Menu
2019-12-26T09:28:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
É dinheiro que entra

Vale conclui contrato de linha de crédito rotativo de US$ 3 bilhões

Objetivo da operação é introduzir uma fonte adicional de liquidez para a empresa e suas subsidiárias

26 de dezembro de 2019
9:26 - atualizado às 9:28
A mineradora Vale
Imagem: Shutterstock

A mineradora Vale anunciou nesta quinta-feira (26) a conclusão de uma nova linha sindicalizada de crédito rotativo (revolving credit facility). A operação, que somou o valor de US$ 3 bilhões, terá prazo de cinco anos.

O objetivo com a operação é introduzir uma fonte adicional de liquidez, que pode ser utilizada pela Vale e suas subsidiárias a qualquer momento. Segundo a empresa, a linha de credito rotativo "forma um significativo colchão de liquidez e possibilita maior eficiência da gestão do caixa, sendo consistente com o foco estratégico da minimização do custo do capital".

A linha de crédito havia sido contratada junto a um sindicato composto por 16 bancos globais, sob a liderança de Citigroup, Crédit Agricole, MUFG e Sumitomo Mitsui Banking Corporation. Além dos líderes, outros grandes bancos compõem do grupo, como Bank of China, Bank of Montreal, Mizuho, The Bank of Nova Scotia, JP Morgan, Royal Bank of Canada, HSBC, The Toronto-Dominion Bank, Bank of America, Barclays, Standard Chartered e Banco do Brasil.

De acordo com um comunicado divulgado pela Vale, a nova linha de credito rotativo vai substituir a linha atual, de US$ 3 bilhões, que foi contratada em 2015 com prazo de cinco anos e que será cancelada.

Vale lembrar que a mineradora conta também com outra linha de crédito, no valor de US$ 2 bilhões, o que totaliza US$ 5 bilhões em crédito rotativo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

mercado de ações

A B3 vai ter concorrência, mas não hoje: os riscos e oportunidades dos desafiantes ao monopólio da bolsa brasileira

Autorização para a empresa Mark2Market operar como central depositária de títulos volta a esquentar debate sobre atuação da B3, mas mercado vê quebra de monopólio improvável no curto prazo

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies