Menu
2020-08-05T19:14:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mundo em alerta

Bill Gates aponta crise que pode ser tão ruim quanto a pandemia e elenca soluções

Para o bilionário, covid-19 deve servir como lição para que se busquem ações que evitem problemas parecidos no futuro

5 de agosto de 2020
11:05 - atualizado às 19:14
Bill Gates, bilionário e fundador da Microsoft
Imagem: Shutterstock

O fundador da Microsoft, Bill Gates, voltou a alertar para um problema que "pode ser pior" do que a covid-19: a crise climática. Para o bilionário, o dano econômico causado pela mudanças no clima na próxima década será tão ruim quanto ter uma pandemia a cada dez anos.

O executivo lembra de projeções recentes, que sugerem um custo da crise climática a 1% do PIB anual em 2030 para os Estados Unidos. Mas hoje, diz o bilionário, a estimativa é de que a perda com a covid-19 seja de 0,7% a 1,0% da economia.

Bill Gates reconhece que é difícil pensar nas questões climáticas diante da pandemia porque "quando um desastre acontece, é da natureza humana se preocupar com necessidades imediatas". Mas ele diz que a covid-19 pode ensinar sobre os efeitos da inação.

"Mesmo que o mundo se recupere do novo coronavírus, será preciso agir agora para evitar um desastre climático, criando e implementando inovações que nos permitirão eliminar as emissões de gases causadoras do efeito estufa", escreveu Gates em um blog pessoal.

"Para entender o tipo de dano que a mudança climática causará, imagine os efeitos da covid-19 por um período muito maior".

Bill Gates

As soluções possíveis, segundo Bill Gates

1) Deixar que a ciência e a inovação liderem o caminho. Embora Bill Gates reconheça a importância de atitudes individuais, ele diz que não é possível chegar a zero emissões de gases simplesmente parando de voar e dirigir.

Segundo o bilionário, assim como hoje são necessários testes, tratamentos e vacinas para o novo coronavírus, é preciso pensar em novas ferramentas para lutar contra as mudanças climáticas - que possam produzir eletricidade e comida em larga escala, por exemplo, sem o efeito do carbono.

2) Garantir que as soluções cheguem aos países mais pobres. Novamente, Bill Gates compara a crise climática ao coronavírus. Para ele, tanto a covid-19 quanto as mudanças no clima vão afetar as pessoas mais pobres.

"Fontes limpas de energia precisam ser baratas o suficiente para que os países de baixa e média renda possam comprá-las", diz o executivo.

3) Começar agora. Bill Gates diz que levará décadas para desenvolver e implantar todas as invenções de energia limpa que o mundo precisa. O cenário é diferente para a covid-19 - cuja solução é esperada em um ou dois anos, com a chegada da vacina.

Daí, segundo o bilionário, a importância de agir o quanto antes para barrar a crise climática. Ele ainda acrescenta que está investindo em novas tecnologias de energia limpa.

"Alguns governos e investidores privados estão se comprometendo com financiamento e políticas que nos ajudarão a chegar a zero emissões, mas precisamos de ainda mais participantes", escreve Bill Gates.

Voz ativa do bilioniário

Bill Gates tem sido uma das vozes ativas de busca por soluções para pandemia. Por semanas, o bilionário defendeu - na TV e em artigos - a política de isolamento social, expansão dos testes e desenvolvimento de vacinas. Gates ainda criticou as políticas do presidente - mas sem mencioná-lo nominalmente.

Além de fundador da Microsoft, o americano é conhecido pelo papel que desempenha diante das causas sociais. Desde 2008, quando se “aposentou”, deixando a presidência executiva da companhia, ele se dedica quase integralmente à Fundação Bill & Melinda Gates.

Já investiu bilhões em pesquisas para erradicar a poliomielite no Paquistão. Há pouco tempo, lançou uma privada inteligente, que não precisa de água nem de rede de esgoto. Ele prega agora o “capitalismo criativo”, que tem como um de seus objetivos beneficiar os mais pobres e reduzir a desigualdade no mundo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Em 2009

Carlos Bolsonaro comprou imóvel por preço 70% abaixo do fixado pela prefeitura

A prática não é ilegal, mas costuma despertar suspeitas – por possibilitar, em tese, pagamentos “por fora”, sem registros oficiais.

Em expansão

E-commerce, mercado financeiro e delivery puxam contratações de executivos

Segundo dados do LinkedIn, houve 1.269 movimentações para cargos executivos entre março e agosto, 80% delas foram para esses setores.

Judiciário

Celso de Mello antecipa saída e acelera sucessão no STF

Com saída, abre-se a primeira vaga para indicação do presidente Jair Bolsonaro.

Mais lidas

MAIS LIDAS: De bolso cheio para brigar contra todos

Na semana em que o Seu Dinheiro completou dois anos no ar, refleti sobre quanta água rolou em tão pouco tempo. Foram muitos acontecimentos relevantes para os mercados, como eleição presidencial, guerra comercial de China e Estados Unidos, aprovação da Reforma da Previdência e a chegada do coronavírus. A Julia Wiltgen levantou o ranking de […]

Aviação regional

Governo quer licitar cinco blocos de aeroportos na Amazônia Legal

Pontapé inicial será no Amazonas, onde o governo espera transferir para uma empresa a operação de oito aeroportos regionais em 2022

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements