Menu
2020-05-10T13:30:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
NOVO POST

Bolsonaro faz críticas ao governo do Maranhão e compara atuação do Estado a Venezuela

Na publicação, Bolsonaro colocou um vídeo – sem data – em que um policial exige documentação de pessoas dentro de um ônibus e fala que ele estaria impedindo pessoas de trabalhar

10 de maio de 2020
13:30
Jair Bolsonaro
Imagem: Isac Nóbrega/PR

Pelo Twitter, o presidente Jair Bolsonaro criticou hoje (10) o governador de Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) e comparou a atuação do governo estadual durante a crise do coronavírus com a situação vivida pela Venezuela.

Na publicação, Bolsonaro colocou um vídeo - sem data - em que um policial exige documentação de pessoas dentro de um ônibus e diz: "Documento e declaração de que vai trabalhar... Se não tem desce".

O presidente destacou que tal atitude estava impedindo milhares de trabalhadores de trabalhar e que estariam "passando fome com sua família" e que "milhões já sentem como é viver na Venezuela".

Situação no Maranhão

Na última terça-feira (5), o governo do Maranhão entrou em vigor o "lockdown", - uma espécie de bloqueio obrigatório e total - em quatro cidades da Grande São Luís. O Estado foi o primeiro a tomar tal atitude por causa da rápida proliferação do coronavírus e saturação do sistema de saúde.

Ontem (9), o Maranhão registrou 355 mortes por coronavírus. Já o Brasil apresentou mais 10.611 casos confirmados de covid-19, chegando aos 155.939, segundo informações do Ministério da Saúde.

O número de óbitos, por sua vez, está em 10.627. São 730 a mais do que os 9.897 registrados na sexta-feira (8). Já a taxa de letalidade se manteve em 6,8%.

Ainda de acordo com o levantamento, há 61.685 pessoas recuperadas (39,6%) e 83.627 sob acompanhamento (53,6% do total).

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Números da pandemia

Número de óbitos por covid-19 passa de 435 mil; casos passam de 15,6 milhões

Mais de mil mortes e 40 mil novos casos foram registrados nas últimas 24 horas

Cripto

Musk dá a entender que Tesla pode se desfazer de Bitcoins que já recebeu

Comentário sobre a criptomeda foi feito em interação em rede social.

Trilhões em jogo

Ao defender pacote, Biden diz que EUA precisam de infraestrutura confiável

O projeto sofre oposição, entretanto, até mesmo de alguns meses do partido do presidente

Força-maior

Com morte de Covas, Ricardo Nunes assume definitivamente a prefeitura de São Paulo

Vice estava no cargo desde que Covas licenciou-se no início de maio; ele decretou luto oficial de 7 dias pela morte do prefeito

Ainda no papel

Queiroga diz que ministério estuda campanha de testagem contra covid-19

Botucatu abriu hoje vacinação em massa da população para pesquisa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies