Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-22T17:10:20-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Mercados hoje

Ibovespa se recupera das perdas de ontem e opera em alta; dólar cai a R$ 4,17

O Ibovespa e as bolsas globais se recuperam das perdas da sessão anterior, operando em alta nesta quarta-feira. O mercado segue monitorando o noticiário referente ao coronavírus

22 de janeiro de 2020
10:22 - atualizado às 17:10
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Após uma sessão bastante pressionada na última terça-feira (22), o Ibovespa e as bolsas globais passam por um movimento de recuperação. Apesar de o risco de uma eventual epidemia da nova variante do coronavírus continuar no radar, os investidores assumem uma postura mais tranquila nesta quarta-feira (23).

Por mais que a doença tenha chegado aos Estados Unidos na tarde de ontem e que novos casos tenham sido diagnosticados no mundo, há uma menor percepção de risco no mercado, que dá um voto de confiança aos esforços das autoridades governamentais para conter o avanço do vírus.

E, nesse cenário de maior calmaria, os agentes financeiros corrigem os excessos da sessão anterior. Na Ásia, as principais bolsas fecharam em alta e, nos Estados Unidos, o Dow Jones (+0,08%), o S&P 500 (+0,14%) e o Nasdaq (+0,33%) sobem em bloco. O Ibovespa, assim, pega carona no contexto externo: por volta de 17h05, subia 0,88%, aos 118.057,75 pontos.

O mercado de câmbio também conseguiu colocar os nervos no lugar: o dólar à vista fechou em baixa de 0,71%, a R$ 4,1738 — lá fora, a moeda americana perdeu terreno em relação às divisas de países emergentes.

Por aqui, o mercado também repercute os resultados da pesquisa CNT/MDA a respeito da popularidade do governo Bolsonaro. De acordo com o levantamento, o presidente possui 47,8% de aprovação, acima dos 41% vistos em agosto, mas abaixo dos 57,5% de fevereiro de 2019.

Juros seguem em queda

O alívio no dólar à vista deu sustentação a mais uma queda nas curvas de juros — os DIs tendem a reagir de maneira mais intensa aos números de inflação pelo IPCA-15, a serem divulgados amanhã (23), já que o dado deve calibrar as apostas num eventual novo corte da Selic.

Veja abaixo como ficaram as curvas mais líquidas nesta quarta-feira:

  • Janeiro/2021: de 4,39% para 4,34%;
  • Janeiro/2023: de 5,60% para 5,54%;
  • Janeiro/2025: de 6,34% para 6,30%;
  • Janeiro/2027: de 6,73% para 6,70%.

Usiminas dispara

No Ibovespa, destaque para o bom desempenho das ações PNA da Usiminas (USIM5), que avançam 13,09% e lideram os ganhos do índice — notícias quanto a um novo aumento de 10% nos preços dos aços planos para a rede de distribuição interna a partir de março animam o mercado.

Como consequência, o Bradesco BBI elegeu os papéis da Usiminas como 'top pick' no setor de siderurgia, substituindo Gerdau PN (GGBR4), que agora sobe 1,01%. Já CSN ON (CSNA3) tem alta de 7,30%.

Top 5

Veja os cinco papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta quarta-feira:

  • Usiminas PNA (USIM5): +13,09%
  • CSN ON (CSNA3): +7,30%
  • Eletrobras ON (ELET3): +6,77%
  • B3 ON (B3SA3): +6,13%
  • Eletrobras PNB (ELET6): +4,89%

Confira também as maiores quedas do índice no momento:

  • Hypera ON (HYPE3): -3,48%
  • Marfrig ON (MRFG3): -3,40%
  • Lojas Americanas PN (LAME4): -1,79%
  • Azul PN (AZUL4): -1,77%
  • Cemig PN (CMIG4): -1,40%
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Será que sai?

Governo dos EUA está ‘confiante’ com o acordo bipartidário para pacote trilionário de infraestrutura

As discussões, porém, ainda enfrentam impasse em meio a discordâncias quanto aos montantes de recursos destinados para cada área

Líder do setor

Grupo FSB compra Giusti Comunicação e amplia seu portfólio de agências

Com a chegada da nova empresa, a FSB integra as contas de Aegea, Ame, Alpargatas, EDP, Grupo SBF, Centauro, SBT, Estadão, Protege, Centro Paula Souza e mais em sua lista de clientes

Reforma ministerial

Ciro Nogueira aceita convite de Bolsonaro para chefiar Casa Civil

No último dia 22, Bolsonaro confirmou o convite a Nogueira e a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência que antes fazia parte da pasta de Paulo Guedes

Mais novidade

Unifique (FIQE3) estreia na bolsa em queda de 1%

Mesmo com o IPO saindo próximo do piso, a Unifique tem uma estreia no vermelho, em dia negativo para a bolsa brasileira

Decisão unânime

Conselho do Magazine Luiza aprova aquisição da Kabum! por R$ 1 bilhão

A decisão inclui também o pagamento de R$ 2,5 bilhões por meio da emissão de 75 milhões de ações ordinárias da varejista em favor dos acionistas da empresa comprada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies