2020-04-13T16:10:05-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Mercados pressionados

Dólar sobe a R$ 5,17 e Ibovespa opera em alta; exterior e tensão no cenário político trazem cautela

O clima mais tenso em Brasília, somado ao mau humor visto lá fora, cria um ambiente desfavorável aos mercados brasileiros. Como resultado, o Ibovespa tem uma sessão mais fraca e o dólar sobe

13 de abril de 2020
10:29 - atualizado às 16:10
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A semana começa com um carga mais pesada sobre os mercados brasileiros. Por aqui, o Ibovespa ganhou um leve impulso após passar a manhã no campo negativo e o dólar à vista sobe mais de 1%, dadas as preocupações dos investidores em relação ao cenário político doméstico e ao avanço do coronavírus no exterior.

Por volta de 16h05, o Ibovespa tinha alta de 0,09%, aos 77.754,55 pontos, após tocar os 76.405,36 pontos mais cedo (-1,64%). As bolsas da Europa ainda estão fechadas por causa da Páscoa, mas, nos Estados Unidos, a segunda-feira (13) é normal — e vermelha. Por lá, o Dow Jones cai 2,04%, o S&P 500 tem baixa de 1,81% e o Nasdaq opera em queda de 0,47%.

No câmbio, o dólar à vista avançava 1,68% no mesmo horário, a R$ 5,1798. O mercado local de moedas, assim, destoa do exterior, já que a divisa americana assume um tom de estabilidade em relação a maior parte dos ativos de países emergentes.

  • Eu gravei um vídeo para explicar a dinâmica por trás dos mercados nesta segunda-feira. Veja abaixo:

Pode-se dividir a sessão de hoje em dois fronts, o externo e o doméstico — e ambos trazem elementos preocupantes à mesa. Por aqui, os olho e ouvidos estão atentos a Brasília, buscando qualquer informação de bastidores por parte do governo e do Congresso.

Em primeiro plano, há a possível votação de um projeto de auxílio financeiro a Estados e municípios na Câmara. A pauta, que pode destinar bilhões aos governadores e prefeitos sem a exigência de contrapartida, representa uma verdadeira 'bomba fiscal' ao orçamento da União.

No entanto, o governo tenta reverter a situação: já encaminhou às lideranças partidárias na Câmara e no Senado uma contraproposta que destinaria até R$ 40 bilhões em recursos diretos aos Estados e municípios, de modo a tirar força da 'bomba fiscal'.

E esse não é o único foco de apreensão em Brasília nesta segunda-feira. Há também uma nova escalada nos atritos entre o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente Jair Bolsonaro — ontem, Mandetta deu entrevista à TV Globo e voltou a criticar a falta de alinhamento nos discursos oficiais do governo, o que, segundo ele, apenas confunde mais a população.

Assim, qualquer informação de bastidor a respeito do destino da 'bomba fiscal' ou da queda de braço entre Mandetta e Bolsonaro pode mexer com o humor dos mercados ao longo do dia. E, sem saber qual será o desfecho das duas novelas, os investidores preferem assumir uma postura mais cauteloa.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Exterior defensivo

Lá fora, o tom também é de maior prudência: no front do coronavírus, quase 1,9 milhão de pessoas já foram infectadas no mundo, com 115 mil mortes, de acordo com dados da universidade americana Johns Hopkins.

Além disso, o rápido avanço da doença nos EUA colocou o país no topo da lista de contaminações, com mais de 550 mil pessoas diagnosticadas com a Covid-19, e de óbitos, com cerca de 22 mil falecimentos em decorrência da doença — informações que, embora esperadas, diminuem o ânimo dos investidores.

A cautela no front da pandemia se sobrepõe ao otimismo em relação ao acordo fechado pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que decidiu cortar a produção da commodity em 9,7 milhões de barris ao dia, por dois meses, a partir de 1º de maio.

A notícia faz as cotações do petróleo subirem nesta segunda-feira, embora não sejam ganhos expressivos: o WTI opera em alta de 0,66% e o Brent avança 1,78%, dada a percepção de que muitos países aumentaram os estoques ao longo de março e, assim, a demanda internacional deve continuar fraca.

Uma manifestação do presidente dos EUA, Donald Trump, a respeito do mercado de petróleo até contribuiu para dar um pouco mais de força à commodity. Pelo Twitter, Trump disse que os cortes na produção pela Opep podem chegar a 20 milhões de barris ao dia.

Juros perto da estabilidade

No mercado de juros futuros, o dia é de pouca movimentação. Os investidores seguem apostando em novos cortes na Selic para estimular a economia — e a projeção de recuo mais intenso do PIB em 2020 pelo boletim Focus dá sustentação a essa tese.

Mas, considerando os níveis já bastante baixos dos DIs, o espaço para novas correções negativas nas curvas é limitado. Veja abaixo como estão os contratos mais líquidos no momento:

  • Janeiro/2021: de 3,14% para 3,10%;
  • Janeiro/2023: de 5,02% para 4,90%;
  • Janeiro/2025: de 6,63% para 6,53%.

Top 5

Confira as cinco ações de melhor desempenho do Ibovespa:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
CSAN3Cosan ON54,20 +5,10%
SULA11SulAmérica units41,05 +4,45%
MRFG3Marfrig ON9,24 +4,29%
VVAR3Via Varejo ON5,37 +4,27%
SUZB3Suzano ON36,88 +4,18%

Saiba também quais são as maiores baixas do índice:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
NTCO3Natura ON27,34 -5,66%
YDUQ3Yduqs ON25,61 -5,32%
SMLS3Smiles ON13,70 -4,20%
HGTX3Cia Hering ON13,94 -3,53%
BRDT3BR Distribuidora ON18,78 -3,30%
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Nova variante vira a mesa nos mercados, bitcoin entra em ‘bear market’ e outros destaques do dia

Se você já estava pronto para tirar o pó da sua fantasia de Carnaval, talvez seja melhor esperar mais um pouco. Além de algumas cidades brasileiras terem decidido adiar a festança por mais um ano, uma reviravolta no andamento da pandemia deixou mais uma vez o mundo em pânico. A variante B.1.1.529 (batizada de ômicron […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Nova cepa do coronavírus pega mercado de surpresa; Ibovespa recua quase 4% no dia e apaga ganhos da semana

Ao longo da semana, o Ibovespa também foi pressionado pela indefinição em torno da PEC dos precatórios e a pausa para o feriado nos Estados Unidos

DINHEIRO NO FIM DO ANO

Yduqs (YDUQ3) pagará R$ 141 milhões em dividendos; confira o valor por ação

A empresa do setor de educação pagará cerca de R$ 0,40 por ação ordinária e o dinheiro cairá na conta dos acionistas em 7 de dezembro

OMICRON

5 fatos sobre a nova variante do covid que derrubou os mercados nesta sexta

O anúncio de que uma nova variante do coronavírus surgiu na África do Sul fez com que os mercados internacionais desabassem; veja o que sabemos até agora