Menu
2020-04-13T16:10:05-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Mercados pressionados

Dólar sobe a R$ 5,17 e Ibovespa opera em alta; exterior e tensão no cenário político trazem cautela

O clima mais tenso em Brasília, somado ao mau humor visto lá fora, cria um ambiente desfavorável aos mercados brasileiros. Como resultado, o Ibovespa tem uma sessão mais fraca e o dólar sobe

13 de abril de 2020
10:29 - atualizado às 16:10
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A semana começa com um carga mais pesada sobre os mercados brasileiros. Por aqui, o Ibovespa ganhou um leve impulso após passar a manhã no campo negativo e o dólar à vista sobe mais de 1%, dadas as preocupações dos investidores em relação ao cenário político doméstico e ao avanço do coronavírus no exterior.

Por volta de 16h05, o Ibovespa tinha alta de 0,09%, aos 77.754,55 pontos, após tocar os 76.405,36 pontos mais cedo (-1,64%). As bolsas da Europa ainda estão fechadas por causa da Páscoa, mas, nos Estados Unidos, a segunda-feira (13) é normal — e vermelha. Por lá, o Dow Jones cai 2,04%, o S&P 500 tem baixa de 1,81% e o Nasdaq opera em queda de 0,47%.

No câmbio, o dólar à vista avançava 1,68% no mesmo horário, a R$ 5,1798. O mercado local de moedas, assim, destoa do exterior, já que a divisa americana assume um tom de estabilidade em relação a maior parte dos ativos de países emergentes.

  • Eu gravei um vídeo para explicar a dinâmica por trás dos mercados nesta segunda-feira. Veja abaixo:

Pode-se dividir a sessão de hoje em dois fronts, o externo e o doméstico — e ambos trazem elementos preocupantes à mesa. Por aqui, os olho e ouvidos estão atentos a Brasília, buscando qualquer informação de bastidores por parte do governo e do Congresso.

Em primeiro plano, há a possível votação de um projeto de auxílio financeiro a Estados e municípios na Câmara. A pauta, que pode destinar bilhões aos governadores e prefeitos sem a exigência de contrapartida, representa uma verdadeira 'bomba fiscal' ao orçamento da União.

No entanto, o governo tenta reverter a situação: já encaminhou às lideranças partidárias na Câmara e no Senado uma contraproposta que destinaria até R$ 40 bilhões em recursos diretos aos Estados e municípios, de modo a tirar força da 'bomba fiscal'.

E esse não é o único foco de apreensão em Brasília nesta segunda-feira. Há também uma nova escalada nos atritos entre o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente Jair Bolsonaro — ontem, Mandetta deu entrevista à TV Globo e voltou a criticar a falta de alinhamento nos discursos oficiais do governo, o que, segundo ele, apenas confunde mais a população.

Assim, qualquer informação de bastidor a respeito do destino da 'bomba fiscal' ou da queda de braço entre Mandetta e Bolsonaro pode mexer com o humor dos mercados ao longo do dia. E, sem saber qual será o desfecho das duas novelas, os investidores preferem assumir uma postura mais cauteloa.

Exterior defensivo

Lá fora, o tom também é de maior prudência: no front do coronavírus, quase 1,9 milhão de pessoas já foram infectadas no mundo, com 115 mil mortes, de acordo com dados da universidade americana Johns Hopkins.

Além disso, o rápido avanço da doença nos EUA colocou o país no topo da lista de contaminações, com mais de 550 mil pessoas diagnosticadas com a Covid-19, e de óbitos, com cerca de 22 mil falecimentos em decorrência da doença — informações que, embora esperadas, diminuem o ânimo dos investidores.

A cautela no front da pandemia se sobrepõe ao otimismo em relação ao acordo fechado pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que decidiu cortar a produção da commodity em 9,7 milhões de barris ao dia, por dois meses, a partir de 1º de maio.

A notícia faz as cotações do petróleo subirem nesta segunda-feira, embora não sejam ganhos expressivos: o WTI opera em alta de 0,66% e o Brent avança 1,78%, dada a percepção de que muitos países aumentaram os estoques ao longo de março e, assim, a demanda internacional deve continuar fraca.

Uma manifestação do presidente dos EUA, Donald Trump, a respeito do mercado de petróleo até contribuiu para dar um pouco mais de força à commodity. Pelo Twitter, Trump disse que os cortes na produção pela Opep podem chegar a 20 milhões de barris ao dia.

Juros perto da estabilidade

No mercado de juros futuros, o dia é de pouca movimentação. Os investidores seguem apostando em novos cortes na Selic para estimular a economia — e a projeção de recuo mais intenso do PIB em 2020 pelo boletim Focus dá sustentação a essa tese.

Mas, considerando os níveis já bastante baixos dos DIs, o espaço para novas correções negativas nas curvas é limitado. Veja abaixo como estão os contratos mais líquidos no momento:

  • Janeiro/2021: de 3,14% para 3,10%;
  • Janeiro/2023: de 5,02% para 4,90%;
  • Janeiro/2025: de 6,63% para 6,53%.

Top 5

Confira as cinco ações de melhor desempenho do Ibovespa:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
CSAN3Cosan ON54,20 +5,10%
SULA11SulAmérica units41,05 +4,45%
MRFG3Marfrig ON9,24 +4,29%
VVAR3Via Varejo ON5,37 +4,27%
SUZB3Suzano ON36,88 +4,18%

Saiba também quais são as maiores baixas do índice:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
NTCO3Natura ON27,34 -5,66%
YDUQ3Yduqs ON25,61 -5,32%
SMLS3Smiles ON13,70 -4,20%
HGTX3Cia Hering ON13,94 -3,53%
BRDT3BR Distribuidora ON18,78 -3,30%
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

OUÇA DE GRAÇA

Do zero ao R$ 1 bilhão: como a Empiricus usa tecnologia para vender produtos digitais

Na edição dessa semana do Tela Azul, recebemos o Rodrigo Gianotto head de e-commerce da Empiricus.

Prepare o bolso

ANP: preço médio do etanol sobe em 12 Estados na semana

A cotação do biocombustível caiu em outros 13 Estados e no Distrito Federal, enquanto no Amapá não houve apuração.

BTG Pactual e Credit Suisse veem potencial gigante de crescimento para a Rede D’Or — e recomendam os papéis

BTG Pactual e Credit Suisse começaram a cobertura dos papéis da companhia com recomendação de compra (e bons prognósticos para o futuro)

Crise

Vendas no varejo caíram 13,9% em 2020, segundo ICVA; resultado é o pior da série histórica

Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, o índice teve uma queda de 10,4%.

imbróglio resolvido

OSX, de Eike Batista, fecha acordo com acionista e ações sobem

Acerto permite convocação de assembleia para eleger nova administração para companhia de logística portuária

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies