Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-03T07:54:20-03:00
Estadão Conteúdo
após boicote

Anunciantes voltarão em breve, diz Zuckerberg

Segundo o site americano especializado em tecnologia The Information, o executivo teria dito que estava relutante a encarar o movimento e chegou a apostar que os anunciantes voltariam para a plataforma em breve

3 de julho de 2020
7:54
Mark Zuckerberg
Imagem: Shutterstock

Presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg parece não estar tão preocupado com o boicote promovido contra a empresa, afirmaram alguns funcionários que estiveram presentes em reunião com o fundador da rede social.

Segundo o site americano especializado em tecnologia The Information, o executivo teria dito que estava relutante a encarar o movimento e chegou a apostar que os anunciantes voltariam para a plataforma em breve.

De acordo com esses funcionários, Zuckerberg deu a declaração na sexta-feira, 26, em uma reunião virtual. No mesmo dia, o movimento liderado pela campanha Stop Hate For Profit tinha o apoio de grandes empresas como Unilever e Verizon. A campanha pressiona o Facebook para ser mais ativo na remoção de conteúdos com discursos de ódio. No mesmo dia, o presidente do Facebook divulgou um comunicado, afirmando que iria proibir outras categorias, consideradas como discurso de ódio, principalmente as relacionadas à alegações de violência e segurança por parte de grupos étnicos e religiosos.

Segundo o The Information, para Zuckerberg, a maior preocupação é relacionada à reputação e parcerias de sua empresa e não necessariamente às finanças. A emissora americana CNN mostrou que só três dos maiores anunciantes do Facebook - Microsoft, Starbucks e Pfizer - haviam aderido ao boicote.

“Não mudaremos nossas políticas por causa de uma ameaça a uma pequena porcentagem de nossa receita ou para qualquer porcentagem de nossa receita”, teria dito ainda Zuckerberg a funcionários.

Hoje, uma parte considerável do que o Facebook fatura vem de pequenos anunciantes - segundo estudo feito pela Bloomberg, caso a rede perca 25 de seus 100 maiores anunciantes, a queda na receita em um trimestre seria de US$ 250 milhões. Pouco para uma empresa que fatura US$ 17 bilhões em três meses.

Brasil

No País, o movimento Sleeping Giants, que tem convidado anunciantes a retirar campanhas de sites que propagam desinformação, começou ontem a fazer o mesmo com o Facebook. A iniciativa chegou a pedir até que aplicativos de entrega redirecionem o dinheiro de campanhas em redes sociais para seus entregadores, em uma ligação com a greve realizada na última quarta-feira.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOVO SUSTO

Em crise de liquidez, concorrente da Evergrande esboça pedido de apoio a governo de cidade chinesa

Notícia provocou queda acentuada nas ações da Sunac, que fecharam hoje no nível mais baixo em 4 anos

Crédito disponível

Com juros salgados, Caixa libera empréstimo de até R$ 1.000 no aplicativo Caixa Tem; veja condições

O crédito ficará disponível para assalariados, autônomos, beneficiários de programas sociais e de políticas públicas de distribuição de renda

Bolsa hoje

Destaques do Ibovespa: frigoríficos e empresas ligadas a commodities lideram altas em dia de recuperação; Locaweb (LWSA3) é maior queda

Confira os destaques do pregão desta segunda-feira (27) e não deixe de acompanhar as principais notícias do dia na nossa cobertura de mercados

Cartões

Santander avança em cisão da Getnet com registro na Nasdaq

A empresa de maquininhas de cartão passará a ser negociada na bolsa de forma separada do Santander e obteve aval em agosto para listar certificados de ações (units) na B3

Em busca de solução

Bolsonaro diz que conversou com ministro sobre como reduzir preço de combustíveis

Na tentativa de se defender sobre a alta dos valores, o presidente citou avanço das cotações também nos Estados Unidos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies