Menu
2020-01-14T08:27:06-03:00
mudança de planos

Caoa estuda construir nova fábrica em SP em parceria com grupo chinês

Fontes do mercado avaliam que seriam necessários até R$ 2 bilhões em investimentos para aquisição da fábrica da Ford no ABC e modernização da linha de produção

14 de janeiro de 2020
8:27
Montadora de carros e veículos
Imagem: Shutterstock

O grupo automotivo brasileiro Caoa informou na segunda-feira, 13, que estuda construir nova fábrica no Estado de São Paulo. A declaração foi feita após o governador João Doria (PSDB) ter antecipado a informação durante evento realizado pela manhã na capital paulista. O governador também confirmou que o Caoa desistiu oficialmente de tentar comprar a fábrica da Ford no ABC paulista, fechada desde outubro.

A Ford, por sua vez, voltou a dizer que há outros "potenciais compradores interessados e engajados em conversações em relação às instalações de São Bernardo do Campo". A montadora também afirmou que continua fazendo todos os esforços cabíveis para alcançar um resultado positivo nas negociações.

Segundo fontes do mercado, uma das possíveis interessadas seria a chinesa BYD, que já produz ônibus em Campinas (SP) e tem planos de fabricar caminhões que hoje são importados. A matriz da empresa, que teria sido procurada por Doria, não comenta o assunto.

Investimento 'forte'

De acordo com o governador, o grupo Caoa, do empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, fará um investimento "forte" no Estado em parceria com um fabricante chinês, sem revelar o montante, o nome do parceiro e o tipo de produto que será produzido (caminhões, automóveis ou ambos).

O anúncio, segundo Doria, deve ser feito ainda neste ano. A empresa também não deu detalhes sobre o projeto.

Doria disse também que não está definido em qual cidade deverá ser instalada a nova fábrica. O grupo Caoa já tem uma unidade em Anápolis (GO), onde produz veículos da marca coreana Hyundai e é dono de 50% das operações da chinesa Chery com planta em Jacareí (SP). Além disso, é o maior revendedor Ford do País.

As declarações do governador foram feitas após sua participação em evento da indústria calçadista, em São Paulo. Segundo ele, o negócio entre Ford e Caoa não se consolidou porque o parceiro chinês do grupo queria um "espaço físico maior" para a produção.

No entanto, o que se afirmava nos bastidores do setor é que Caoa dependia de financiamento do BNDES para poder comprar a fábrica, mas o banco informou não dispor de linhas para essa finalidade.

Fontes do mercado avaliam que seriam necessários até R$ 2 bilhões em investimentos para aquisição da fábrica e modernização da linha de produção para atender às novas normas de emissão de poluentes que serão obrigatórias para caminhões.

As negociações com a Ford duraram dez meses e em setembro, quando ainda estavam em andamento, o próprio Andrade disse que apenas metade da área seria suficiente para suas pretensões. Um mês depois, ele disse que as chances de aquisição da fábrica eram "remotas".

Parceria

Na ocasião, Andrade afirmou também que estava conversando com três empresas chinesas e pelo menos uma delas havia manifestado interesse em produzir carros no Brasil. Essa parceria, segundo ele, poderia não envolver a fábrica da Ford caso fosse confirmada.

Segundo o executivo, os chineses inclusive estariam dispostos a uma parceria em que a empresa brasileira ficaria com 51% das ações - ou seja, teria o controle majoritário do negócio. À época, contudo, ele não falou em uma nova fábrica nem que o negócio seria em São Paulo.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOVAS NORMAS

Nova norma sobre lavagem de dinheiro influencia entrada do Brasil na OCDE, diz BC

A Circular nº 3.978 busca modernizar os procedimentos de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento ao Terrorismo (PLDFT) no Brasil

DE OLHO NO PIB

Nova grade de parâmetros pode trazer previsão de PIB maior que 2,4%, diz Waldery

Por outro lado, Waldery admitiu a possibilidade de retirada da projeção de receitas com a descotização de hidrelétricas da Eletrobras, que depende da privatização da companhia

VEM GRINGO

Bolsonaro autoriza entrada do Brasil em acordo que abre licitação a estrangeiros

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já havia dito na terça-feira, 21, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, que o Brasil entraria no acordo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Nada como um minuto após o outro

Quem disse que o futebol é uma caixinha de surpresas não conhece a bolsa de valores. Quando deixei a redação do Seu Dinheiro no começo da tarde para fazer uma entrevista, o dia estava azedo nos mercados. Na mínima, o Ibovespa chegou a ficar abaixo dos 117 mil pontos. Não faltavam razões para o mau humor. Pela […]

Eye of the tiger

Ibovespa Balboa: índice leva uma surra no começo do dia, mas vira a luta e crava uma nova máxima

Os temores quanto à disseminação do coronavírus colocaram o Ibovespa nas cordas durante a manhã. Mas, ajudado pelo bom desempenho das ações dos bancos, o índice partiu para cima e fechou em alta, chegando pela primeira vez aos 119 mil pontos

CURSO DO SEU DINHEIRO

Qual é a REAL sobre a aposentadoria aos 40 anos?

O Seu Dinheiro lançou nesta semana um projeto para acelerar a sua aposentadoria. Recebi diversos e-mails de leitores com dúvidas sobre o projeto. Aqui está tudo que você precisa saber.

NOVO IMPOSTO NO RADAR

Paulo Guedes está de olho em criar “imposto do pecado” sobre bebidas, cigarros e açúcar

Tal medida poderia impactar no futuro ações de empresas de bebidas como Ambev, além de sucroenergéticas, como São Martinho, Biosev e Cosan

POLÍTICOS NA MIRA

BC aperta cerco contra políticos e familiares envolvidos em transações suspeitas

Atualmente, políticos como deputados federais, senadores e ministros já são considerados politicamente expostos, assim como seus parentes de primeiro grau

NADA DE VÍRUS POR AQUI

Ministério da Saúde afasta suspeita de casos de coronavírus no Brasil

Segundo o secretário, o Brasil está preparado para lidar com uma eventual epidemia da doença

Olho na Linx

Credit Suisse mantém recomendação de compra para Linx, mas reduz preço-alvo para ações

Em relatório divulgado hoje (23), os analistas Daniel Federle, Felipe Cheng e Juan Pablo Alba disseram que o corte tem a ver com as estimativas mais baixas para o volume de compras (TPV) dentro do Linx Pay e com a taxa que é cobrada pelo uso do sistema de pagamentos, que é conhecida como MDR

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements