Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-06T15:41:31-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Um empurrão vindo da China

Ibovespa sobe mais de 1%, na esteira do otimismo global; dólar vira e sobe

Mais cedo, o jornal estatal China Securities afirmou que um ‘bull market’ saudável era importante para a recuperação da economia, o que ajuda a impulsionar bolsas hoj

6 de julho de 2020
11:27 - atualizado às 15:41
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Mesmo após acumular ganhos de mais de 3% na semana passada, o Ibovespa não dá sinais de cansaço nesta segunda-feira (6): o principal índice da bolsa brasileira avança quase 2% e já se aproxima dos 99 mil pontos, acompanhando o tom mais positivo visto nos mercados globais.

Por volta de 15h40, o Ibovespa subia 1,73%, aos 98.443,70 pontos, andando lado a lado com as principais bolsas do mundo: na Europa, as praças mais relevantes avançaram entre 1% e 2%; nos EUA, o Dow Jones (+1,47%), o S&P 500 (+1,34%) e o Nasdaq (+1,93%) abriram em alta firme.

No câmbio, por outro lado, a sessão é mais pressionada: o dólar à vista até chegou a cair 1,04% logo depois da abertura, indo aos R$ 5,2696, mas, agora, avança 0,43%, a R$ 5,3413.

  • Eu gravei um vídeo para explicar um pouco melhor a dinâmica por trás dos mercados neste início de semana. Veja abaixo:

Boa parte do otimismo na bolsa se deve à disparada dos mercados de ações da Ásia, com destaque para os índices da China, que tiveram ganhos de mais de 4% nesta segunda-feira. Mais cedo, o jornal estatal China Securities afirmou que um 'bull market' saudável era importante para a recuperação da economia — o que foi entendido como um sinal de que o governo de Pequim quer usar todas as vias para estimular o crescimento do país.

Essa percepção se sobrepõe às tensões relacionadas a uma eventual segunda onda do coronavírus no mundo, diminuindo a percepção de risco dos investidores globais — e, consequentemente, dando força às bolsas do mundo.

O bom humor global, inclusive, põe a instabilidade doméstica em segundo plano: declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmando que o governo estuda taxar dividendos, são ofuscadas pelo cenário mais otimista visto no exterior e não geram grandes turbulências na bolsa brasileira.

Tal positividade, contudo, não contagia o mercado de câmbio, que continua mostrando um viés mais cauteloso: o dólar à vista ainda é usado como ativo de proteção, já que, apesar dos ganhos nas bolsas globais, ainda há inúmeros fatores de risco no horizonte.

No mercado de juros futuros, o tom é de ligeira prudência: as curvas mais líquidas operam em alta nesta manhã, tanto na ponta curta quanto na longa — esse movimento de correção, contudo, não representa uma mudança drástica na visão dos investidores, que continuam enxergando um cenário de Selic baixa por um período prolongado:

  • Janeiro/2021: de 2,07% para 2,08%;
  • Janeiro/2022: de 2,87% para 2,89%;
  • Janeiro/2023: de 3,97% para 3,99%;
  • Janeiro/2025: de 5,56% para 5,53%.

Noticiário intenso

Ações de duas empresas reagem ao noticiário corporativo agitado dos últimos dias: Bradesco ON (BBDC3) dispara 5,87% e Bradesco PN (BBDC4) sobe 5,34%, com os investidores enxergando com bons olhos a possibilidade de compra de uma fatia do C6 Bank, conforme informado pelo jornal O Globo no fim de semana.

O setor bancário como um todo vai bem nesta segunda-feira: Itaú Unibanco PN (ITUB4) avança 4,04%, Banco do Brasil ON (BBAS3) tem alta de 3,22% e Santander Brasil units (SANB11) tem valorização de 4,04% — um desempenho setorial que ajuda a impulsionar o Ibovespa.

Ainda no front corporativo, atenção para Lojas Americanas PN (LAME4), em alta de 4,16% após confirmar uma oferta de ações que poderá movimentar R$ 7 bilhões — a ideia é usar os recursos captados para investir em seu braço digital, capitalizar a B2W e otimizar sua estrutura de capital.

Top 5

Veja abaixo as cinco ações de melhor desempenho do Ibovespa nesta segunda-feira:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
BTOW3B2W ON116,45+6,97%
QUAL3Qualicorp ON30,50+6,64%
CVCB3CVC ON21,01+6,60%
LAME4Lojas Americanas PN32,94+6,26%
COGN3Cogna ON7,55+4,86%

Veja também as cinco maiores baixas do dia:

CÓDIGONOMEPREÇO (R$)VARIAÇÃO
EGIE3Engie ON44,25-1,78%
IRBR3IRB ON9,54-1,45%
EQTL3Equatorial ON23,90-1,40%
KLBN11Klabin units20,58-1,39%
ENBR3Energias do Brasil ON17,91-1,32%
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies