Menu
2020-03-17T21:00:23-03:00
Estadão Conteúdo
CORONAVÍRUS

Movimento nos supermercados cresceu 18% na segunda-feira, segundo Apas

A associação está mapeando diariamente toda a cadeia produtiva, como indústria e logística de distribuição de produtos e informando os associados supermercadistas e os consumidores

17 de março de 2020
21:00
Supermercado
Supermercado - Imagem: Shutterstock

A Associação Paulista de Supermercados (Apas) informa que o movimento nos supermercados paulistas cresceu 18% nesta segunda-feira, 16, em comparação com o dia 17 de fevereiro.

A associação está mapeando diariamente toda a cadeia produtiva, como indústria e logística de distribuição de produtos e informando os associados supermercadistas e os consumidores. Segundo a entidade a cadeia produtiva está operando normalmente, sem falta de produtos. A única exceção, que tem demandado maior procura, é o álcool gel.

Em nota, o presidente da Apas, Ronaldo dos Santos, reitera que não há necessidade de corrida aos supermercados e que os consumidores devem realizar um consumo consciente, pensando sempre na coletividade. Segundo ele, pode haver ruptura pontual nas gôndolas, porém os supermercados têm se esforçado para disponibilizar os produtos o mais rápido possível.

A Apas informa ainda que está tratando sobre o tema diariamente com o governo do Estado.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Desmatamento em foco

Varejistas europeus ameaçam boicote a produtos do Brasil por risco à Amazônia

O movimento foi visto como “precipitação” por empresários brasileiros que acompanham dois projetos de lei que tramitam no Congresso sobre o tema

CÉU DE BRIGADEIRO

No pós-Copom, Ibovespa tem tudo para amanhecer com céu azul e sol brilhante

Com o Banco Central fora da cena principal, bolsa brasileira tem tudo para acompanhar o apetite por risco no exterior

Troca de presidência

Carlos Brito vai deixar o comando da AB InBev em 1º de julho

O substituto de Brito no comando da AB InBev também é brasileiro: o engenheiro catarinense Michel Dukeris, que ingressou na AmBev em 1996

primeiro trimestre

TIM anuncia alta de 57,9% do lucro e venda de controle da FiberCo

Receita líquida somou R$ 4,340 bilhões, ligeira alta de 3% sobre igual período do ano anterior

recuperação

Lucro líquido da Copel soma R$ 795 milhões no 1º trimestre, alta de 55,6%

Já a receita operacional líquida acumulada até março de 2021 somou R$ 4,985 bilhões, alta de 22,6% sobre o mesmo período do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies