Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2020-05-18T20:02:32-03:00
seu dinheiro na sua noite

Vacina? Você disse vacina?

18 de maio de 2020
20:02
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Caro leitor,

A semana começou com o pé direito nos mercados. Nem parece que estamos em meio a uma crise sem precedentes na história. O Ibovespa disparou mais de 4%, fechando acima dos 80 mil pontos, seu melhor desempenho desde o início de abril. Já o dólar recuou para perto dos R$ 5,70 novamente.

Um dos motivos para tanto otimismo foi justamente a notícia de que podemos estar mais perto de uma vacina contra o coronavírus do que imaginávamos. A Moderna, empresa americana de biotecnologia, anunciou avanços importantes nos testes com a vacina que está desenvolvendo, o que inclusive levou suas ações a dispararem quase 20% só hoje.

Essa não foi a única boa notícia do dia, que também contou com a aprovação, pelos deputados americanos, de mais uma inundação de dinheiro na economia. Mas sem dúvida a descoberta de uma vacina e/ou uma cura para a covid-19 seria a melhor notícia que poderíamos ter agora, em todos os sentidos.

Os fatores de risco, porém, não se dissiparam no horizonte, e é importante que o investidor tenha isso em mente. Na sua cobertura de mercados de hoje, o Victor Aguiar conta todos os detalhes do pregão e também fala sobre as más notícias que continuam pressionando os mercados.

E antes de passarmos adiante, um aviso: a Câmara de Vereadores de São Paulo aprovou a autorização para que o prefeito, Bruno Covas, antecipe dois feriados municipais para ampliar o isolamento social na capital paulista. E isso pode acontecer ainda nesta semana, o que deve afetar o funcionamento das instituições financeiras e dos mercados. A B3 ainda não se pronunciou a respeito, mas estamos de olho.

Live às 20h: Um plano para enfrentar a Tempestade Perfeita

Felipe Miranda e Rodolfo Amstalden, colunistas do Seu Dinheiro e sócios-fundadores da Empiricus, debatem hoje às 20h o cenário econômico, os riscos e as oportunidades criadas pelo coronavírus. Eles vão mostrar um plano para seus investimentos. O evento terá a mediação de Bettina Rudolph. Aqui está o link para acompanhar a transmissão ao vivo.

Buffett antiamericano?

Warren Buffett causou polêmica nas redes sociais depois de vender milhões de ações dos bancos Goldman Sachs e JP Morgan. Sua atitude foi considerada estranha para alguém que havia dito para não se apostar contra os Estados Unidos. Na sua coluna de hoje, porém, Felipe Miranda defende que a venda dos papéis dos bancões americanos não necessariamente é uma aposta contra a economia do país. Pode ser tão somente um ajuste de posição diante de uma realidade dura e incerta. Recomendo a leitura!

O pesadelo do mercado

Uma eventual saída de Paulo Guedes do ministério da Economia é o maior medo dos agentes do mercado financeiro hoje, mostra levantamento do Bradesco BBI. Guedes é considerado insubstituível, a última resistência do governo Bolsonaro a uma guinada populista e gastadora. A pesquisa mostra ainda quais são as projeções do mercado para a retomada econômica, o dólar e o mercado acionário.

Risco de calote à frente

O sistema financeiro está monitorando o risco de inadimplência das empresas brasileiras, e espera um aumento nos calotes daqui para frente. O Banco Central também está de olho, e já realizou testes de estresse para verificar a capacidade de o sistema financeiro fazer frente às perdas. Por ora, já sabemos que os grandes bancos reforçaram as provisões, que hoje totalizam R$ 28 bilhões. Mas no cenário mais catastrófico simulado pelo BC, as provisões necessárias poderiam chegar a R$ 400 bilhões. Saiba mais sobre as projeções do BC e dos bancos nesta matéria.

Vem que tem, Centrão!

Bolsonaro deu ao Partido Liberal, o PL, membro do grupo do chamado Centrão, a diretoria de um fundo bilionário — o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A distribuição deste e outros cargos ressuscita a velha prática batizada de “toma lá, dá cá” pela sabedoria política de Brasília. O presidente, que por muito tempo rejeitou tal expediente, tenta formar uma base aliada no Congresso, após uma série de derrotas no Legislativo. Saiba mais.

Bobeou, reajustou

Com a demora de Bolsonaro em sancionar a lei que congela os salários do funcionalismo em troca da ajuda para os Estados enfrentarem a pandemia de covid-19, os governos estaduais estão correndo para reajustar salários de servidores. E as medidas incluíram até mesmo aqueles que recebem altos salários. Veja quais Estados já tomaram tais medidas.

Um grande abraço e ótima noite!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Balanço da covid no país

Brasil supera Itália em número de mortes por coronavírus e chega a 33.884

O Brasil registrou 33.884 mortes provocadas pelo coronavírus até agora. Há 612.862 casos confirmados da doença em todo o país

coronavírus na energia

Copasa prorroga pagamento de contas devido à pandemia

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou que prorrogou os prazos das medidas de auxílio aos clientes, a fim de minimizar os impactos à população devido à pandemia do novo coronavírus

seu dinheiro na sua noite

Licença para gastar

Na crise financeira de 2008, as autoridades dos países desenvolvidos se encontraram diante de um dilema: era certo usar dinheiro público para salvar os bancos que estavam à beira da falência? Se por um lado eles foram os grandes culpados pelo próprio destino, por outro os efeitos colaterais de uma quebradeira no sistema financeiro afetariam […]

Recorde histórico

Em meio à pandemia, poupança tem captação líquida recorde de R$ 37,201 bilhões em maio

Este é o maior volume de depósitos líquidos em um único mês em toda a série histórica do BC, iniciada em janeiro de 1995

Bolsa imparável

Ibovespa sobe pelo quinto dia, desafiando até mesmo o tom mais cauteloso no exterior

O Ibovespa contrariou a tendência global e fechou em alta, aproximando-se do patamar dos 94 mil pontos. O tom mais cauteloso visto lá fora só foi sentido no mercado de câmbio, com o dólar à vista subindo e voltando a R$ 5,13

MP 936

Maia avalia que desoneração de folha evita mais desemprego na crise

Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a prorrogação da desoneração da folha de pagamento até o fim de 2021, como proposto no texto da medida provisória 936 aprovada pela Câmara, vai evitar um impacto de R$ 10 bilhões nos custos de mão de obra de 17 setores

Efeito covid

Busca por passagem aérea no Brasil atinge mínima histórica no Google

Diante de pandemia que deixou aéreas sem operação e impôs isolamento, as buscas por passagem aérea no Brasil atingiram o menor nível histórico no Google

Marink Martins: In GOLD we trust

Marink Martins vai apresentar o que se passa na mente dos principais investidores internacionais, condensando a avaliação de quem já esteve a frente da tesouraria de grandes bancos nos EUA e no Brasil.     Sem opções rentáveis na renda fixa, todos querem alternativas seguras. Agora, Marink Martins compartilha exclusivamente com você qual poderá ser a […]

Bruno Bianco

Meta é incluir informais no mercado formal no pós-pandemia, diz secretário

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600

Pré-sal

Com vinda de navios-tanque, Petrobras eleva capacidade de escoamento do pré-sal

A Petrobras recebe na próxima semana a primeira de quatro embarcações previstas para este ano para escoar a produção das plataformas do pré-sal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu