Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-07-03T09:09:46-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

14 notícias para começar o dia bem informado

3 de julho de 2020
9:09
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Seu Dinheiro traz hoje um levantamento exclusivo com 16 corretoras sobre quais são as suas três ações preferidas para o mês de julho. Geralmente, as casas de análise trazem carteiras recomendadas com até dez ações. A informação sobre as melhores você só vai encontrar no Seu Dinheiro.

A repórter Jasmine Olga também aponta qual é a “ação do mês”, a favorita das favoritas. Neste mês, a vencedora foi indicada por seis corretoras. No mês passado, as três primeiras colocadas se valorizaram 12,71%, 6,94% e 5,86%.

O conteúdo é um dos benefícios exclusivos para os leitores Premium do Seu Dinheiro. Aqui está a lista de todas as vantagens e o caminho para solicitar uma degustação sem compromisso por 30 dias.

MERCADOS

 O Ibovespa fechou praticamente estável ontem (+0,03%), aos 96.234,96 pontos. O dólar à vista subiu 0,55%, para R$ 5,3472. O dia foi marcado, em um primeiro momento, pelo otimismo provocado pelos dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos, mas a cautela prevaleceu no final do pregão.

O que mexe com os mercados hoje? Em dia que as bolsas americanas permanecem fechadas por conta do feriado do Dia da Independência, dados melhores do que o esperado das economias chinesas e europeias não superam a cautela dos investidores com o avanço do coronavírus nos Estados Unidos. Na Europa, as bolsas operam em queda. Durante a madrugada os negócios na Ásia encerraram a semana em alta.

SEU DINHEIRO PREMIUM

INVESTIMENTOS

O colunista Ruy Hungria fala hoje da necessidade de empoderamento do investidor. Nem todas as avaliações são confiáveis e você precisa ser o seu próprio avaliador.

ECONOMIA

O Brasil chegou a 61,8 mil mortes por covid-19, segundo o Ministério da Saúde. São 1,49 milhão de casos confirmados.

 O senador Flávio Bolsonaro e a mulher dele, Fernanda, foram intimados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro a prestarem depoimento na investigação sobre o esquema de "rachadinha”.

 O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou que a reforma tributária é a mais importante a ser retomada, dentre iniciativas econômicas pretendidas pelo governo. O presidente endossou a fala.

 Criticado por instituições financeiras internacionais sobre falhas no combate ao desmatamento, o governo Bolsonaro vai enviar uma resposta direta aos bancos. Segundo o Estadão, parte do governo se reuniu para levantar dados e consolidar uma carta de resposta aos investidores.

EMPRESAS

A Petrobras anunciou que deve reduzir 22% do quadro de funcionários por meio de programas de demissão. A estimativa da estatal é de um corte de custos de R$ 4 bilhões ao ano até 2025. 

 O presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre, enviou manifestação ao STF relatando manobra adotada pelo governo federal para vender ativos da Petrobras sem consultar o Legislativo. Segundo ele, a estatal estaria criando novas subsidiárias para burlar decisão da Corte, que no ano passado proibiu a venda de “empresas-mães” sem aval do Congresso.

O BNDES informou que vai aportar, junto com outros bancos públicos, 30% dos recursos da chamada Conta-Covid, financiamento emergencial destinado ao setor elétrico. O total a ser liberado é de até R$ 16,4 bilhões, e os outros 70% serão fornecidos por bancos privados.

A Anatel rejeitou o último recurso contra um acordo de compartilhamento de infraestrutura da rede móvel entre TIM e Vivo. Em outra decisão, a agência interrompeu a análise de um acordo para substituir multas por investimentos com a operadora Algar Telecom.

 A Zee.Dog, uma marca de acessórios para animais de estimação, anunciou que recebeu um aporte de R$ 100 milhões da gestora TreeCorp. A empresa teve crescimento acelerado neste ano por causa da pandemia.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Orçamento em foco

Presidente da Câmara defende a desvinculação total do orçamento

Arthur Lira (PP-AL) rejeita tese segundo a qual desvinculação deixaria setores essenciais sem recursos

Liminar

Tribunal de Contas de São Paulo suspende leilão de linhas da CPTM

Leilão estava previsto para a próxima terça-feira

Contra a pandemia

Câmara dos EUA aprova pacote de US$ 1,9 trilhão

Projeto de lei segue agora para o Senado

IPO registrado

Rio Branco Alimentos protocola pedido de registro de oferta pública de ações

Oferta será primária e terá como coordenador-líder o Citi, além da coordenação do Bank of America Merril Lynch e do BTG Pactual

Boleto salgado

Aneel mantém bandeira amarela em março; conta de luz continua com taxa adicional

É o terceiro mês consecutivo que o órgão regulador aciona bandeira neste patamar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies