Menu
2020-11-12T15:07:45-03:00
Estadão Conteúdo
Hora certa

FMI aponta juros baixos no mundo como oportunidade para digitalizar economia

Sobre a crise na pandemia, o FMI ressaltou que o mundo conseguiu ter “estabilidade financeira”, e que, com o trabalho dos bancos centrais em coordenação com os governos, houve a injeção global de US$ 20 trilhões em apoios.

12 de novembro de 2020
15:07
Fundo Monetário Internacional (FMI)
Imagem: Shutterstock

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, indicou que os juros baixos ao redor do mundo são uma oportunidade para transição digital na economia global, com possibilidade de geração de renda e empregos. Sobre a crise na pandemia, ressaltou que o mundo conseguiu ter "estabilidade financeira", e que, com o trabalho dos bancos centrais em coordenação com os governos, houve a injeção global de US$ 20 trilhões em apoios.

Leia também:

Em discurso no Fórum da Paz de Paris nesta quinta-feira, Georgieva focou nos riscos do aumento das desigualdades, uma ameaça que os países emergentes correm em caso de ausência de injeção de liquidez, afirmou. Um passo importante para uma transição ao século XXI são reformas tributárias, incluindo a integração digital, apontou a dirigente.

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, também discursou na ocasião, com foco nos riscos climáticos e na ameaça do terrorismo.

Michel afirmou que a UE quer "praticar uma diplomacia climática", buscando parceiros no cenário externo, como a Organização das Nações Unidas (ONU), e citou a meta de zero carbono até 2050 no bloco como um compromisso.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Recorde

Estrangeiros põem R$ 30 bilhões na bolsa brasileira em novembro

Trata-se de recorde de entrada de recursos estrangeiros em um mês, impulsionado pela migração de recursos para bolsas emergentes; movimento por aqui, porém, pode ser passageiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies