Menu
2020-01-31T08:15:49-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Esquenta dos mercados

Novos casos de coronavírus na Europa devolvem cautela aos mercados

Agenda do dia traz balanços internacionais, divulgação de dados de inflação nos Estados Unidos e disputa em torno da última taxa Ptax de janeiro

31 de janeiro de 2020
7:54 - atualizado às 8:15
Pessoas de máscara na China.
Pessoas de máscara na China - Imagem: Shutterstock

A avaliação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que o coronavírus é uma situação de emergência global, mas que restrições ao tráfego de pessoas e comércio não são necessárias trouxe alívio aos mercados globais.

Mas, nesta manhã, Reino Unido e Itália registraram os primeiros casos da doença, elevando para 21 o número de países com a presença do vírus. A notícia apaziguou a extensão do alívio gerado pelo anúncio da OMS

No epicentro da epidemia, a China já registrou mais de 10 mil infectados e 213 mortos.

Na Ásia, os investidores também digerem os dados de atividade manufatureira da China. Os números vieram em linha com o esperado pelos analistas - o PMI industrial chinês caiu de 50,2 em dezembro para 50 em janeiro.

As bolsas asiáticas fecharam sem uma direção definida. O mercado acionário segue fechado na China até o dia 3.

Bye, Bye UE

As bolsas europeias também repercutem a sinalização da OMS e chegaram a abrir em alta. Mas, o PIB da zona do euro e da Itália e na margem e a confirmação dos primeiros casos no Reino Unido e Itália pressionam para baixo os índices

O Reino Unido irá dar adeus definitivo ao bloco europeu e seguir com o processo de Brexit. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, discursa às 19 horas.

Sob pressão

Ontem, o Ibovespa reagiu após o boletim da OMS e recuperou as perdas do dia, fechando em leve alta de 0,12%, aos 112.825,49 pontos.

Mas a atenção se volta para o câmbio. Antes do alívio na reta final do pregão, o dólar chegou a romper a faixa dos R$ 4,27. O patamar testa o BC para eventuais exageros no câmbio. Ao fim do dia, a moeda americana estava cotada a R$ 4,2574, após forte alta de 0,90%.

Balanços internacionais

A temporada de balanços internacionais hoje traz os resultados de Caterpillar, ExxonMobil e Chevron.

Agenda

Banco Central faz leilão de linha de até US$ 3 bilhões (10h20). O mercado de câmbio também tem a disputa técnica em torno da taxa Ptax de janeiro.

Nos Estados Unidos o foco está no PCE de dezembro (10h30). O ISM de atividade industrial será divulgado 11h45. A agenda do país ainda reserva o índice de sentimento do consumidor.

Na Europa, destaque para os dados preliminares do PIB do quarto trimestre de França, Itália e Espanha.

Fique de olho

  • Litela reduziu fatia de 17,14% para 10,13% na Vale
  • Mesmo em meio ao surto do coronavírus na China, Petrobras manteve embarques de petróleo.
  • JBS e BRF negaram em nota a alegação de formação do cartel. O Cade abriu um processo de acusação contra as empresas alegando repasse da alta do milho ao consumidor.
  • Athena Foods pediu o cancelamento de registro de companhia aberta
  • Santander comprou fatia do banco Olé por R$ 1,608 bilhão
  • Três anos após fechar seu capital, o Daycoval planeja voltar a bolsa em abril e pode levantar até R$ 4 bilhões
  • O Paraná Banco também planeja voltar à bolsa e contratou a assessoria do Goldman Sachs, Bradesco BBI, XP e do JPMorgan.
  • Embraer celebrou contrato com a Skywest de pedido de 20 jatos E175, no valor de US$ 972 milhões
  • A compra da Estante Virtal pelo Magazine Luiza foi concretizada por R$ 31 milhões
  • A Oi vendeu um imóvel no Rio de Janeiro, por R$ 120,5 milhões
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

saúde

Caso suspeito de coronavírus é monitorado pelo Ministério da Saúde

Hospital Israelita Albert Einstein registrou no Ministério a notificação de caso suspeito em um paciente de 61 anos, que esteve recentemente na Itália

ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO

‘Estamos em um mundo caro. Não dá mais para comprar ações aleatoriamente’, diz sócio da Geo Capital

Para Gustavo Aranha, a recente queda no preço das ações provocada pelo surto de coronavírus abre oportunidades para comprar ações de boas companhias no exterior que antes estavam caras.

OLHO NO VÍRUS

Coronavírus está contido em solo americano sem impactos na cadeia produtiva

O assessor da Casa Branca também disse que não vê nenhum movimento do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) para cortes de juros em uma resposta ao “pânico” do coronavírus

MERCADOS HOJE

Bolsas europeias terminam mais um dia em queda acentuada, de olho no coronavírus

Outro que registrou perdas foi o índice acionário italiano, mas em menor grau. Após registrar a maior contração entre as bolsas ontem, o índice da Itália (FTSE-MIB) recuou 1,44% e fechou em 23.090,44 pontos nesta terça-feira

AVIAÇÃO

‘Portugal pode ajudar na venda do C-390’, diz ministro da Defesa do país

O governo de Portugal é sócio da Embraer na OGMA, de manutenção de aeronaves, com uma participação de 35%

CORONAVÍRUS

EUA pedem que Congresso autorize gasto de US$ 2,5 bilhões para conter coronavírus

Os Estados Unidos confirmaram 14 casos de infecção pelo coronavírus em sete Estados diferentes, mas não relataram mortes

ENERGIA

País tem ‘folga’ de energia pelo menos até 2024

“Temos uma folga estrutural, pois tivemos um aumento de capacidade instalada sem a contrapartida de aumento de consumo”, diz Cristopher Vlavianos

ESTÍMULO PARA AS EMPRESAS

China anuncia medidas para ampliar crédito a empresas atingidas pelo coronavírus

Em reunião presidida pelo primeiro-ministro Li Keqiang, o conselho disse que aumentará em 500 bilhões de yuans (US$ 71,2 bilhões) a cota de refinanciamento para empréstimos de bancos a pequenas empresas e fazendeiros

EM BUSCA DE PROTEÇÃO

Temor global com coronavírus faz ouro alcançar maior cotação desde 2013

Apenas neste ano, o ETF acumula alta de 8,25%. A razão para a valorização é uma só: ele é considerado porto seguro de quem investe quando o cenário externo parece mais incerto

JUROS

Crescem apostas do mercado de que FED pode cortar juros nas próximas reuniões

Dados do CME Group mostram que os investidores enxergam 18,8% de chance de um novo corte de juros de 0,25 ponto porcentual na reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) de março

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements