Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-17T20:06:35-03:00
Seu dinheiro na sua noite

Não vou dizer que foi ruim…

17 de abril de 2020
19:41 - atualizado às 20:06
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Caro leitor,

Também não foi tão bom assim. Falo do desempenho dos mercados nesta semana. Apesar de o Ibovespa ter acumulado alta pela segunda semana consecutiva, mantendo-se perto dos 80 mil pontos, bem que poderia ter sido melhor.

Lá fora, o otimismo com o início da flexibilização das políticas de isolamento em várias economias importantes, os dados econômicos melhores que o esperado na China e os avanços nas buscas por tratamentos para a covid-19 levaram os índices americanos para cima numa intensidade muito maior do que o que vimos na bolsa brasileira.

É que, por aqui, pesaram as tensões políticas em Brasília, que se refletiram na demissão do ministro da Saúde, na troca de farpas entre Executivo e Legislativo e em medidas que podem comprometer de vez o lado fiscal do país.

Num momento de pandemia, em que o brasileiro teme pela própria saúde e sustento, bem que poderíamos passar sem essa. E este fator complicador não apenas refreou uma recuperação mais forte nos preços das ações. Ele se refletiu sobretudo no dólar que, é claro, subiu.

O Victor Aguiar traz os detalhes do pregão de hoje e o balanço da semana na sua cobertura de mercados.

Bancos na berlinda

A agência de classificação de risco Moody’s baixou de estável para negativa sua perspectiva para os bancos brasileiros por conta da crise desencadeada pela pandemia de coronavírus. A agência prevê uma piora na qualidade dos ativos das instituições financeiras, devido à deterioração das condições econômicas no próximo ano e meio.

Redução na demanda

As refinarias da Petrobras reduziram a produção em meio à crise e agora priorizam o gás liquefeito de petróleo (GLP), único produto da petroleira que viu aumento na demanda. Os empregados da estatal, no entanto, protestam contra a queda na produção e a atual política de preços da Petrobras.

Coronavírus avança

No mesmo dia em que o Brasil bateu novo recorde de casos e mortes pela covid-19, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a reabertura do comércio e das fronteiras brasileiras aos países vizinhos. Sua fala ocorreu durante a posse do novo ministro da Saúde, Nelson Teich.

Tensão política

Mesmo depois da demissão de Luiz Henrique Mandetta, as tensões em Brasília continuam. Em entrevista à revista “Veja”, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, acusou o ministro da Economia, Paulo Guedes, de passar informações falsas à sociedade sobre a crise de estados e municípios frente ao coronavírus. Na véspera, Maia já tinha sido alvo de críticas de Bolsonaro e seus aliados. Entenda em detalhes os conflitos.

Revés para o Executivo

As tensões entre Executivo e Legislativo se estenderam também para o Senado, que reagiu à demissão de Mandetta tirando da pauta a votação da Medida Provisória do contrato Verde e Amarelo. Se não for aprovada até segunda-feira, a MP, que é uma grande aposta do governo para a geração de empregos após a pandemia, vai caducar.

A economia real sangra

Os efeitos da pandemia de coronavírus já começaram a aparecer nos números da economia real. O varejo teve uma queda de 11,7% em março, descontada a inflação, segundo índice da Cielo. E o dado ainda foi ajudado pela base de comparação menor, já que em 2019 o Carnaval caiu em março, o que já havia reduzido as vendas naquele mês. A Cielo também listou os setores que perderam e ganharam no período.

Alerta, alívio, estresse e novidade

Esta foi uma semana cheia para os mercados. Menos pelos dados econômicos e corporativos e mais pela política, que roubou a cena. No podcast Touros e Ursos desta sexta, o Vinícius Pinheiro e o Victor Aguiar discutem a demissão de Mandetta e os avanços no combate ao coronavírus no mundo. E hoje trazemos uma novidade: a partir de agora, você pode conferir o nosso podcast também em vídeo. Vem ver — e ouvir — a gente agora!

Um abraço e um ótimo fim de semana para você!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Quem quer dinheiro?

Gerdau (GGBR4) anuncia R$ 2,7 bilhões em dividendos e JCP e ainda dá tempo de garantir o dinheiro na conta

O pagamento dos proventos, que também inclui os acionistas da Metalúrgica Gerdau, tomará como base a posição acionária em 5 de novembro

Forte como sempre

Na Weg (WEGE3), a história se repete: o terceiro trimestre superou (mais uma vez) as expectativas

A Weg (WEGE3) mostrou um crescimento de quase 30% na receita líquida; o bom desempenho do mercado doméstico deu força aos resultados

Um pé lá, outro cá

Agora é oficial: Nubank pede registro para IPO duplo nos Estados Unidos e Brasil com oferta de BDRs na B3

O banco digital optou por listar seus papéis em uma bolsa norte-americana, mas, simultaneamente, também fará uma oferta de recibos de ações por aqui

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: sim, tudo continua ficando mais caro

No Brasil, o IBGE divulga o resultado do desemprego no último trimestre, encerrado em agosto, e o Tesouro Nacional divulga o resultado das contas do governo central de setembro, bem como o Relatório Mensal da Dívida de setembro. O grande destaque do dia, porém, em paralelo à temporada de resultados, é a decisão sobre a Selic, a partir das 18h30

MERCADOS HOJE

Balanços animam negócios mas Ibovespa desacelera alta com a proximidade da decisão do Copom e dólar opera próximo à estabilidade

Além da inflação acima do esperado, o mercado de trabalho brasileiro mostrou uma recuperação mais lenta do que a projetada, o que também pesa sobre o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies