Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-03T18:21:55-03:00
Estadão Conteúdo
Última etapa

Suzano conclui megafusão com a concorrente Fibria

União das duas empresas brasileiras cria uma gigante global com capacidade de produção de 11 milhões de toneladas de celulose e 1,4 milhão de toneladas de papel por ano

15 de janeiro de 2019
7:36 - atualizado às 18:21
Suzano Papel e Celulose
Suzano Papel e Celulose - Imagem: Amanda Oliveira/Governo da Bahia

A Suzano Papel e Celulose e a Fibria informaram nessa segunda-feira, 14, a conclusão da fusão entre as duas companhias, anunciada em março do ano passado.

A última etapa da operação foi realizada após a Suzano ter efetuado o pagamento de R$ 27,8 bilhões aos acionistas da Fibria, que passaram a deter participação na Suzano, nova marca da empresa.

A união das duas empresas brasileiras cria uma gigante global com capacidade de produção de 11 milhões de toneladas de celulose e 1,4 milhão de toneladas de papel por ano.

O grupo, que tem 11 fábricas no Brasil e 37 mil trabalhadores diretos e indiretos, exporta R$ 26 bilhões por ano e está presente em mais de 80 países. A operação já obteve as aprovações das autoridades concorrenciais dentro e fora do Brasil.

Maior transação

O anúncio da fusão entre Suzano e Fibria foi a maior transação realizada em 2018 - o negócio é avaliado em US$ 14,5 bilhões, seguida pela compra da fabricante brasileira de aeronaves Embraer pela americana Boeing.

Em relatório, a agência de classificação de riscos Moody’s informou que a conclusão desse negócio deve melhorar a qualidade de crédito da Suzano com benefícios de longo prazo em termos de escala, tamanho, flexibilidade financeira e sinergias operacionais entre as duas companhias.

“Embora os níveis de endividamento da Suzano tenham aumentado substancialmente por conta da transação, acreditamos que a empresa será capaz de reduzir a alavancagem rapidamente, dada a forte geração de fluxo de caixa que será direcionado para pagar a dívida”, informou a agência de classificação de risco.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

GETT11 chega à bolsa com o pé direito, novo auxílio emergencial no horizonte e outros destaques do dia

Com as duas maiores economias do mundo frustrando as expectativas dos investidores e o futuro das contas públicas em um limbo, o Ibovespa não teve muito fôlego para escapar do vermelho e encerrou o dia em queda de 0,19%, aos 114.428 pontos. O Produto Interno Bruto (PIB) chinês, que cresceu 4,9% no terceiro trimestre, veio […]

Arrumando a mala

Locaweb (LWSA3) vai deixar a B3? Empresa estuda listagem nos Estados Unidos, afirma portal

Avaliada em R$ 13,5 bilhões, a empresa estreou na B3 em fevereiro do ano passado, mas pode estar prestes a abrir capital em outro país

FECHAMENTO DO DIA

Getnet (GETT11) e Lojas Americanas (LAME4) sobem forte, mas Ibovespa derrapa e dólar avança 1%

Dados econômicos na China e nos EUA decepcionaram os mercados, indicando desaceleração nas duas principais economias do mundo

Três vezes sem juros

CPFL Energia (CPFE3) parcela pagamento de R$ 1,7 bilhão em dividendos; primeira fatia cai na conta dos acionista ainda neste mês

O pagamento das primeiras duas prestações está marcado para os dias 22 de outubro e 16 de novembro, enquanto a terceira e última fatia cairá na conta dos acionistas até 31 de dezembro

MagaLu fora das urnas

Luiza Trajano confirma que não disputará as eleições, mas reforça que é uma ‘pessoa política’; entenda o posicionamento da empresária

A presidente do conselho de administração do MagaLu pretende assumir uma posição política apartidária ‘para defender causas que sejam boas para o Brasil’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies