseguiu se segurar nos 100 mil pontos com o noticiário político

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies