Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-23T16:55:04-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
Mercados hoje

Ibovespa cai e tenta manter 100 mil pontos; juros fecham em disparada com IPCA-15

Ações de alguns bancos operam em queda, bem como as da Petrobras; lá fora, bolsas americanas dão sinais mistos

23 de outubro de 2020
10:40 - atualizado às 16:55
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Ibovespa se mantém em queda nesta sexta-feira (23), em um dia de sinais mistos das bolsas americanas, que refletem ainda as incertezas sobre um pacote de ajuda fiscal à economia dos Estados Unidos.

O principal índice acionário da B3 chegou a virar e ultrapassar os 102 mil pontos após a abertura positiva em Wall Street, mas se firmou em queda durante a manhã. Por volta das 16h50, recua 0,64%, aos 101.264,66 pontos.

Na mínima, o índice chegou a cair 0,72%, para 101.188,38 pontos.

Na quinta-feira, embalado por bancos e a alta das bolsas americanas, o índice terminou o dia em alta vigorosa.

"É um movimento de correção, com bancos realizando um pouquinho hoje", diz Henrique Esther, analista da Guide. "É um movimento natural depois de uma semana positiva.

Hoje, os papéis de BTG Pactual, Itaú e Bradesco estão no campo negativo. A queda das ações da Petrobras, na esteira da baixa do petróleo no mercado internacional, também pressiona o Ibovespa para baixo. Os papéis da estatal caem no mínimo 1% nesta sessão.

As ações de Hypera recuam 1,1% neste momento. A empresa divulga seu balanço mais tarde. As ações da JBS, por sua vez, estão entre as cinco maiores perdas percentuais do índice, bem como da PetroRio.

Veja as principais quedas agora:

CÓDIGOEMPRESAPREÇOVARIAÇÃO
MRFG3Marfrig ONR$ 14,57 -3,96%
JBSS3JBS ONR$ 21,17 -3,90%
QUAL3Qualicorp ONR$ 33,24 -3,65%
PRIO3PetroRio ONR$ 36,31-3,64%
CCRO3CCR ONR$ 12,32 -3,30%

Veja também as principais altas do índice:

CÓDIGOEMPRESAPREÇOVARIAÇÃO
BRKM5Braskem PNAR$ 25,39 4,14%
EMBR3Embraer ONR$ 7,08 3,81%
HGTX3Cia Hering ONR$ 18,51 2,78%
CSNA3CSN ONR$ 21,49 2,72%
ABEV3Ambev ONR$ 13,88 2,28%

Dólar sobe

Já o dólar à vista avança 0,60%, a R$ 5,6275. A moeda americana reduziu suas perdas globalmente, com o Dollar Index (DXY), que compara o dólar a uma cesta de outras divisas, recuando apenas 0,2%. De fato, moedas emergentes pares do real, como peso mexicano e rublo russo, se valorizam em relação ao real.

"É dia de dólar fraco lá fora com a expectativa do pacote de estímulos, mas a inflação do IPCA-15 pesou", diz Camila Abdelmalack, economista da Veedha Investimentos. "Isso trouxe uma preocupação para os investidores porque temos inflação subindo em ritmo maior que o esperado sem o problema fiscal resolvido."

O dólar interrompeu uma queda maior hoje após a divulgação dos PMIs (Índices de Gerentes de Compras) dos Estados Unidos referentes a outubro, que mostraram alta e superaram as estimativas.

O PMI de serviços avançou a 56, ante uma expectativa de 55 dos analistas ouvidos pelo jornal The Wall Street Journal.

Nova York dá sinais mistos

As bolsas americanas abriram com ganhos, ainda na esperança da aprovação de um novo pacote fiscal de estímulos antes das eleições presidenciais, mas começaram a perder força no fim da manhã e viraram o sinal.

Neste momento, o Dow Jones cai 0,17%, enquanto o S&P 500 sobe 0,25% e o Nasdaq opera em alta de 0,24%.

O impasse nas negociações entre democratas e republicanos continua.

Durante o debate presidencial de ontem à noite — o último da corrida presidencial, a pouco mais de 10 dias das eleições —, o presidente Donald Trump acusou a democrata Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes, de não querer aprovar o acordo antes das eleições de 3 de novembro.

Em entrevista à Fox Business, o Diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse hoje que democratas e republicanos ainda têm diferenças significativas nas negociações do pacote.

Balanços e coronavírus

Nos EUA, resultados frustrantes da Intel e da American Express batem nos preços das ações. Há pouco, os papéis da Intel recuavam 11%, e os da Amex tinham queda de 3,6%.

No Brasil, o mercado aguarda a divulgação dos resultados da Hypera, após o fechamento do mercado.

Do front do coronavírus, uma boa notícia: a agência reguladora americana Food and Drug Administration (FDA) aprovou o uso do antiviral Remdesivir para o tratamento de pacientes internados com covid-19. Com isso, as ações da fabricante, Gilead Sciences, avançam 0,9% nesta sexta.

Juros disparam com IPCA-15

Os juros futuros operam em forte alta nesta sexta e passaram a avançar ainda mais após a divulgação do IPCA-15, a chamada prévia da inflação, acima do teto das estimativas dos analistas consultados pelo Broadcast, serviço em tempo real do Estadão.

A inflação medida pelo indicador foi de 0,94% em outubro, ante 0,45% em setembro. O mercado projetava um índice entre 0,52% e 0,93%, com mediana de 0,82%.

A pressão inflacionária tem puxado os juros para cima, e o reflexo da alta dos preços no principal índice ao consumidor contribui para o forte avanço das taxas visto nesta sexta. Veja o desempenho dos principais vencimentos:

  • Janeiro/2021: de 1,95% para 1,96%
  • Janeiro/2022: de 3,26% para 3,47%
  • Janeiro/2023: de 4,63% para 4,92%
  • Janeiro/2025: de 6,43% para 6,60%
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

seu dinheiro na sua noite

Uma tarde de soluços nos mercados

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário: a passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta de petróleo por mais alguns meses, o que traz reflexos diretos ao preço da commodity. O Brent fechou em alta pela […]

menos méliuz

Méliuz (CASH3): Truxt reduz participação na companhia

Negociações têm por objetivo investimento e não visam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa

atenção acionista

Dividendos: Multiplan (MULT3) paga R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Empresa vai considerar os acionistas inscritos nos registros da companhia no dia 28 de dezembro, dado que as ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convovação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexr nos preços.

acesso bloqueado

Vale (VALE3) faz operação para resgatar 39 funcionários presos em mina no Canadá

De acordo com a empresa, na tarde de domingo (26), uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft e, com isso, impedindo o meio de transporte dos empregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies