Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-22T13:28:05-03:00
Larissa Santos
AJUDA DO BILIONÁRIO

Bilionário Elon Musk vai enviar ventiladores pulmonares para hospitais, mas com uma condição

Fundador da Tesla e da SpaceX quer que os equipamentos sejam instalados e usados imediatamente para os pacientes, e não “guardados em um armazém”

2 de abril de 2020
15:47 - atualizado às 13:28
O bilionário Elon Musk, CEO da Tesla
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Wikimedia Commons

No começo da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos, o bilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, criou polêmica ao declarar que o pânico da doença era “estúpido”. Mas depois ele decidiu entrar nos esforços de ajuda no combate ao vírus.

Musk anunciou pelo Twitter que distribuirá gratuitamente ventiladores pulmonares para hospitais de todo o planeta que façam parte da área de entrega da Tesla.

Essas máquinas são essenciais para o tratamento de pacientes com a Covid-19, que debilita o sistema respiratório dos infectados. Os ventiladores pulmonares auxiliam a respiração de casos mais graves.

O CEO da Tesla estabeleceu, contudo, uma condição para a doação: que os equipamentos sejam instalados e usados imediatamente para os pacientes, e não “guardados em um armazém”, publicou. 

Em março, Musk pagou e enviou ventiladores pulmonares para regiões americanas com alto número de infectados, como Nova York.

Esses ventiladores não foram produzidos pela Tesla, mas sim comprados de marcas como ResMed, Philips e Medtronic com a aprovação da FDA, a agência federal do Departamento de Saúde dos Estados Unidos.

O bilionário decidiu também reabrir a fábrica da Tesla em Nova York para a produção de ventiladores pulmonares. 

Em países com grande número de infectados como Itália, Espanha e China, equipamentos médicos se tornaram escassos em razão da alta demanda.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies