Menu
2019-04-05T10:22:54-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Com R$ 11,8 bilhões bloqueados

Advogado diz que Vale “não vê responsabilidade” em tragédia de Brumadinho e pede desbloqueio de bens

Segundo advogado, mineradora não tem responsabilidade “nem por culpa, imperícia, imprudência ou negligência” e pede desbloqueio de R$ 11,8 bilhões em bens

28 de janeiro de 2019
13:59 - atualizado às 10:22
Tragédia em Brumadinha
Bombeiros fazem resgate em Brumadinho - Imagem: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo

Após ter R$ 11,8 bilhões de seus bens bloqueados com a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, a Vale decidiu reagir.

A partir de seu advogado, a mineradora entrou na justiça pedindo a reconsideração do bloqueio e disse que "não vê responsabilidade" sobre o rompimento da barragem. O pedido ocorreu nesta segunda-feira, 28.

"A Vale não vê responsabilidade. Nem por dolo, que é infração intencional da lei, nem por culpa, que é infração da lei por imperícia, imprudência ou negligência. Ela atribuiu o acontecido a um caso fortuito que ela está apurando ainda", afirmou o advogado Sergio Bermudes ao "Broadcast", do Estadão.

Bermudes também fez críticas à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a qual afirmou que a Vale deveria ser responsabilizada "severamente" pelo caso.

"Parece não ter fundamento a declaração da procuradora-geral de que não há crime. A Vale tem todo o interesse em apurar a existência do crime, embora não haja nenhum elemento apontando nesse sentido", disse o advogado.

Mineradora rebate declaração

Após as declarações do advogado, a Vale afirmou, em comunicado, que o advogado não fale em seu nome.

"A Vale não reconhece as declarações feitas à mídia pelo advogado Sergio Bermudes e afirma que seu mandato não o autoriza a dar quaisquer declarações sobre a Vale, seja em nome da empresa, seja para expressar a sua opinião pessoal sobre o tema do rompimento da barragem em Brumadinho (MG). A Vale volta a ressaltar, de forma enfática, que permanecerá contribuindo com todas as investigações para a apuração dos fatos e que esse é o foco da sua diretoria, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas. A Vale reitera o compromisso de reparação total dos impactos decorrentes do rompimento", disse a empresa

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies