IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Exile on Wall Street
Ana Westphalen
Cotações por TradingView
2020-12-18T11:53:53-03:00
Exile on Wall Street

Quem está tirando a sua liberdade?

O conceito de liberdade é muito caro para mim. E no mundo dos investimentos, o direito de ir e vir tem um nome: portabilidade de ativos

18 de dezembro de 2020
11:53
liberdade
Imagem: Shutterstock

“Daqui a algumas centenas de anos, quando a história do nosso tempo for escrita de um ponto de vista de longo prazo, é provável que, para os historiadores, o acontecimento mais transformador não seja a tecnologia, a internet nem o comércio eletrônico. Será a mudança sem precedentes da condição humana. Pela primeira vez um número substancial e crescente de pessoas tem opção. E a sociedade está totalmente despreparada para lidar com isso.”

Esse diagnóstico se aplicaria muito bem aos dias de hoje, mas foi escrito há 20 anos. O autor é Peter Drucker, considerado o pai da gestão moderna. Eu poderia dizer que encontrei esse parágrafo em um paper técnico da área, mas, como já temos alguma intimidade, posso confessar: foi em um livro de autoajuda mesmo ­— que atire a primeira pedra quem não recorreu a meios heterodoxos na missão de manter a sanidade ao longo dos 374 meses de 2020.

O livro “O Essencialismo” fala sobre o desafio de lidar com a sobrecarga de opções da vida moderna. O antídoto: ater-se ao essencial e dizer “não” para todo o resto. O método seria bem resumido em uma frase, que grifei ­repetidas vezes ­(e que promovi posteriormente a lema de vida): “Só é realmente livre aquele que sabe estabelecer limites”.

O conceito de liberdade é muito caro para mim, em todas as esferas. E no mundo dos investimentos, o direito de ir e vir tem um nome: portabilidade de ativos. Ou, para ser mais técnica, transferência de custódia.

Você sabia que é possível fazer portabilidade entre fundos, assim como você faz com sua operadora de celular? Se invisto no “fundo A” na XP, tenho a liberdade de continuar investindo no mesmo produto por meio de outra corretora que julgue mais vantajosa (por exemplo: ofereça benefícios, cashback, serviço melhor). Não é necessário enfrentar gerente ou assessor, pedir saque dos recursos, esperar o prazo de carência, tampouco arcar com eventuais custos tributários.

Mas tem uma regra: é preciso que a transferência entre corretoras tenha como objeto o mesmo fundo, com o mesmo CNPJ, nas duas instituições.

Falei recentemente neste espaço sobre a corrida da XP para promover a criação de fundos espelhos, um “novo” veículo que replica a estratégia do fundo original, mas, veja você: sob outro CNPJ. Aí está o detalhe que impossibilita a portabilidade, caso queira, no futuro, fazer a migração para outra distribuidora. Em outras palavras, restringe a liberdade do investidor.

E por que lembrei dessa história? Porque neste mês alguns assinantes do Melhores Fundos de Investimento relataram que tentaram fazer a portabilidade de um fundo da Occam e, no meio do processo, a transição foi barrada. Como no fim de novembro tivemos a incidência do come-cotas (aquela antecipação semestral da cobrança de IR nos fundos), o processo de migração levou mais alguns dias do que o normal. Nesse meio-tempo, surgiu o tal fundo espelho exclusivo.

Sim, a criação desses veículos espelhos precisa ser previamente proposta aos cotistas e aprovada em assembleia (sob o nome técnico “cisão de fundo”), mas sabemos que, na prática, dificilmente os investidores irão se mobilizar para comparecer à reunião e exercer o direito de ir contra a tal cisão, sobretudo em tempos de pandemia.

Mas não podemos nos conformar com essa prática que limita a liberdade do investidor, que tem em suas mãos cada vez melhores opções, com benefícios como o cashback. E nós aqui da série Os Melhores Fundos de Investimento não pretendemos nos calar quando isso acontecer. Voltando ao início deste texto, quando deixamos de nos posicionar e falar “não”, alguém estará fazendo uma escolha por nós. E repito a frase de que tanto gostei: só é realmente livre aquele que sabe estabelecer limites.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

MARKET MAKERS

O segredo do maior empregador do Brasil: Como atravessar à crise sem desistir do país?

2 de fevereiro de 2023 - 10:50

Num país em que as decisões políticas parecem sobrepujar as melhoras do cenário macroeconômico, a esperança se torna fundamental

AGENDA ESG

Itaú (ITUB4) capta R$ 2 bilhões em títulos sociais para investir em negócios liderados por mulheres

2 de fevereiro de 2023 - 10:33

O banco emitiu R$ 2 bilhões em letras financeiras sociais, também chamadas de social bonds, no mercado local

EXPLORANDO OPÇÕES?

Veja as primeiras explicações da Oi (OIBR3) para o pedido cautelar que pode anteceder seu retorno à recuperação judicial

2 de fevereiro de 2023 - 10:14

Oi (OIBR3) antecipa a possibilidade de um ingressar em um novo processo de recuperação judicial sem nem bem ter saído do primeiro

O MEDO NA ESQUINA

Bitcoin (BTC) se aproxima dos US$ 24 mil e sobrevive ao Fed e ao Facebook — mas as big techs ainda podem melar o rali das criptomoedas; entenda

2 de fevereiro de 2023 - 9:49

A semana dos balanços das empresas de tecnologia tem potencial de movimentar as cotações das maiores moedas digitais do mundo

Eleições 2026?

Em evento do Credit Suisse, Faria Lima ‘elege’ Tarcísio de Freitas presidente da República em 2026

2 de fevereiro de 2023 - 9:18

No evento do Credit Suisse, faltou cadeira para os interessados em ouvir o que o governador de SP tinha a dizer

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies