Menu
2020-01-31T08:15:49-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Novos casos de coronavírus na Europa devolvem cautela aos mercados

Agenda do dia traz balanços internacionais, divulgação de dados de inflação nos Estados Unidos e disputa em torno da última taxa Ptax de janeiro

31 de janeiro de 2020
7:54 - atualizado às 8:15
Pessoas de máscara na China.
Pessoas de máscara na China - Imagem: Shutterstock

A avaliação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que o coronavírus é uma situação de emergência global, mas que restrições ao tráfego de pessoas e comércio não são necessárias trouxe alívio aos mercados globais.

Mas, nesta manhã, Reino Unido e Itália registraram os primeiros casos da doença, elevando para 21 o número de países com a presença do vírus. A notícia apaziguou a extensão do alívio gerado pelo anúncio da OMS

No epicentro da epidemia, a China já registrou mais de 10 mil infectados e 213 mortos.

Na Ásia, os investidores também digerem os dados de atividade manufatureira da China. Os números vieram em linha com o esperado pelos analistas - o PMI industrial chinês caiu de 50,2 em dezembro para 50 em janeiro.

As bolsas asiáticas fecharam sem uma direção definida. O mercado acionário segue fechado na China até o dia 3.

Bye, Bye UE

As bolsas europeias também repercutem a sinalização da OMS e chegaram a abrir em alta. Mas, o PIB da zona do euro e da Itália e na margem e a confirmação dos primeiros casos no Reino Unido e Itália pressionam para baixo os índices

O Reino Unido irá dar adeus definitivo ao bloco europeu e seguir com o processo de Brexit. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, discursa às 19 horas.

Sob pressão

Ontem, o Ibovespa reagiu após o boletim da OMS e recuperou as perdas do dia, fechando em leve alta de 0,12%, aos 112.825,49 pontos.

Mas a atenção se volta para o câmbio. Antes do alívio na reta final do pregão, o dólar chegou a romper a faixa dos R$ 4,27. O patamar testa o BC para eventuais exageros no câmbio. Ao fim do dia, a moeda americana estava cotada a R$ 4,2574, após forte alta de 0,90%.

Balanços internacionais

A temporada de balanços internacionais hoje traz os resultados de Caterpillar, ExxonMobil e Chevron.

Agenda

Banco Central faz leilão de linha de até US$ 3 bilhões (10h20). O mercado de câmbio também tem a disputa técnica em torno da taxa Ptax de janeiro.

Nos Estados Unidos o foco está no PCE de dezembro (10h30). O ISM de atividade industrial será divulgado 11h45. A agenda do país ainda reserva o índice de sentimento do consumidor.

Na Europa, destaque para os dados preliminares do PIB do quarto trimestre de França, Itália e Espanha.

Fique de olho

  • Litela reduziu fatia de 17,14% para 10,13% na Vale
  • Mesmo em meio ao surto do coronavírus na China, Petrobras manteve embarques de petróleo.
  • JBS e BRF negaram em nota a alegação de formação do cartel. O Cade abriu um processo de acusação contra as empresas alegando repasse da alta do milho ao consumidor.
  • Athena Foods pediu o cancelamento de registro de companhia aberta
  • Santander comprou fatia do banco Olé por R$ 1,608 bilhão
  • Três anos após fechar seu capital, o Daycoval planeja voltar a bolsa em abril e pode levantar até R$ 4 bilhões
  • O Paraná Banco também planeja voltar à bolsa e contratou a assessoria do Goldman Sachs, Bradesco BBI, XP e do JPMorgan.
  • Embraer celebrou contrato com a Skywest de pedido de 20 jatos E175, no valor de US$ 972 milhões
  • A compra da Estante Virtal pelo Magazine Luiza foi concretizada por R$ 31 milhões
  • A Oi vendeu um imóvel no Rio de Janeiro, por R$ 120,5 milhões
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Mercado de quatro patas

Poder felino: Petz compra Cansei de Ser Gato e avança na produção de conteúdo digital

A Petz entrou no segmento de conteúdo digital ao adquirir a Cansei de Ser Gato, marca voltada aos felinos e que tem forte presença nas redes

Atenção acionista

Rede D’or anuncia pagamento de R$ 156,2 milhões de juros sobre capital próprio

O pagamento do valor anunciado será destinado aos acionistas que detiverem as ações da Rede D’or no próximo dia 24 de junho

Fome para crescer

Em mais uma aquisição, Magazine Luiza se fortalece em food services com a Plus Delivery

Segundo a varejista, plataforma de entrega de comida tem cerca de 1.500 restaurantes parceiros e atende mais de 250 mil clientes por mês

mercados hoje

Bolsa firma queda e perde os 128 mil pontos, à espera de fala de Powell; dólar avança

Mesmo com uma queda acentuada do petróleo nesta manhã, o setor vê a commodity nos maiores níveis desde o início da pandemia, com a retomada das atividades

O melhor do Seu Dinheiro

A rima das commodities, último capítulo da novela da MP da Eletrobras e outros destaques

A história não se repete, mas rima. Se Mark Twain fosse um analista do mercado financeiro, provavelmente seria um grande especialista em ciclos econômicos. Logo no começo da crise da covid-19, quem ousasse falar em investir em commodities ou ações de empresas produtoras de matérias-primas seria taxado de louco. As cotações de todas elas — […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies