Menu
2019-02-14T09:26:39-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Privatização

Mudanças à vista? Salim Mattar diz que Vale precisa ser “reprivatizada”

Em evento em Brasília, o secretário especial de desestatização e desinvestimento disse que é preciso reduzir um pouco a presença de fundos de pensão na empresa para que ela seja mais privada e sem interferência do governo

13 de fevereiro de 2019
23:57 - atualizado às 9:26
Navio da Vale
Imagem: Agência Vale

Ao participar de um evento da Revista Voto, em Brasília, o secretário especial de desestatização e desinvestimento, Salim Mattar, disse nesta quarta-feira (13) que a Vale precisa ser "reprivatizada". Segundo ele, fundos de pensão e a BNDESPar, que é o braço do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) detêm controle da empresa.

A questão foi levantada por ele após uma reportagem do UOL que questionava a privatização da companhia. Mas o secretário foi cauteloso.

Ele disse que "não há horizonte para a venda e que não está incentivando fundos e bancos públicos a venderem as ações neste momento, mas que é preciso refletir".

Ainda assim, Mattar destacou que o governo veio para desestatizar e que é "natural" que essas ações sejam vendidas em algum momento.

Brumadinho

O secretário lembrou a tragédia de Brumadinho e disse que, após o rompimento de rejeitos da Vale no local, "veio a tona muita coisa" sobre a companhia. No evento, Mattar se referiu a Vale como "uma fantástica companhia e que estava prestes a se transformar na número um do mundo".

Ele também defendeu que é preciso fechar estatais que apenas aumentam o déficit e afirmou que serão privatizadas ou fechadas quatro estatais que estão sob a gestão do Ministério da Economia: Casa da Moeda (CMB), Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Dataprev e Instituto de Resseguros do Brasil (IRB), que realizou abertura de capital em 2017.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Reduzindo a participação

CSN começa a se desfazer de suas ações da Usiminas

Aproveitando o bom momento do setor siderúrgico na bolsa, a CSN vendeu mais de 50 milhões de ações preferenciais da Usiminas

O melhor do Seu Dinheiro

A limonada da bolsa e do dólar, as ações mais indicadas do mês e outros destaques da semana

A semana que passou tinha tudo para ser bem azeda para os investidores. No cardápio de notícias dos últimos dias tivemos: A alta da taxa básica de juros e a sinalização de que novos ajustes vêm por aí; Muito barulho político com a CPI da Covid; O projeto da reforma tributária de volta à estaca […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies