Menu
2019-04-20T15:59:20-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Papel e celulose

Suzano vai precisar de menos dinheiro dos bancos para comprar a Fibria

Empresa diminui valor comprometido de empréstimo depois de captar recursos no mercado internacional

25 de setembro de 2018
19:02 - atualizado às 15:59
Árvores
Meganegócio de R$ 47,7 bilhões criará a maior produtora de celulose do mundo. Imagem: Shutterstock.com

A Suzano vai precisar de menos dinheiro dos bancos para viabilizar a compra da Fibria. O meganegócio de R$ 47,7 bilhões que criará a maior produtora de celulose do mundo previa originalmente a contratação de uma linha de crédito de US$ 4,4 bilhões (ou R$ 18 bilhões) com bancos estrangeiros. Agora, o valor comprometido pelas instituições para o financiamento foi reduzido pela metade, ou seja, US$ 2,2 bilhões.

Essa redução foi possível porque a Suzano conseguiu captar no mercado internacional US$ 1 bilhão com a emissão de títulos de dívida. Além de outros R$ 786 milhões (U$$ 200 milhões) em notas de crédito de exportação e crédito de produtor rural. A esses recursos se soma a própria geração de caixa da empresa.

O acordo para a união entre as empresas de celulose, anunciado em março, prevê que os acionistas da Fibria receberão um total de R$ 29 bilhões em dinheiro e 255 milhões em ações da Suzano.

Os acionistas da Suzano estão rindo à toa. O negócio impulsionou as ações da empresa, que registram valorização de 152% no ano, uma das maiores altas de toda a bolsa. Os papéis da Fibria têm ganho de 58%.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

fechando a conta no azul

Perdeu, mas ganhou: Ibovespa tem correção e cai, mas termina semana em alta; juros disparam com inflação

Índice não conseguiu manter toada positiva vista em outros dias e recuou com quedas de bancos e Petrobras; dólar sobe com inflação maior à vista

começa hoje

Para evitar aglomeração, Via Varejo anuncia Black Friday antecipada

Durante o período, a ideia da campanha é que sejam anunciadas ofertas e vantagens para o cliente em todos os canais.

Infinito e além

SpaceX, de Elon Musk, quer colocar internet em Marte

Deste modo, seria possível criar uma rede de internet banda larga por meio de satélites

Tem grana vindo aí

CMN facilita captação externa com bancos multilaterais e agências

Essas contas serão usadas exclusivamente para depósito dos recursos do empréstimo ou financiamento concedido por esses agentes internacionais.

Forte queda

Governo teve necessidade de financiamento de R$ 366,9 bi em 2019, diz IBGE

O resultado é consequência de um crescimento de 8,6% da receita total, já as despesas totais das três esferas governamentais subiram 4,3%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies