Menu
2020-09-11T07:29:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
desinvestimento

BNDES confirma que quer vender debêntures participativas da Vale

Banco selecionou o Bradesco BBI para ser coordenador líder de uma potencial oferta pública secundária de até 214,3 milhões de debêntures

11 de setembro de 2020
7:29
BNDES
Imagem: Agência Brasil

O BNDES confirmou que a BNDESPar selecionou o Bradesco BBI para ser coordenador líder de uma potencial oferta pública secundária de até 214,3 milhões de debêntures participativas de emissão da Vale.

Seriam 141,7 milhões de debêntures detidas pela União, e o restante detido pelo BNDES e pela BNDESPar. Formarão também o consórcio de coordenação o Citibank, JP Morgan e Itaú BBA, diz a empresa.

"A realização da potencial transação ainda se encontra em estudos para detalhar seus termos e condições, incluindo a quantidade de debêntures objeto da transação e o seu cronograma, e depende de deliberações dos órgãos societários do BNDES e da BNDESPar", informa a instituição.

No último dia 10, a revista Veja havia publicado uma matéria intitulada “BNDES inicia roadshow para vender direitos de exploração da Vale”. Ainda no dia 4, o banco confirmou também que avalia vender todas as ações da Suzano que detém.

As decisões acontecem em linha com a política do atual governo, eleito com a promessa de realizar desinvestimentos não essenciais ao Estado. No primeiro semestre, a venda de participações societárias do BNDES resultaram em R$ 8 bilhões ao banco.

O destaque foi a oferta pública de ações da Petrobras, em fevereiro. Recentemente, o BNDES também vendeu 2,56% de ações da Vale em leilão na B3.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

seu dinheiro na sua noite

A vingança das sardinhas

Podia ser o título de um filme de terror, mas está mais para uma história de superação. No jargão do mercado financeiro, sardinhas são os pequenos investidores — pessoas físicas como eu e você. No mar revolto da bolsa de valores, as sardinhas costumam virar presas fáceis para os grandes investidores — ou tubarões, como […]

balanço

Pix movimenta R$ 11,8 bilhões na primeira semana de operação

Volume considera as transações realizadas entre o dia 16 de novembro, início da ferramenta, até ontem, dia 22

ainda não é oficial

Biden deve nomear Janet Yellen como secretária do Tesouro, diz jornal

Se confirmada pelo Senado, Janet Yellen será a primeira mulher a assumir a função; bolsas subiram com a notícia

fim do dia

Tudo para cima: Ibovespa fecha em alta com vacina de Oxford 70% eficaz, enquanto risco fiscal pressiona dólar e juros

Principal índice da B3 fecha no maior patamar desde 21 de fevereiro e acumula ganhos de 14% em novembro. Paralisia com reformas e crescente dívida pública instigam alta da moeda americana

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies